'Fantástico' mostra que perseguições no ambiente digital podem trazer sérios danos à saúde

Reprodução

Se por um lado as redes sociais podem trazer reconhecimento, sucesso e remuneração, por outro também podem trazer muita dor de cabeça, danos emocionais e até problemas de saúde às pessoas que são perseguidas no ambiente digital. O 'Fantástico' deste domingo, dia 6, mostra pessoas que encontraram nas redes sociais uma forma de sustento e de uma hora para outra se viram encurraladas, pensando em abandonar tudo, apesar de depender financeiramente do que a internet proporciona. Além de ouvir pessoas que passaram por isso recentemente, como Isaac Vinicius, o menino de 14 anos de Tianguá, no Ceará, que publica vídeos na internet para ajudar a mãe a vender o cuscuz que ela faz, e a gamer Thais, que fala sobre o machismo que domina o universo dos games online. Um psicanalista e um advogado especializado em redes sociais ouvidos pelo programa também avaliam os prejuízos para essas pessoas. 
 
Duas novas histórias serão retratadas em um episódio inédito de “Quem é meu pai?”. O repórter Marcelo Canelas conta neste domingo a história do carioca Pedro Henrique, de 20 anos, e do mineiro Yuri, de 18. Apesar de não se conhecerem, os dois têm um sentimento que os une: a dor pelo abandono que sofreram a vida toda de seus pais. Yuri já desejou muito esse encontro, mas aprendeu a lidar com o desprezo do pai que, mesmo morando na casa vizinha a sua, não o procurava. Já Pedro Henrique enfrenta desde cedo sérios problemas de saúde. E nem quando enfrentou um câncer, aos 13 anos, foi procurado pelo pai.
 
O 'Fantástico' vai ao ar na noite de domingo, dia 6, logo após o ‘Domingão do Faustão’.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem