Home Top Ad

TV Aparecida abre discussão sobre a ''Consciência Negra'' no Brasil

Share:

Divulgação

No Aparecida Debate desta quarta-feira (18/11), às 22h, vai ao ar a primeira das duas partes do programa, cujo tema é "Consciência Negra". Apresentado pelo jornalista Ronaldo Souza, o programa desta semana começa falando da data comemorativa — 20 de novembro — que remete ao ativismo racial.  

Essa edição do programa da TV Aparecida tem como foco levar, através de uma homenagem, o reconhecimento da luta de Zumbi dos Palmares e seus companheiros no quilombo, que foi fundamental para evidenciar as desigualdades e violências contra a população negra, algo ainda tão presente na nossa sociedade.  

Casos recentes de discriminação racial no mundo, amplamente divulgados pela mídia, serão lembrados e avaliados. 

Por uma pesquisa, a equipe do Aparecida Debate não encontrou uma data precisa da chegada das primeiras pessoas escravizadas no Brasil. Mas a tese mais aceita é a de que em 1538, Jorge Lopes Bixorda, arrendatário de pau-brasil, teria traficado para a Bahia os primeiros africanos. Se, de fato, em 1538 foi a chegada dos primeiros negros e, em 1888, a abolição da escravatura, então, no mínimo somam-se 350 anos de escravidão no Brasil, em um país que tem 520 anos. Ou seja, o negro tem um tempo de liberdade ainda bem curto no Brasil. 

Para falar sobre todas as questões do tema, o Aparecida Debate conversa com dois convidados, através da internet. São eles: Pedro Sérgio Pereira, professor de História formado pela Universidade de São Paulo e mestre em Psicologia da Educação pela PUC. Ele ainda lecionou nas redes pública e particular, por quatro anos, bem como na Faculdade Zumbi dos Palmares, em São Paulo. Também estará no programa o Juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, Fábio Francisco Esteves. Ele é graduado em Direito pela Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, especialista em Direito Público e mestre em Direito de Estado pela Universidade de Brasília. 

Aparecida Debate, quarta-feira, às 22h


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.