Canal Brasil apresenta programação dedicada ao Dia da Mulher Negra neste domingo

Divulgação

Domingo, dia 25 de julho, é o Dia da Mulher Negra e o Canal Brasil dedica sua programação ao tema. Dividida em três blocos, a grade do dia traz mulheres negras na direção, como protagonistas de longas-metragens e uma sessão especial com "Amor Maldito", obra de Adélia Sampaio, a primeira cineasta negra do país. Das 6h45 às 2h15, serão exibidos filmes que homenageiam o trabalho de tantas mulheres negras que trazem brilho para o cinema do país. Uma maratona da minissérie "Para Onde Vamos", que traz o movimento de mulheres negras no Brasil, também faz parte da programação, com início às 9h50.

Filmes dirigidos por mulheres negras

Outras (2017) (22’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 6h45

Direção: Ana Julia Travia

Sinopse: O filme acompanha as vivências de mulheres próximas às pessoas da equipe do filme para debater desigualdades de gênero e, principalmente, de raça que afetam o cotidiano de mulheres negras.

Tia Ciata (2017) (26’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 7h07

Direção: Mariana Campos e Raquel Beatriz

Sinopse: Um curta-metragem documental que aborda o protagonismo feminino negro sob a ótica de Hilária Batista de Almeida, a Tia Ciata, uma mulher de suma importância para a história e cultura brasileira.

Maria (2017) (17’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 7h33

Direção: Elen Linth

Sinopse: Nascida aos 16 anos, numa cidade ensanguentada por corpos de peito e pau.

Experimentando o Vermelho em Dilúvio (2016) (10’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 7h50

Direção: Musa Michelle Mattiuzzi

Sinopse: Uma caminhada-ritual para a estátua de Zumbi dos Palmares, no centro do Rio de Janeiro, em um diálogo com a pesquisa de Grada Kilomba sobre a política do discurso negro na economia das plantações.

Rã (2019) (16’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 7h58

Direção: Ana Flávia Cavalcanti

Sinopse: Val e suas duas filhas vivem em uma casa minúscula. Certa madrugada, mãe e filhas são subitamente acordadas com palmas e alguém chamando por Val no portão. Lá, Val ouve um estranho pedido.

Mãe Não Chora (2019) (20’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 8h14

Direção: Carol Rodrigues

Sinopse: Raquel trabalha na defensoria pública mas não consegue pedir pensão para o pai de seu próprio filho.

Quero Ir Para Los Angeles (2020) (19’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 8h35

Direção: Juh Balhego

Sinopse: Raquel trabalha na defensoria pública mas não consegue pedir pensão para o pai de seu próprio filho.

Minha Avó Era Palhaço (2020) (52’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 8h54

Direção: Mariana Gabriel e Ana Minehira

Sinopse: Documentário conta a história de Xamego, primeira palhaça negra do Brasil.

Maratona: Para Onde Vamos (2021) (3x25’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 9h50

Direção: Claudia Alves

Sinopse: Minissérie que apresenta o movimento de mulheres negras no Brasil através da história de ativistas que estão liderando verdadeiras revoluções no modo de fazer e pensar políticas públicas no país. Com entrevistas e imagens dos bastidores da atuação de mulheres negras, PARA ONDE VAMOS apresenta uma narrativa de ação, potência e perspectiva positiva que desconstrói e subverte os espaços marcados por exclusão e violência. Áurea Carolina (Minas Gerais), Elaine Ferreira do Nascimento (Piauí), Paula Beatriz de Souza Cruz (São Paulo), Anielle Franco (Rio de Janeiro) e Vilma Reis (Bahia) são as personagens que, de dentro da política institucional ou na sociedade civil, atuam em seus territórios e são representantes da maior força de progresso e renovação hoje no Brasil.

Até O Fim (2020) (52’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 11h

Direção: Glenda Nicácio e Ary Rosa

Sinopse: Geralda recebe um telefonema do hospital dizendo que seu pai pode morrer a qualquer instante. Assim, ela acaba reencontrando suas três irmãs, que não via há 15 anos, em um momento de desabafos e reconhecimentos.

Filmes estrelados por mulheres negras

Baronesa (2017) (73’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 12h50

Direção: Glenda Nicácio e Ary Rosa

Sinopse: O dia a dia de duas vizinhas e amigas que moram na periferia de Belo Horizonte. De um lado, Andreia começa a construir sua casa para se mudar. Do outro, Leid e os filhos estão à espera do marido, que está preso. Em comum, a necessidade de se desviar dos perigos da guerra do tráfico e a estratégia para evitar as tragédias trazidas como consequência.

Praça Paris (2017) (110’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 14h05

Direção: Lúcia Murat

Sinopse: Camila é uma terapeuta portuguesa que trabalha na UERJ, onde atende Glória, ascensorista da universidade. Ao longo das sessões, Camila se depara com uma realidade bastante violenta, já que Glória foi estuprada pelo próprio pai quando criança e seu irmão, Jonas, é um perigoso bandido que está na prisão. Cada vez mais assustada com os relatos que ouve, ela se sente ameaçada ao mesmo tempo em que Glória passa a vê-la como alguém essencial em sua vida.

Filhas do Vento (2004) (85’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 15h55

Direção: Joel Zito Araújo

Sinopse: Cida e Ju são irmãs e foram criadas pelo severo pai, Zé das Bicicletas. Cida foge de casa para ser atriz e Ju fica na cidade, casa-se e cuida do pai. As duas se reencontram 45 anos depois, no enterro dele, mas o tempo não diminui o rancor do passado.

Todos os Mortos (2020) (120’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 17h20

Direção: Marco Dutra e Caetano Gotardo

Sinopse: 1899. As irmãs Soares, da aristocracia paulista, entram em ruínas com a abolição da escravidão. Ao mesmo tempo, a família Nascimento vive numa sociedade sem lugar para negros libertos.

Alcione - O Samba É Primo do Jazz (2020) (70’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 19h20

Direção: Angela Zoé

Sinopse: Conheça a trajetória da cantora Alcione, a Marrom, a partir de suas referências artísticas e suingue inconfundível, o início no mundo da música e o vínculo com família e amigos.

O Nó do Diabo (2020) (70’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 20h30

Direção: Jhésus Tribuzi, Ramon Porto Mota, Gabriel Martins, Ian Abé

Sinopse: Há dois séculos, no período da escravidão, uma fazenda canavieira era palco de horrores. Anos depois, o passado cruel permanece marcado nas paredes do local, mesmo que ninguém perceba. Eventos estranhos começam a se desenvolver e a morte torna-se evidente. Acompanhe cinco contos de horror que ilustram essa narrativa.

As Boas Maneiras (2017) (135’) 

Horário: domingo, dia 25/07, às 22h40

Direção: Juliana Rojas e Marco Dutra

Sinopse: Ana, uma mulher rica e misteriosa, contrata a enfermeira Clara para ser a babá de seu filho que ainda não nasceu. Quando a lua cheia traz o nascimento de um lobisomem, Clara assume a missão de cuidar do bebê e protegê-lo de outras pessoas.

Alfazema (2019) (24’) 

Horário: domingo, dia 25/07, à 0h55

Direção: Sabrina Fidalgo

Sinopse: É Carnaval e Flaviana vive o dilema de como se livrar de um amante que se recusa a sair do chuveiro.

Sessão Especial

Amor Maldito (1984) (76’) 

Horário: domingo, dia 25/07, à 1h20

Direção: Adélia Sampaio

Sinopse: Fernanda e Sueli vivem um tórrido romance. A relação passa por crises e Sueli acaba caindo nos braços de um mulherengo. Grávida e sem apoio, ela se suicida, mas as suspeitas da morte recaem sobre Fernanda.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem