Home Top Ad

Ellen tem seu primeiro dia de aula no colégio Grupo em 'Malhação: Viva a Diferença'

Share:

Divulgação Globo/Mauricio Fidalgo
Com muito empenho, estudo e dedicação, Ellen (Heslaine Vieira) se mostrou mais do que merecedora a uma bolsa de estudos no colégio Grupo em ‘Malhação: Viva a Diferença’. A jovem conseguiu gabaritar uma prova bastante difícil e assim garantiu seu lugar na mesma escola de Lica (Manoela Aliperti) e Tina (Ana Hikari).  

Ao ser recebida no Grupo por suas amigas, Ellen se sente confiante e animada para enfrentar novos desafios, apesar dos olhares preconceituosos de alguns alunos no pátio do colégio. E, antes de entrar em sala de aula, uma surpresa desagradável a espera.   

Malu (Daniela Galli) faz questão de receber a novata e dar as boas-vindas ao colégio Grupo, a sua maneira. Com muita ironia, a professora parabeniza a aluna por seu bom resultado na prova que garantiu a bolsa de estudos, mas a alerta que, de agora em diante, ela precisa ser não menos que perfeita em tudo que fizer, já que está estudando ‘de favor’ na instituição particular. Se sentindo diminuída, porém determinada a lidar com as dificuldades da vida, Ellen ergue a cabeça e entra para ocupar seu lugar na aula de Biologia.   
Na entrevista abaixo, Heslaine Vieira relembra a trajetória da personagem nesta fase da trama e comenta sobre o preconceito e as cobranças sofridos pela personagem.   

O que você lembra sobre esse momento da trama? Alguma curiosidade de bastidores?  
O momento que a Ellen chega no novo colégio foi uma das sequências mais difíceis que fiz durante a temporada. A Bruna Tatar (atriz que interpretou Julia, aluna que comete atitude preconceituosa com Ellen) é minha amiga pessoal. De alguma forma, ter ela ali ao meu lado foi muito bom.   
Você já passou por alguma situação semelhante na sua vida pessoal?   
Sim, eu fui bolsista numa escola particular aqui no Rio de Janeiro e já tinha sido quando morava em Minas Gerais também.  

O que a entrada no colégio Grupo representou para a trajetória da Ellen?  
O ensino público no Brasil é muito precário. Mesmo com toda a dedicação de Dóris (Ana Flávia Cavalcanti) à frente do colégio Cora Coralina e da participação ativa da comunidade, falta investimento e estrutura. A Ellen é muito focada, inteligente, determinada, mas precisava de uma oportunidade para desenvolver e explorar ainda mais seus talentos e habilidades. Um lugar que pudesse deixá-la um pouco mais perto da realização de seus sonhos.
Você já passou por alguma situação como a da Ellen, em que tinha de ser a melhor, sempre? Pela cobrança da sociedade? O que você pensa sobre isso?

Estamos inseridos numa sociedade que tenta nos obrigar a ser melhores uns que os outros, sempre. A competitividade é alimentada de uma forma não saudável na minha opinião. Partindo do princípio que a equidade é inexistente, somos ensinados a sermos duas vezes melhores para "tentar" equilibrar a balança. Eu, e provavelmente quem se identifica com a Ellen, os Rodrigues, a Dóris, o Fio (Lucas Penteado), fomos ensinados a dar muito mais do que nosso melhor. É injusto e exaustivo! A tentativa agora é de desconstruir esse conceito social enraizado. Realizar um sonho tem a ver com foco, determinação e oportunidade. A Ellen é um grande exemplo disso.  
Malhação: Viva a Diferença’ tem autoria de Cao Hamburger e direção artística de Paulo Silvestrini e vai ao ar logo após o ‘Vale a Pena Ver de Novo’.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.