Discovery estreia a décima primeira temporada de ''Febre do Ouro''

Divulgação

Nesta sexta-feira, 13 de agosto, às 21h15, o Discovery estreia a décima primeira temporada de FEBRE DO OURO (Gold Rush), composta por episódios que acompanham os trabalhos de equipes de garimpeiros lideradas por Parker Schnabel, Tony Beets e Rick Ness no inóspito ambiente de Klondike.

Depois de uma crise importante que atingiu em cheio o mercado da extração de ouro de Klondike, eles terão de lidar com circunstâncias inimagináveis e muito maiores do que o próprio contexto do garimpo: a pandemia causada pelo novo coronavírus. Se por um lado todos precisam proteger suas vidas, o que encurta consideravelmente o período de trabalho; do outro há uma alta histórica no preço do ouro e uma baixa igualmente relevante no preço dos combustíveis.

O cenário, embora caótico, não poderia ser mais promissor para as atividades das respectivas equipes encabeçadas por Parker, Tony e Rick, os líderes dos três principais grupos atuantes na região. Isso faz com que as expectativas sejam tão grandes quanto os riscos. Cifras em torno dos 250 mil dólares extraídos em apenas um mês dão novo fôlego à corrida do ouro enquanto o mundo inteiro mergulha na maior crise de saúde pública do século XXI.

Conhecida como a última fronteira, Klondike foi epicentro do episódio chamado “Corrida do Ouro”, ocorrido no fim do século XIX. Ali, pioneiros arriscaram suas vidas em busca da riqueza. Caminhada extenuantes, frio intenso, predadores, extração manual, cavalos como único meio para transporte – eram essas as condições de trabalho recompensadas pelas pepitas abundantes.

Em um século quase tudo mudou em Klondike, exceto a sanha dos garimpeiros pelo ouro. Há cerca de dez anos, quando FEBRE DO OURO fazia sua estreia, o local voltou a ser conhecido como o paradeiro de equipes de garimpo dispostas a partir para o tudo ou nada – desta vez guarnecidas com dragas, aviões e equipamentos sofisticados. A escala de extração aumentou junto com os riscos envolvidos na atividade, o que ganha outra dimensão no contexto pandêmico.

O episódio que dá início à nova temporada começa em maio quando, pela primeira vez na história, todas as atividades em Klondike estão completamente paralisadas. Tony Beets, veterano e uma verdadeira lenda de Klondike, foi o primeiro a retornar ao campo de extração, atraído pela alta no preço do ouro. Aos 25 anos, Parker Schnabel é o segundo a chegar a Klondike – depois de se tornar um prodígio com sucessivos resultados positivos, ele quer correr atrás do prejuízo que os meses de paralisação trouxeram e investir na expansão de seus domínios para o Alasca. Rick continua em casa, cumprindo as determinações do estado americano de Wisconsin, onde mora, mas está ansioso para compensar as perdas sofridas na última temporada; com atraso de cinco semanas em relação aos outros dois líderes, ele retorna ao trabalho.

Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem