Home Top Ad

'Meu Corpo, Minha Vida' discute o aborto a partir da história da morte de Jandira Magdalena dos Santos Cruz

Share:

Divulgação Curta!

Produzido em 2017, o documentário ''Meu Corpo, Minha Vida'', de Helena Solberg (Carmen Miranda – Banana is my business/1995, A dupla jornada/1975, Das cinzas...Nicarágua hoje/1982), coloca em discussão o aborto, ouvindo opiniões a favor e contra a descriminalização.  O longa-metragem parte da história de Jandira Magdalena dos Santos Cruz que, em 2014, se submeteu a um aborto em uma clínica clandestina em Campo Grande, foi morta, e seu corpo foi encontrado carbonizado em Mangaratiba semana depois de seu desaparecimento.

— Uma em cada cinco mulheres no Brasil já fez aborto. E essas mulheres não são desconhecidas, são mulheres que você conhece, que eu conheço. A criminalização deste fato, eu considero um escândalo de saúde pública. Porque, desse número, são muitas as que têm complicação por terem que fazer essa interferência em situações clandestinas. Isso é de uma crueldade absurda. Eu quis fazer esse filme no ímpeto de revolta e de usar o cinema como arma possível de informação — afirma Helena, completando. — Esse filme é muito importante para mim, porque é uma questão que me tira do sério, que me abala muito. É uma questão da liberdade que nós queremos ter, no mínimo, com o nosso corpo. A exibição é na Sexta da Sociedade, dia 18/09, às 21h30 

Quinta do Pensamento – 17/09

21h50 – “Cacaso na Corda Bamba” (Documentário)

Filho de uma família rural e destinado a trabalhar com criação de gado, Antonio Carlos de Brito encontrou na poesia um sentido para a vida, transformando-se em Cacaso. O artista multifacetado, que incendiou a juventude carioca em aulas e discussões sobre a arte, mudou a poesia brasileira, sendo um dos precursores do movimento marginal. Irônico e perspicaz, Cacaso foi responsável por reunir um grande número de artistas e intelectuais em projetos e parcerias, deixando um indiscutível legado literário e musical. Diretor: José Joaquim Salles Ph Souza. Duração: 88 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: dia 18 de setembro, sexta-feira, às 01h50 e 15h50; dia 19 de setembro, sábado, às 11h35 e 20 de setembro, domingo, às 19h.

Sexta da Sociedade – 18/09

21h30 – “Meu Corpo, Minha Vida” (Documentário)

“Meu Corpo, Minha Vida” é um debate sobre a questão do aborto no Brasil. Vozes de ambos os lados expressam sua opinião: os que acham que o aborto deve ser descriminalizado e os que defendem a lei como está. O filme personaliza esse debate através do caso de Jandira Magdalena dos Santos, morta ao fazer um aborto clandestino, que recebeu cobertura nacional e internacional. Diretora: Helena Solberg. Duração: 75 min. Classificação: 14 anos. Horários alternativos: 19 de setembro, sábado, às 01h30; 20 de setembro, domingo, às 13hh50.

Sábado – 19/09

18h – “Caixas Mágicas” (Série) - Episódio: “Memórias Marinhas: Uma Leitura de Um Sábado em 30”
Luiz Marinho foi um artista voltado para o universo nordestino com uma proposta dramatúrgica transpassada por suas memórias. “Memórias Marinhas” investiga como o dramaturgo de Timbaúba construiu uma mitologia pessoal que expõe as contradições da sociedade patriarcal. Assim, o episódio discute como Marinho ficcionalizou, à sua maneira, as manifestações culturais de sua região, a Zona da Mata Norte de Pernambuco. "Memórias Marinhas" também aborda a relação entre o Teatro de Amadores de Pernambuco e a peça “Um Sábado em 30”, de Marinho, que esse grupo encenou ininterruptamente por 30 anos. Diretores: Hilton Lacerda e Letícia Simões Duração: 26 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 20 de setembro, domingo, às 9h.

Domingo – 20/09

20h50 - “A Alma da Gente” (Documentário)

Um grupo de jovens da periferia do Rio de Janeiro entra para o Corpo de Dança da Maré, coordenado pelo coreógrafo Ivaldo Bertazzo. Filmado em dois tempos, com um intervalo de dez anos, o documentário mostra os diferentes destinos dos personagens, marcados pela transformação através da arte. Diretores: David Meyer e Helena Solberg. Duração: 82 min. Classificação: Livre.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.