Home Top Ad

''Família de Axé'', coprodução do Canal Brasil, retrata a cultura do candomblé e a fé nos orixás

Share:

Divulgação

''Família de Axé'', documentário dirigido por Tetê Moraes, estreia terça-feira, dia 29/12, às 19h, no Canal Brasil. O filme, coprodução do canal, dá voz ao pai de santo baiano Alberto Ribeiro Santana e revela a luta para manter viva a cultura de seus ancestrais africanos e do candomblé.

A relação da diretora com o terreiro começou em 1985, na Bahia, por conta de uma reportagem que produzia para a BBC. Desde então, passou a retornar com frequência e registrar pequenos trechos dos rituais e os momentos de afeto construídos ao longo dos anos pela família. No documentário, a música, as celebrações, as vestimentas, a culinária e as explicações sobre os orixás contrastam com os relatos sobre o preconceito e os atos de violência vividos pelos integrantes.

No Brasil, os ataques de intolerância religiosa aumentaram mais de 67% em 2019, segundo dados do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos. Dentre as vítimas, praticantes de religiões de matriz africana são as mais afetadas, totalizando mais de 50% dos ataques identificados. Nesse contexto, o retrato familiar de Moraes em “Família de Axé” se faz essencial para desconstruir o ódio e aproximar o público dos integrantes do candomblé.

Família de Axé (2019) (77’)
INÉDITO E EXCLUSIVO
Classificação: Livre
Direção: Tetê Moraes
Horário: Terça, dia 29/12, às 19h.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.