Home Top Ad

'Meu bem, meu mal' estreia no Globoplay nesta segunda-feira

Share:

Divulgação TV GLOBO / Jorge Baumann

O Globoplay traz no seu projeto de resgate de novelas clássicas um dos grandes sucessos de Cassiano Gabus Mendes e Maria Adelaide Amaral: 'Meu bem, meu mal'. A obra está disponível para os assinantes da plataforma a partir desta segunda-feira, dia 28. Ambientada em São Paulo, a trama é costurada por disputas de poder, traições em família e negociações. 
 
O empresário e dono da Venturini Designers, Dom Lázaro Venturini (Lima Duarte), é um homem ranzinza e ressentido com as decepções que sofreu na vida, como o adultério da falecida esposa, Maria Helena. Ele, inclusive, é obrigado a conviver com Ricardo Miranda (José Mayer), fruto de uma traição da sua mulher com seu melhor amigo. Após seu filho, Cláudio Venturini (Herson Capri) morrer, o empresário traz sua irmã Valentina (Yoná Magalhães) de volta da Europa para que ela assuma a empresa, indo contra a nora e viúva de Cláudio, Isadora Venturini (Sílvia Pfeifer). 
 
Isadora mantém um caso com Ricardo, apesar de todos acharem que eles se odeiam. Em determinado momento da trama, Dom Lázaro descobre o caso da nora. Chocado, ele sofre um derrame, perde a fala e os movimentos ficando preso a uma cadeira de rodas.
 
Lima Duarte relembra a trama e comenta sobre a cena clássica em que Dom Lázaro Venturini, seu personagem, recupera a fala. "Como não me referir ao clássico 'Eu quero é melão'? Quando me falaram que eu ia ficar doente, pediram que eu pegasse toda a minha experiencia com o Assis Chateaubriand, porque eu passei os dois últimos anos da vida dele com ele, e ninguém entendia o que ele falava, só eu. Naquela cena e em nenhuma outra eu fui tão Assis Chateaubriand. Ele falava daquele jeito. Virou um clássico da teledramaturgia", declara. 


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.