Home Top Ad

ID estreia a terceira temporada de ''Até que se prove o Contrário''

Share:

Divulgação ID

Os acusados dos crimes mais hediondos são inocentes ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO (Reasonable Doubt) – por isso, quando os inquéritos e processos criminais acatam provas duvidosas, tem início um trabalho jurídico intenso em busca da defesa da inocência.

Casos assim, em que advogados fazem de tudo para reverter o desfecho de condenações por homicídio, são acompanhados em detalhes por ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO, série que retorna ao ID com sua terceira temporada nesta quinta-feira, 25 de fevereiro, às 21h20.

Os episódios inéditos revisitam processos e investigações controversos em busca de brechas para a apelação. Na análise de cada caso estão o detetive aposentado Chris Anderson e Fatima Silva, advogada de defesa. Com muita experiência e a certeza de que a justiça também falha, a dupla auxilia famílias desesperadas que acreditam que os seus foram presos injustamente.

Chris e Fatima unem esforços e revisam todo o curso do inquérito e do processo criminal. Juntos, eles constroem as bases para apelações que podem finalmente devolver a liberdade a pessoas que, mesmo presas há anos, sustentam as alegações de inocência.

O episódio de estreia da terceira temporada retorna a 1995. Em outubro daquele ano, um grupo de amigos estava em uma casa na pequena cidade de Roanoke, estado americano da Virgínia, quando um homem armado e encapuçado entrou e atirou em um traficante de drogas chamado Eric 'Nike' Jones. O assassino sumiu sem deixar pistas e levou consigo a arma do crime, que nunca foi encontrada.

Nove dias depois, uma testemunha se apresentou à polícia, alegando que poderia identificar o atirador – segundo ela, tratava-se de Michael Crump, então com 18 anos. Toda a argumentação da acusação foi baseada no depoimento dessa testemunha, uma mulher com uma rara doença ocular que pode tê-la feito apontar um inocente como autor do crime.

Michael foi condenado a 37 anos de prisão e está em regime fechado desde 1996, com possibilidade de progressão para a liberdade condicional apenas em 2031. Levanda Grogan e Robin Crump, mãe e irmã de Michael confiam em Chris e Fatima para provar a sua inocência.


Nenhum comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.