'ALLEN V. FARROW', série documental em quatro partes da HBO, estreia na próxima semana

Divulgação HBO

O documentário da HBO ALLEN v. FARROW, dirigido pelos premiados cineastas investigativos Kirby Dick e Amy Ziering e com produção de Amy Herdy, estreia no domingo, 21 de fevereiro, com episódios semanais na HBO e na HBO GO. A série de quatro partes analisa quatro décadas de manchetes sensacionalistas para revelar a história íntima de um dos maiores e mais famosos escândalos de Hollywood: a acusação de abuso sexual contra Woody Allen envolvendo Dylan, sua filha de então sete anos com Mia Farrow; o posterior processo pela guarda da criança; a revelação do relacionamento de Allen com a filha de Farrow, Soon-Yi; e as consequências polêmicas do caso nos anos seguintes. Até então cultuados pela parceria dentro e fora das telas, Farrow e Allen tiveram suas vidas abaladas para sempre e a família dilacerada com a divulgação das acusações de abuso e as disputas judiciais.

A produção intercala novas investigações - meticulosamente reunidas na forma de filmagens caseiras, documentos jurídicos, evidências policiais, vídeos reveladores e áudios inéditos - com entrevistas exclusivas e profundas com Mia Farrow, Dylan Farrow, Ronan Farrow, a amiga da família Carly Simon, o promotor Frank Maco, parentes, detetives, especialistas e outras testemunhas oculares, várias dessas pessoas falando publicamente sobre os acontecimentos pela primeira vez. O documentário também conta com nomes de destaque da cultura que analisam a obra de Allen em um contexto mais amplo e discutem o quanto revelações públicas sobre a vida pessoal dos artistas podem levar a reavaliações dos seus trabalhos.

ALLEN v. FARROW inclui um olhar íntimo sobre o relacionamento de Farrow e Allen e sua projeção como um dos casais mais poderosos de Hollywood, que fez 13 filmes importantes juntos em uma década. Os dois tiveram filhos e Allen se tornou também uma figura paterna para os filhos de Farrow. No entanto, em meio ao sucesso de suas vidas profissionais e realizações pessoais, havia questões obscuras em jogo.

O documentário analisa os efeitos devastadores de um trauma para uma família e descreve de modo assustador o ceticismo e a reação decorrentes de uma acusação.

Com o olhar inovador de Kirby Dick e Amy Ziering, teve um profundo impacto nas instituições e na cultura norte-americanas, levando a alterações políticas abrangentes e colocando o assunto entre as discussões nacionais. O trabalho foi reconhecido por todos os principais prêmios do cinema e da televisão. Foi indicado a dois Oscars®, ao Emmy®, ao Peabody®, ao Alfred I. duPont-Columbia University Award® e ao George Polk Award®.

A HBO Documentary Films apresenta em associação com a Impact Partners e a Chicago Media Project esta produção da Jane Doe Films Production. Direção de Kirby Dick e Amy Ziering; produção de Amy Herdy e Jamie Rogers; produção executiva de Kirby Dick, Amy Ziering, Dan Cogan, Tara Lynda Guber, Artemis Rising Foundation, Maiken Baird, Ian Darling, Steve Cohen & Paula Froehle, The Lozen Foundation, Debbie L. McLeod, Jenny Raskin e Geralyn White Dreyfous; edição de Mikaela Shwer e Parker Laramie; música de Michael Abels. Pela HBO, tem produção sênior de Sara Rodriguez; e produção executiva de Lisa Heller e Nancy Abraham.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem