Caminhos do Agro é o tema do segundo episódio da série 'O Celeiro do Mundo'

Divulgação

No segundo episódio da série "O Celeiro do Mundo", que vai ao ar nesta quinta-feira (02.09), às 22h30min, o CNN Séries Originais traz um panorama da logística na região centro-oeste. Com o aumento da produção e uma demanda cada vez maior pelas riquezas da região, como está o escoamento das cargas que saem dali rumo a outros estados do Brasil e até para o exterior? Para muitos, os problemas logísticos são um entrave para um crescimento ainda maior do agronegócio.

"Que há um problema de logística, me parece claro, né? Que melhorar a infraestrutura é algo necessário, também me parece ser uma, um argumento muito, muito convincente", conta Arilson Favareto, especialista em planejamento territorial.

A BR-163 corta toda a região, e é o principal caminho do escoamento da produção local.  "Então a BR-163 é um encontro com a multimodalidade, é um encontro com o reequilíbrio da Matriz de Transportes, é um encontro com a eficiência", diz o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Embora seja uma estrada vital para a logística da região, possui inúmeros problemas estruturais. "A BR que eu tenho mais medo é a 163, ela é cheia de trepidação, não tem acostamento, o fluxo de carro é muito grande e assim, o que gera muitas acidentes", conta o caminhoneiro Francisco do Nascimento.

A produção acompanhou o leilão de um trecho da rodovia, que passou a ser controlada por uma nova concessionária." A BR 163 representa essa integração definitiva. ou seja, ela viabiliza escoamento da carga na direção do arco Norte, ela viabiliza a existência dos terminais da região de miritituba, o transporte via hidrovia do Tapajós", diz o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

Entre 2014 e 2016, o custo logístico consumiu quase 13% do PIB brasileiro. Nos Estados Unidos, esse custo corresponde a cerca de 8%, "A gente tem que olhar hoje para logística brasileira com esse olhar mais estratégico, de modo que ganhemos em tempo, eficiência Logística em geral, e principalmente custo", diz Marcela Cunha , diretora-executiva da Associação Brasileira de Operadores Logísticos.

Por conta dos problemas, as discussões logísticas colocam em pauta a intermodalidade e, principalmente, o uso das ferrovias como saída para os desafios nas estradas. "Diariamente desse terminal saem 7 trens, em média, carregados em três linhas ferroviárias, que totalizam um volume de 80 mil toneladas, que é equivalente a um navio de grande porte saindo todos os dias nesse terminal de Rondonópolis com destino ao porto de Santos", conta Douglas de Oliveira, gerente de operações da Rumo no MT. 
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem