As Five: O reencontro de Keyla, Ellen, Lica, Tina e Benê no começo da vida adulta

Divulgação Globo/Estevam Avellar

A partir desta terça-feira, dia 26, as protagonistas de 'Malhação: Viva a Diferença' Keyla (Gabriela Medvedovski), Ellen (Heslaine Vieira), Lica (Manoela Aliperti), Tina (Ana Hikari) e Benê (Daphne Bozaski) estão de volta em 'As Five', série exibida originalmente no Globoplay, que irá ao ar na TV Globo pela primeira vez.

Na obra de Cao Hamburger, é no momento mais conturbado da vida de Tina (Ana Hikari) que as cinco jovens se reencontram após seis anos sem se verem. As amigas se mobilizam para estarem presentes no velório da mãe da DJ. Tina sente bastante dificuldade em lidar com a perda da mãe, talvez pelas pendências mal resolvidas que existiam entre elas. Para piorar a situação, o relacionamento com Anderson (Juan Paiva), parceiro de vida e no trabalho nas noites de São Paulo, está frio, desgastado. A retomada da amizade das cinco amigas leva um tempo para se tornar natural, mas essa convivência fará toda a diferença para que Tina enfrente os conflitos que irão se acentuar com o passar dos dias. “A Tina começa a tentar fugir de todas as maneiras do que sente, se jogando ainda mais nas baladas. Essa fuga só vai fazê-la sofrer ainda mais”, conta Ana Hikari.
 
Morando nos Estados Unidos, Ellen (Heslaine Vieira) volta ao Brasil especialmente para acompanhar a cerimônia da mãe de Tina. O retorno a sua terra natal vai mexer com todas as certezas em relação ao que construiu e planejou para sua vida profissional e amorosa. Extremamente dedicada à carreira acadêmica nos Estados Unidos, a jovem passará a questionar a rigidez com que encara seu dia a dia. Noiva do americano Omar (Bilaal Avaz), ela vai se encantar pelo jeito doce e despretensioso de Lito (Matheus Cabral), um marceneiro da periferia de São Paulo. Estar de volta ao convívio do irmão Anderson (Juan Paiva), da mãe Nena (Roberta Santiago) e da avó Das Dores (Ju Colombo) será um resgate de Ellen às suas raízes. Os momentos ao lado das amigas vão despertar na jovem muitas dúvidas sobre os rumos que deverá seguir de agora em diante. “É muito interessante ver a Ellen no início da fase adulta, se descobrindo e trilhando o caminho que sempre lutou para ter. Ela amadurece tanto que as questões vêm mais à tona justamente nesse período da vida dela”, acredita Heslaine Vieira.         
 
Keyla (Gabriela Medvedovski) vive a rotina caótica de uma mãe jovem, que cria o filho sozinha. Com poucos recursos financeiros, ela se desdobra para dar conta dos afazeres que envolvem Tonico (Matheus Dias). Após o reencontro com as amigas, Keyla percebe que deixou seus desejos de lado, e começa uma busca para satisfazê-los. Com o objetivo de retomar a vida sexual, ela passa a sair à noite e usar aplicativos de encontros, iniciando um romance com Samuel (Jessé Scarpellini). Na vida profissional, sonha em se tornar atriz de musicais e vai investir pesado para iniciar a carreira no ramo. “A série traz uma abordagem profunda dos conflitos de cada uma. A Keyla abriu mão dela mesma em função do filho e começa a questionar a forma como lidou com a própria vida durante esses anos”, analisa Gabriela Medvedovski.
 
Os anos se passaram e Lica (Manoela Aliperti) continua vivendo como uma adolescente intensa e desprendida. Lica não dá conta de lavar as próprias roupas e manter a casa organizada. Abandonou três faculdades e vários projetos pessoais. Ao reencontrar as amigas, passa a dividir o apartamento com Benê (Daphne Bozaski), o que acabará lhe obrigando a buscar ter mais organização no dia a dia da casa. “A Lica vive em uma bolha social, econômica e cultural, desfrutando de seus privilégios sem se questionar muito. Nesse movimento de mudanças, algumas fichas vão cair”, adianta Manoela Aliperti.
 
Tudo parece estar nos seus devidos lugares na vida de Benê (Daphne Bozaski). Casada com Guto (Bruno Gadiol), seu namorado da época de escola, ela tira seu sustento da música, como sempre desejou. Até que uma reviravolta na relação com Guto faz com que eles se separem e ela fica sem ter onde morar. Passa a viver no apartamento de Lica e conhece o vizinho Nem (Thalles Cabral), um rapaz viciado em internet, com dificuldades em se relacionar fora do mundo virtual. A convivência com ele e o reencontro com as amigas a farão iniciar uma jornada de novas experiências. “Nos últimos seis anos a Benê passou por muitas coisas que não vivi com ela e por isso foi muito interessante experimentar as inquietações que a personagem sente nessa fase da vida. Após o reencontro com as meninas, ela quer buscar sua independência e as sensações que deseja experimentar”, conta Daphne Bozaski.

