Superprodução Gênesis é vista por quase 70 milhões de telespectadores em todo o Brasil; na Grande SP, os 14 primeiros capítulos da trama já foram assistidos por mais de 7 milhões de pessoas

Reprodução

Exibida na Record TV desde o dia 19/01, de segunda a sexta com capítulos inéditos e, aos sábados, os melhores momentos da semana, a superprodução Gênesis assegurou a vice-liderança absoluta no Mercado Nacional em seus primeiros 14 capítulos (até o dia 05/02, portanto) e contabilizou, como na Grande São Paulo, um grande número de telespectadores. 

Confira, abaixo, dados de público e audiência com base no Kantar IBOPE Media e em projeção de índices ao universo do Atlas de Cobertura da Record TV 2020** (de abrangência mais vasta que o PNT).

***

No Mercado Nacional, a trama, escrita por Camilo Pellegrini, Raphaela Castro e Stephanie Ribeiro e com direção-geral de Edgard Miranda, já foi assistida, pelo menos um minuto, por 69 milhões e 964 mil telespectadores na projeção de cobertura da Record TV em todo o Brasil, o equivalente a 35 milhões e 101 mil casas no país.

Na média dos 14 capítulos –nas quais a novela se manteve invicta na segunda posição isolada–, a audiência nacional fechou em 14,7 pontos e 22% de share, enquanto a emissora terceira colocada ficou nos 5,5 pontos.

***

Em São Paulo, desde a estreia até o dia 5 de fevereiro, a trama ja foi assistida ao menos por um minuto por 7 milhões e 576 mil telespectadores –o equivalente a 4 milhões e 220 mil lares.

A média geral da novela neste período de exibição, invicta na vice-liderança isolada, ficou em 15,1 pontos, com share de 22%. A emissora em terceiro lugar obteve 6 pontos de média. 

Rio de Janeiro fechou o período com média de 14,8 pontos e share de 22%, contra 4,8 pontos da concorrente em terceiro lugar. 

***

Seguem as médias de audiência em outras praças, sendo que em Goiânia, a novela é líder isolada com vantagem de 2 pontos sobre a emissora segunda colocada. Nos 14 primeiros capítulos, registrou média de 20,6 pontos com share de 32%, contra 18,6 da concorrente. 

Em Belém, registrou média de 19,4 com share de 29% contra 4 pontos da terceira colocada.

Salvador marcou média de 18,9 pontos com share de 29% enquanto a emissora teceira colocada marcou média de 4,6 pontos.

No Recife, a novela manteve o segundo lugar absoluto com vantagem de mais de 13 pontos sobre a terceira colocada: 16,8 pontos de media e share de 27% contra os 3,4 pontos da outra emissora.

Em Manaus, a média foi de 16 pontos e share de 22%. Já a concorrente em terceiro lugar ficou com média de 4,4 pontos.

Vitória marcou média de 14,4 pontos e share de 24% no período mencionado, contra 6,1 da terceira colocada.

Curitiba marcou média de 13,9 pontos e share de 20%, ou seja, mais que o dobro de audiência da terceira colocada que registrou média de 6,1 pontos. 

Campinas fechou os 14 capítulos com média de 13 pontos e share de 20% contra os 4,1 pontos da terceira colocada.

Em Fortaleza, foi vice-líder absoluta com 12,9 pontos de média e share de 20%, ou seja, mais de quatro pontos de vantagem sobre a terceira colocada que marcou média de 8,5 pontos.

No Distrito Federal, marcou quase três vezes mais que a concorrente, fechando o período com o placar 12,3 x 4,3. O share foi de 19%. 

Belo Horizonte registrou média de 11,8 pontos e share de 19%, contra os 6,5 pontos de média da outra emissora.

E Porto Alegre consolidou o segundo lugar isolado com o dobro de audiência da terceira colocada: 10,2 pontos e share de 15%, contra os 5,1 pontos da concorrente.

**Atlas de Cobertura Record TV 2020: 197.906.809 indivíduos e 68.028.320 domicílios.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem