Home Top Ad

'Globo Repórter' desta sexta mostra as belezas da Serra da Bocaina

Share:

Divulgação Globo
Piscinas naturais, rios, trilhas, mirantes e fauna e flora típicos da Mata Atlântica. O ‘Globo Repórter’ desta sexta-feira, dia 11, reexibe sua viagem à Serra da Bocaina, reconhecida como patrimônio mundial pela Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco), e localizada entre as duas maiores metrópoles do pais: a 200km do Rio de Janeiro e a 300km de São Paulo. Em uma coprodução com a Rede Vanguarda, afiliada da Globo, o repórter Rogério Correa percorre florestas e cachoeiras para revelar a beleza de territórios isolados da região.
 
“Ao olhar no mapa, não temos ideia de como a área do parque é grande. Em uma única expedição, para chegar à Cachoeira do Veado, foram três horas de carro e sete de caminhada. É uma área com lugares fantásticos, que impressionam pela beleza”, conta Rogério. As cachoeiras são um espetáculo à parte. A Santo Isidro tem 80 metros de queda d`água, altura de um prédio de 26 andares; e a do Veado, dois paredões d`água, um com 90 metros e outro com 110 metros. Já a Cachoeira do Bracui, localizada no meio da serra, tem vista para o mar.
 
A Serra da Bocaina também é um bom lugar para observação de animais. Circulam pela região a onça parda, um dos maiores felinos das Américas, jaguatiricas, porcos selvagens e mais de 300 espécies de aves. A formiga tanajura ou içá fêmea é ingrediente de uma inusitada iguaria da culinária da região, preparada com banha de porco, alho e sal. O prato foi batizado por Monteiro Lobato, ex-morador da região, como “caviar caipira” ou caviar da Bocaina.
 
O ‘Globo Repórter’ vai ao ar na noite de sexta-feira, dia 11, depois da novela ‘Fina Estampa’.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.