Home Top Ad

TV paga sofre leve queda em julho, mas fica praticamente estável

Share:

Reprodução
A base da TV paga ficou praticamente estável no mês de julho, com uma leve queda de 17,7 mil assinantes no período em relação ao mês anterior, o que representa uma perda de 0,1%, chegando a 15,16 milhões de lares. Foi a menor queda no último ano, de acordo com os dados da Anatel. No período de 12 meses, no entanto, a perda foi de 9,2% dos assinantes.

A queda principal na base total de assinantes ficou concentrada na operadora Claro, que perdeu cerca de 70 mil assinantes, para um total de 7,31 milhões de lares conectados. Durante o Pay-TV Fórum, no dia 18 de agosto, o CEO da operadora, José Félix, afirmou que a perda de base é esperada e que, agora, começa a a refletir mais a renda do brasileiro. "Enquanto não terminarmos de limpar a base, vamos continuar perdendo assinantes", disse.

Sky e Oi aumentaram suas bases em aproximadamente 60 mil e 50 mil assinantes, respectivamente, para 4,65 milhões e 1,53 milhão de assinantes. A Vivo TV se manteve estável, com pouco mais de 1,27 milhão de lares em sua base.

Foi a menor queda do setor nos último doze meses. Em percentual, a região que mais perdeu assinantes em julho foi o Nordeste : uma queda de 12% de assinantes serviço em relação a junho deste ano. 

No Sudeste, Rio de Janeiro foi o Estado onde a TV por assinatura perdeu mais clientes em julho: 10,6% de queda.

No entanto, o mercado encara o número no mês como um resultado bom, uma vez que a queda foi pequena com relação aos meses anteriores.

No primeiro trimestre, a base de assinantes caiu bem mais. Mesmo com a maior presença de pessoas em casa por conta da quarentena, o mercado de TV paga perdeu 89 mil assinantes durante só o mês de março.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.