Home Top Ad

'Sempre, Luis', um retrato do ativista Luis A. Miranda, estreia nesta terça na HBO

Share:

Divulgação HBO

Uma história que ilustra a perseverança e a paixão pelo "sonho americano", SEMPRE, LUIS, que estreia na terça-feira, 10 de novembro, às 22h, é um retrato do ativista pioneiro Luis A. Miranda Jr. Há décadas lutando pelas comunidades latinas nos Estados Unidos, Luis é um personagem importante do cenário político de Nova York e do país como um todo, e pai de três irmãos - sendo um deles o premiado compositor, letrista e ator Lin-Manuel Miranda. O documentário estará disponível na HBO e por streaming na HBO GO .

Dirigido pelo estreante John James, o filme teve pré-estreia mundial durante o Festival Sundance 2020. O documentário conta a história de Luis A. Miranda Jr., que deixou, na década de 1970, Vega Alta, em Porto Rico, por Nova York. Filmada ao longo de um ano, a obra mostra como a devoção de Luis pela família e pelo seu país lhe dá forças para seguir em frente, apesar dos recentes problemas de saúde. Sempre em busca de maneiras de apoiar as necessidades das comunidades, especialmente quando o seu amado Porto Rico está sofrendo, Luis entrou em ação após os devastadores furacões Irma e Maria, coordenando esforços de ajuda e arrecadando dinheiro. Também se dedicou à complexa meta de levar a premiada produção Hamilton, de seu filho Lin-Manuel Miranda, para ser exibida na ilha. Com humor e emoção, SEMPRE, LUIS apresenta a história deste incansável agente de mudanças.

O filme exibe a trajetória de Luis desde que chegou aos Estados Unidos, que começou com sua aprovação em um programa de doutorado em psicologia clínica na Universidade de Nova York. Na sequência da sua mudança, aos 19 anos, rapidamente conquistou seu espaço no competitivo e acelerado cenário político em Nova York, tornando-se uma figura fundamental na conscientização de políticos sobre a importância de se engajarem com a comunidade latina. Um solucionador de problemas nato e um aliado indispensável para as comunidades multiculturais, Luis foi consultor de diversos políticos vitoriosos ao longo de sua carreira, entre eles Hillary Rodham Clinton, Charles Schumer e Kirsten Gillibrand, nas campanhas para o Senado, e da defensora pública e procuradora-geral de Nova York Letitia James.

A produção explora a vasta trajetória e grande influência política de Luis, incluindo o período nos anos 80 em que foi conselheiro especial para Assuntos Hispânicos do prefeito Edward I. Koch, e diretor do Departamento de Assuntos Hispânicos de Nova York. Na década de 1990, fundou e presidiu a Federação Hispânica, onde se tornou uma das vozes mais importantes de Nova York na defesa de apoio às ONGs latinas.

Em 2017, quando o furacão Irma destruiu Porto Rico, logo depois atingido também pelo furacão Maria, Luis usou sua influência e seus recursos para mobilizar pessoas e organizações poderosas a fim de ajudar seu país, trabalho no qual também contou com o apoio da família. Ele testemunhou a apatia política nacional sem precedentes em face ao desastre natural mais mortal que atingiu Porto Rico, tornando-se um defensor de uma diáspora porto-riquenha que cambaleava perante o impacto sofrido. Lutou contra uma crescente xenofobia nacional que ameaçava a visão da sua família de uma União mais inclusiva. Sem perder o ritmo, trabalhou para levar à ilha a produção de Hamilton, tão necessária para arrecadação de fundos e levantar a moral, ao lado de seu filho, Lin-Manuel, ao mesmo tempo em que continuou sendo um pai comprometido que se recusava a terceirizar as obrigações familiares.

SEMPRE, LUIS conta com entrevistas e participação de personagens importantes da política e do entretenimento, como a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, a presidente da Câmara dos Deputados Nancy Pelosi, o ex-prefeito de Nova York Ed Koch, o senador Chuck Schumer, o ex-deputado estadual de Nova York Roberto Ramirez, a ex-secretária de Estado de Nova York Lorraine Cortez-Vazquez, a deputada Nydia Velazquez, o produtor de Hamilton Jeffrey Seller e muitos outros.

SEMPRE, LUIS tem direção de John James; roteiro de Raul Santos, John James, Carlos Garcia de Dios, Luis Alvarez y Alvarez; produção de Katie Taber, John James, Carlos Garcia de Dios; produção executiva de Michael Stolper; fotografia de Carlos Garcia de Dios; edição de Luis Alvarez y Alvarez. O documentário foi financiado pela Endeavor Content. Produção executiva pela HBO de Nancy Abraham e Lisa Heller; produção sênior de Sara Rodriguez.



Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.