Home Top Ad

Descubra curiosidades de 'Pátria,’ produção da HBO que narra as consequências da atuação do ETA no país basco

Share:

Divulgação HBO

A cada novo episódio de PÁTRIA, produção original da HBO Europe realizada com participação da HBO Latin America, um pouco mais da história do País Basco, marcada pela atuação do ETA, se revela aos espectadores. Contada a partir do ponto de vista de duas famílias divididas pelas consequências do terrorismo, a minissérie lança mão de uma sensibilidade única para construir uma narrativa onde não existem lados, e sim os sentimentos de quem é diretamente impactado pelos acontecimentos.

PÁTRIA mostra como as pessoas comuns vivem em um contexto de extremismo, tendo que lidar com o luto e as contradições morais geradas por esse cenário, enquanto a vida segue seu próprio curso. Veja abaixo algumas curiosidades e mais detalhes sobre a produção.

O TERRORISMO AFETA A TODOS

A produção acompanha como cada integrante dessas famílias expressam, ou não, seus sentimentos, gerados por um contexto imposto a eles por viverem no País Basco. A dor não escolhe lados, e todos têm que lidar com as consequências do terrorismo e as marcas deixadas por ele. PÁTRIA mostra o poder que alguns ideais têm de inflamar certas pessoas, criando um cenário de extremismo que gera feridas que demoram a sarar – muitas vezes entre amigos e parentes queridos.

AUTENTICIDADE DA PRODUÇÃO

A minissérie tem criação e roteiro de Aitor Gabilondo, nascido e criado no País Basco, tendo ele próprio testemunhado os sentimentos narrados na trama. Além do criador, todo o elenco principal de PÁTRIA também é nascido na região, o que faz com que a história tão rica da série tenha sido parte da vida de muitos membros da produção.

UMA HISTÓRIA DE 30 ANOS 

Outro detalhe importante é como a questão do tempo é abordada, narrando três décadas da história do País Basco ao longo de seus oito episódios. Assim como no livro no qual a produção é baseada, o roteiro avança e retrocede constantemente entre os anos, reforçando as marcas que cada pessoa carrega. Os mesmos atores interpretam os personagens durante toda a narrativa, o que foi possível graças a um grande trabalho artístico e técnico, envolvendo o figurino e a maquiagem.

TEMAS UNIVERSAIS

São essas marcas e sentimentos dos personagens que permitem à minissérie extrapolar as fronteiras espanholas para abordar temas que são universais: amizade, perdão, solidão, medo e solidariedade, entre outros. A produção mostra que muitas são as formas para lidar com um histórico de violências e terror, e Bittori e Miren escolhem um caminho que pode interromper o ciclo de vingança: o da reconciliação. 

No ar aos domingos, às 21h, no canal HBO e na HBO GO, os primeiros episódios de PÁTRIA já estão disponíveis na plataforma de streaming.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.