TLC relembra infância de Alana Thompson em ''Especial Boo Boo Tá on!''

Divulgação

Nos sábados de outubro – dias 2, 9, 16, 23 e 30 –, o TLC relembra a infância e a pré-adolescência de Alana Thompson, a aspirante a miss mirim que ganhou o mundo com suas peripécias, nas maratonas que compõem o ESPECIAL BOO BOO TÁ ON!.

Semanalmente, sempre a partir das 21h20, o canal exibe uma sequência de episódios de CHEGOU HONEY BOO BOO (Here Comes Honey Boo Boo), a série levou Alana e sua família à fama.

A menina Alana, dona do apelido que dá nome à série, despontou para o estrelato no reality show Pequenas Misses e, com seu jeito espontâneo, mostrou que merecia uma atração só sua. Aos seis anos de idade, ela já era muito diferente das mini adultas que disputavam com ela os concursos de beleza: tinha um porquinho de estimação chamado Glitzy, brincava na lama e, tagarela, formulava piadas escatológicas com sotaque muitas vezes indecifrável e que requer legendas até mesmo em inglês. Junto a sua família, HONEY BOO BOO desafiou os estereótipos de perfeição.

Moradores da pequena cidade de McIntyre, na região central do estado americano da Geórgia, Alana, seus pais – que à época da estreia da série eram um casal – e as três irmãs adolescentes representaram a classe média baixa americana e levaram o orgulho caipira para o mundo inteiro. McIntyre é uma comunidade essencialmente rural cuja principal atividade econômica é a exportação de caulim, minério poroso que produz um tipo de argila branca, utilizada na fabricação de porcelana e tintas. À época, o lugar contava com uma população de cerca de 650 pessoas, das quais quase a metade correspondia a famílias de baixa renda. A rua principal se estendia por três quarteirões que concentravam todo o comércio local.

As maratonas relembram a vida cotidiana da família de Alana – da rotina pacata em McIntyre aos agitados concursos de beleza; desde os preparativos de Honey Boo Boo para os desfiles até as atividades corriqueiras da casa. June, a mãe da menina, era dona de casa; o pai, Mike “Sugar Bear”, trabalha vanas minas de caulim; e as irmãs de Alana eram adolescentes: Lauryn “Pumpkin”, de 12 anos; Jessica “Chubbs”, de 15 anos, e Anna “Chickadee”, de 17 anos, estava grávida.

O episódio que dá início ao primeiro sábado do ESPECIAL BOO BOO TÁ ON! relembra a trajetória que fez Alana Thompson se transformar em Honey Boo Boo. Bonita, alegre, carismática e com a companhia de uma mãe que não mede esforços para levá-la à vitória, ela mostra a que veio logo de início.  
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem