LIFETIME exibe maratona especial com as produções originais Sobreviver a R. Kelly e Sobreviver a R. Kelly: Acerto de Contas

Divulgação

Devido à primeira condenação de R. Kelly, um dos principais nomes do R&B desde os anos 90, o LIFETIME apresenta neste fim de semana maratonas especiais com as duas produções originais Sobreviver a R. Kelly (Surviving R. Kelly) e Sobreviver a R. Kelly: Acerto de Contas (Surviving R. Kelly: The Reckoning), com todos os episódios em sequência.

Robert Sylvester Kelly, após 30 anos do primeiro registro de abuso sexual, foi condenado nesta semana por chefiar uma rede criminosa, tendo recrutado adolescentes e mulheres e praticado abuso sexual e emocional. A pena pode resultar em prisão perpétua, mas a sentença será anunciada no dia 4 de maio do próximo ano, por um tribunal do Brooklyn.

O astro, que vendeu mais de 75 milhões de discos, e fez parcerias ilustres com estrelas da música, foi denunciado pela série do Lifetime Sobreviver a R. Kelly, exibida em 2019, com entrevistas com muitas de suas vítimas, fazendo o assunto voltar à mídia.

Sobreviver a R. Kelly apresenta depoimentos de acusações a respeito dos abusos sexuais, psicológicos e físicos de R. Kelly. Foram 52 entrevistas, incluindo dez vítimas, e a ativista de direitos civis Tarana Burke, e os músicos John Legend e Sparkle, entre outros. Também participam a apresentadora Wendy Williams, a ex-esposa do cantor, Andrea Kelly, sua ex-noiva Kitti Jones, seus irmãos Cary e Bruce Kelly, bem como outras pessoas que foram próximas a ele e que têm o firme propósito de revelar seu polêmico passado, desde os anos 1970.

Os episódios Ídolo do R&B, Escondido em plena luz do dia, O vídeo proibido, O povo contra R. Kelly, Todas as garotas desaparecidas e Justiça para elas serão exibidos em sequência, a partir das 9h05 do sábado, 2/10.

Sobreviver a R. Kelly: Acerto de Contas traz novas vítimas e surpreendentes revelações, e também mostra a repercussão da primeira temporada. Outras sobreviventes dão emocionantes depoimentos sobre as perseguições que sofreram e até das ameaças de morte que receberam após compartilharem suas histórias. Depoimentos também de ex-funcionários e familiares de R. Kelly, com detalhes inéditos sobre a vida pessoal e infância do astro. Ainda, para garantir diferentes perspectivas sobre os acontecimentos, a série traz entrevistas com jornalistas, psicólogos, advogados e apoiadores de R. Kelly. Segundo a produtora executiva, Brie Miranda Brayton, a primeira temporada marcou uma mudança importante na indústria da música em relação às denúncias de abuso. “Depois da primeira temporada, recebemos muitas mensagens de outras vítimas de R. Kelly. As acusações cresciam e ganhavam destaque na mídia. E nós sentimos um senso de responsabilidade em continuar contando essa história ”, disse Jesse Daniels, produtor executivo da série.

São cinco episódios: Ele não parou, Mais uma Vítima, Avance, por favor, Entrevista após o resgate e Traga nossas meninas para casa. Classificação indicativa 14 anos

Maratona especial
- Sobreviver a R. Kelly - 2/10, sábado, a partir das 9h50
- Sobreviver a R. Kelly: Acerto de Contas - 3/10, domingo, a partir das 10h05
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem