Home Top Ad

Segunda temporada de ''Espírito da Luta'' estreia no UFC Docs

Share:

Divulgação 
Nesta quinta-feira, dia 3 de setembro, chega ao UFC Docs, a segunda temporada da série ''Espírito da Luta''. Serão três episódios, todos disponíveis a partir das 19h, na plataforma. Lançado em novembro de 2019, o UFC Docs reúne todo o conteúdo audiovisual produzido pelo Canal Combate e produtoras nacionais em parceria com o UFC Brasil. Ao todo, mais de 70 horas de material, divididas em mais de 100 episódios de 17 títulos diferentes estão disponibilizadas de forma gratuita pelo site.

A nova temporada de Espírito da Luta traz uma verdadeira viagem pela história das artes marciais, criando contrapontos entre luta, arqueologia, arte, dança e videogames. No primeiro episódio, “Arqueologia da Luta”, Demian Maia recebe uma aula de história ao viajar pelo mundo para descobrir quando e onde aconteceram as primeiras competições de luta. O lutador vai para a Grécia, passa pelo Egito e termina no Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí. A produção é dirigida por Marcos Jorge.

“Esta série tem como objetivo valorizar as conexões da luta com a arte, com o divertimento e com o surgimento das civilizações. Mostrar que o ato de lutar, muito mais do que um passatempo, está profundamente relacionado à cultura. Estou honrado de estar ajudando a contar esta história”, explica o diretor.

Gringo Cardia é o responsável pelo segundo episódio da série, “Arte e Luta”. A produção explora a relação que muitos artistas têm com a luta ao criar seus trabalhos. Ao longo do episódio, coreógrafos, pintores, desenhistas, fotógrafos e figurinistas de todos os lugares do mundo criam performances com seus trabalhos inspirados em atletas de MMA. A bailarina e coreógrafa brasileira Deborah Colker participa do episódio, e em uma conversa com o ex-atleta Rodrigo Minotauro, analisa como a luta e a dança tem afinidades na sincronicidade, simultaneidade e na construção de movimentos.

"Fazer esse documentário foi muito bacana. Foi um trabalho de quase 2 anos de pesquisa e produção, porque o fizemos no mundo todo para mostrar que a temática arte e luta, é quase universal. Eu levei na série um artista para se confrontar com um lutador, nascendo daí um diálogo muito rico. Deu para a gente perceber como as sintonias são muito parecidas em todos o planeta, mostrando que a luta é um símbolo humano de resistência e de força pra viver. É uma produção super cuidadosa e espero que todo mundo goste. Os primeiros lutadores que viram ficaram fascinados", conta Gringo Cardia. 

Já no episódio “Luta Digital”, dirigido por Denis Cisma, é abordado um paralelo entre dois universos da luta: videogame e octógono. Ao acompanhar de perto campeões dos maiores torneios de Street Fighter do mundo e lutadores profissionais de MMA, a produção revela o que eles têm em comum.

Para marcar a estreia da segunda temporada, o atleta do UFC Vicente Luque e os diretores Marcos Jorge e Gringo Cardia participam da primeira live no UFC Docs, hoje, 3 de setembro, às 19h. A novidade que veio para ficar abre espaço para que quinzenalmente uma live com atletas e convidados aconteça no site, abordando lançamentos e conteúdos já disponíveis na plataforma.

Live no UFC Docs:

Participação Vicente Luque e os diretores Marcos Jorge e Gringo Cardia para falar sobre o lançamento na plataforma da segunda temporada da série “Espirito da Luta”.

Quando: 03/09 às 19h

Segunda temporada da série “Espírito da Luta” no UFC Docs:
Quando: 03/09 às 19h
(Todos os três episódios da segunda temporada disponíveis)

Sobre os diretores 

Marcos Jorge é diretor de filmes, roteirista e curador. Com seus filmes de ficção, foi premiado três vezes com um Grande Prêmio do Cinema Brasileiro (promovido pela Academia Brasileira de Cinema, equivalente ao Oscar no Brasil), além de dezenas de títulos internacionais. Dirigiu o documentário “O Ateliê de Luzia” e é autor do livro “Brasil Rupestre”, ambos referências sobre arte pré-histórica no Brasil.

Gringo Cardia é designer, diretor e multiartista visual premiado e consagrado no Brasil e no exterior. Dirigiu vários espetáculos visuais em teatro, shows e dança, criando visualmente o espetáculo “OVO’ para o Cirque du Soleil. Também foi responsável por dirigir vários documentários premiados de arte e cultura e mais de 80 videoclipes de música, teatro e dança. Sua marca é realizar projetos não convencionais mais ligados a arte e a cultura.

Denis Cisma é diretor brasileiro, indicado ao Grammy Latino, e premiado no Cannes Lions. Dirigiu videoclipes para nomes como Milton Nascimento, Criolo, Nação Zumbi e Gilberto Gil. Este é seu segundo documentário esportivo


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.