SBT comercializa obras digitais via NFT’s

Divulgação SBT

O SBT iniciou a comercialização de parte do seu acervo de imagens via NFT ("Token não-fungível", em tradução livre) e passa a ser a primeira emissora de televisão a gerar negócios nesta nova frente, que tem a mesma lógica da “Criptoarte”. Em homenagem aos 40 anos da rede televisiva, foram lançadas quatro imagens icônicas do apresentador Silvio Santos em diversas atrações transmitidas pelo SBT, entre elas: Onde tudo começou – 1981; De casa nova – 1996; Topa Tudo por Dinheiro – 1992 e a Teleton – 1998.

Com isso, qualquer pessoa pode adquirir uma obra digital exclusiva que registra fatos marcantes dos 40 anos do SBT e da televisão no Brasil. Para Fernando Pensado, Head de Inovação do SBT, “a oferta destes NFTs para os fãs do SBT e do Silvio Santos, simboliza também um novo momento do SBT no processo de transformação digital da emissora”.

A iniciativa do SBT na comercialização de obras digitais de seu acervo via NFT’s foi realizada em parceria com a empresa InspireIP, que, através de tecnologia desenvolvida, possibilita a transformação de produtos digitais em NFT, permitindo que ele seja transferido ou vendido em um marketplace próprio ou em outros marketplaces existentes.

Segundo Caroline Nunes, CEO da InspireIP, o pioneirismo do SBT vai ajudar a popularizar os NFT’s no Brasil. “O leilão de NFT do SBT vai permitir que o conhecimento sobre criptomoeda e Blockchain chegue a toda a população. Teremos netos, pais e avós pesquisando sobre a tecnologia, querendo participar do leilão, dando lances. É muito mais que um simples leilão de NFT. É uma revolução cultural", explica Caroline, que é advogada e mestre em Propriedade Intelectual pela University of Southern California, nos EUA.

Os lances serão via MATIC – uma criptomoeda , sendo o valor inicial de cada imagem, na conversão para reais, correspondente a R$ 40 e o incremento para cada lance a R$ 10. Os interessados poderão comprar através do cartão de crédito pela carteira Metamask.

Cabe ressaltar que será gerado somente 1 NFT para cada imagem, o que torna o objeto mais exclusivo ainda. Após a compra, o arrematante terá posse do NFT registrado na blockchain, lembrando que isso não o dará o direito de explorar o item comercialmente, podendo apenas revender o NFT no marketplace. O leilão será encerrado em 30 de setembro, às 17h de Brasília.

Os NFT’s têm conquistado o universo das artes digitais e funciona como um certificado digital estabelecido por meio de um protocolo de segurança (blockchain), que define originalidade e exclusividade aos bens digitais. Eles podem ser aplicados a qualquer item digital, como fotos, jogos, músicas, GIFs, textos, entre outras milhares de opções. O NFT é uma tecnologia que garante aos compradores a propriedade de determinado bens digitais, o que reflete na oportunidade para que um novo mercado se instale, envolvendo colecionadores e investidores interessados na aquisição de obras e ativos digitais.

O público poderá saber mais sobre as NFTs ofertadas pelo SBT acessando o site: www.sbt.com.br/nft.  

Para divulgar a novidade, o SBT veiculará campanha digital criada pela WMcCANN.

Saiba como participar do Leilão de NFT do SBT.

1. Acesse o site nft.inspireip.io

2. Clique em “Compre créditos”

3. Informe o valor que você deseja comprar

4. Coloque o endereço da sua carteira

5. Preencha as informações de seu cartão de crédito

6. Confirme sua identidade

Para isso, você precisará de:

Uma foto de alta resolução do RG emitido pelo governo, não expirado (passaporte ou carteira de identidade nacional).
 
Um comprovante válido de endereço residencial, ou seja, um documento que carrega seu nome e endereço; pode ser: extrato bancário ou conta de água, luz, gás, internet e telefone
 
7. Aguarde a verificação e pronto!
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem