Looke exibe o festival ‘8 ½ Festa do Cinema Italiano’, entre 17 e 27 de junho

Divulgação

Com acesso gratuito, a programação traz filmes inéditos no Brasil. Entre os destaques estão: 'A Vida Solitária de Antonio Ligabue', de Giorgio Diritti, que deu ao ator Elio Germano o Urso de Ouro de Melhor Ator no Festival de Berlim (2020), 'Fábulas Sombrias', dos irmãos Damiano D'Innocenzo e Fabio D'Innocenzo, também premiado em Berlim com o Urso de Prata de Melhor Roteiro e 'Rômulo & Remo: O Primeiro Rei', uma ousada produção totalmente falada em proto-latim que reconta o mito dos fundadores de Roma 

Entre 17 e 27 de junho, a plataforma brasileira de streaming Looke, exibe o “8 ½ Festa do Cinema Italiano”, evento gratuito que traz as mais recentes e prestigiadas produções italianas ao público brasileiro. Promovido pelos Institutos Italianos de Cultura do Rio de Janeiro e de São Paulo, o festival conta com o suporte institucional da Embaixada da Itália em Brasília e da rede diplomático-consular italiana no Brasil, conta com patrocínio da Generali Seguros, assim como o apoio do Istituto Luce Cinecittà. O acesso aos filmes pode ser feito pelo site festival - www.festadocinemaitaliano.com.br e por meio da plataforma Looke (www.looke.com.br).  Para assistir é necessário realizar um cadastro gratuito no Looke. Os filmes podem ser acessados via web, Smart TV, tablet e nos principais suportes iOS e Windows.

A programação será aberta com “As Irmãs Macaluso” (La Sorelle Macaluso), de Emma Dante, longa que teve sua estreia mundial no Festival de Veneza (2020). Entre as estreias no Brasil destacam-se “A Vida Solitária de Antonio Ligabue” (Volevo Nascondermi), de Giorgio Diritti, premiado com o Urso de Prata na categoria Melhor Ator para Elio Germano, no Festival de Berlim (2020); “Fábulas Sombrias” (Favolacce), dos irmãos Fabio e Damiano D'Innocenzo, ganhador do Urso de Prata de Melhor Roteiro em Berlim (2020), “Rômulo & Remo: O Primeiro Rei” (Il Primo Re), de Matteo Rovere, que levou o prêmio David di Donatello de Melhor Fotografia 2020 para Daniele Ciprì e Volare (Tutto il Mio Folle Amore), de Gabriele Salvatores (Oscar de Melhor Filme Estrangeiro em 1991 com Mediterraneo), que fez sua première mundial no Festival de Veneza 2021.

Na programação não poderiam faltar as comédias que, além de serem sucesso de bilheteria, também lançam um olhar inteligente sobre a vida na Itália contemporânea. Entre os títulos do gênero estão “Troca Tudo!” (Cambio Tutto!), do diretor Guido Chiesa, e o divertido “Bangla”, de Phaim Bhuiyan, longa premiado como a melhor comédia italiana de 2019, que narra as aventuras amorosas de um italiano filho de imigrantes de Bangladesh. O evento conta, ainda, uma seção especial focada em Alice Rohrwacher, uma das realizadoras italianas mais prestigiadas da atualidade.

Na edição realizada no ano passado, também com acesso gratuito, o festival trouxe 20 filmes, atingindo 154.380 espectadores, com 90 mil usuários diferentes em todas as regiões do Brasil.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem