Home Top Ad

Jornal da Cultura entrevista, com exclusividade, Luiz Henrique Mandetta neste sábado

Share:

Divulgação

Neste sábado (3/10), o Jornal da Cultura, a partir das 21h15, entrevista, com exclusividade, o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. Ele aponta os atritos que teve com o presidente Jair Bolsonaro como o motivo para a sua saída do governo, em abril, durante o combate à pandemia da Covid-19.

"Eu simplesmente indiquei um caminho de mais respeito à vida. Entre a vida e a morte, eu fiquei com a vida. O presidente tem um olhar muito próximo para a internet. Ele tinha muito mais uma percepção política, de jogar a culpa para prefeitos e governadores e retirar o Ministério da Saúde de qualquer tipo de protagonismo. Talvez isso tenha sido o maior ponto de atrito, a maneira como o Ministério da Saúde, quando eu estava lá, encarou o problema, e a maneira como o presidente decidiu encarar", disse Mandetta.

O ex-ministro também fala de seu recém lançado livro Um Paciente Chamado Brasil, em que conta bastidores da atuação do governo no enfrentamento à pandemia.

Mandetta diz ainda que, depois de sair do governo, nunca mais voltou a falar com Bolsonaro e acrescenta que, apesar de ouvir as críticas que o presidente tem feito a ele, prefere evitar um confronto direto. "Não faço nenhum comentário, apenas escuto. Já tem tanto ódio na internet, tanto hater. Não quero ficar discutindo, ficar colocando mais lenha. Deixa o tempo, o tempo é o senhor da razão", afirma o ex-ministro.

Ao longo da entrevista, Mandetta também apresenta a sua análise sobre os problemas que o Brasil enfrenta, sua trajetória política e os planos para o futuro. "Tem hoje uma carência na sociedade por nomes, então qualquer pessoa que apareça acaba sendo elevada à condição de candidato a isso ou aquilo. Nunca fiz planos em política, mas vou estar sempre do lado daqueles que querem melhorar esse país."

Por fim, o ex-ministro elogia o papel da imprensa na divulgação de informações para ajudar a população a enfrentar a Covid-19 e encerra a entrevista com uma menção ao trabalho da TV Cultura. "Agradeço à Cultura, a televisão mais querida desse meu Brasil. Parabéns pelo trabalho de vocês", diz Mandetta.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.