Em entrevista, as atrizes falam um pouco mais sobre as personagens que mudaram suas vidas e carreiras, os desafios e a expectativa delas e dos fãs para a estreia da série na TV Globo. 
 
'As Five’ é uma obra criada e escrita por Cao Hamburger, com Vitor Brandt, Jasmin Tenucci, Luna Grimberg e Ludmila Naves. Com supervisão artística de Fabrício Mamberti, a direção é de Rafael Miranda, Dainara Toffoli, Natália Warth e José Eduardo Belmonte. Exibida originalmente no Globoplay, a série vai ao ar na TV Globo a partir do próximo dia 26, às terças e quintas após 'Verdades Secretas'.

Entrevista com Gabriela Medvedovski, Heslaine Vieira, Manoela Aliperti, Ana Hikari, e Daphne Bozaski

O que sentiram quando souberam que a série seria exibida na TV aberta? Como está a expectativa de vocês?
Gabriela Medvedovisky - Eu fiquei muito feliz por saber que essa série que temos tanto carinho e fizemos com tanto cuidado e dedicação vai ter a oportunidade de ser conhecida por mais pessoas ainda. É uma notícia muito boa, as expectativas são as melhores possíveis, ir para a TV aberta é sempre um prestígio e acho que é o reconhecimento de um trabalho muito bem feito, com muita dedicação.

Heslaine Vieira - Foi uma surpresa maravilhosa! Eu e as meninas ficamos muito felizes, vibramos juntas e estamos muito ansiosas. Vai ser uma emoção diferente assistir na TV aberta, com o grande público. É a sensação de uma nova estreia, já estou com frio na barriga.

Manoela Aliperti - Fiquei muito feliz com a notícia! É um trabalho que tenho muito orgulho de ter feito. Estou feliz que as pessoas vão ter a oportunidade de assistir à série pela TV aberta.

Ana Hikari - Fiquei muito surpresa! Ainda não sabíamos que a nossa série passaria esse ano na TV Globo. Foi uma felicidade! Estou ansiosa pra ver o retorno do público na TV aberta.

Daphne Bozaski - Acredito que a possibilidade de ir ao ar num horário bem diferente de 'Malhação: Viva a Diferença' ajudará a trazer um outro público para nossa série. Fiquei extremamente feliz com a notícia!

E a expectativa dos fãs, vocês já estão sentindo?
Gabriela Medvedovisky - Os fãs ficaram muito felizes, na verdade eles são os grandes responsáveis por tudo, são os responsáveis por termos feito essa série. De alguma maneira eles se sentem responsáveis também por estarmos no ar, eles fazem a movimentação das redes sociais, repercutem o nosso trabalho. A expectativa deles também é alta e é muito bom poder dividir com eles esse momento.

Heslaine Vieira - Os fãs já ocuparam tudo nas redes sociais. Eles são os grandes motores para essa série acontecer. Eles pedem, assistem, repercutem, discutem os temas, se identificam com os personagens. A gente fica muito feliz com a alegria deles.

Manoela Aliperti - Estou vendo que eles estão beeem animados. Fico feliz por eles!

Ana Hikari - Eles já estão empolgados! Tenho certeza de que vão fazer ainda mais barulho nas redes sociais quando estrear.

Daphne Bozaski - Nossos fãs são os mais parceiros e já começaram as divulgações. Eles já assistiram diversas vezes a série. Tenho certeza de que estarão ligadinhos na TV para acompanhar ao vivo quando for ao ar.

Gabriela, Daphne e Heslaine estão no ar em 'Nos Tempos do Imperador', com papeis de muito destaque. Ana está no elenco da próxima novela das sete, 'Quanto Mais Vida, Melhor!' e Manoela irá protagonizar um filme. De que forma acreditam que o trabalho em 'Malhação: Viva a Diferença' e na série contribuiu para o crescimento profissional de vocês?
Gabriela Medvedovisky - Tenho certeza de que tanto 'Malhação: Viva a Diferença' quanto 'As Five' foram divisores de águas na minha vida profissional porque me ensinaram quase tudo o que sei sobre o trabalho audiovisual. 'As Five' foi uma sequência nesse processo de aprendizado e amadurecimento tanto pessoal quanto profissional e a novela vem agregando nesse processo, na oportunidade de poder vivenciar uma personagem diferente da Keyla, explorar lugares e nuances diferentes.

Heslaine Vieira - Eu fiz muitos testes para 'Malhação' enquanto fazia cinema. Quando passei para essa temporada, acredito que foi algo de Deus, no momento certo. O Guilherme Gobbi, produtor de elenco, conseguiu reunir um grupo que realmente tinha a ver, que imprime muito bem junto, que queria contar essa história. Somos todos muito dedicados, muito CDFs. Acho que por isso que esse projeto foi tão especial. Tínhamos uma equipe muito disposta a, literalmente, fazer a diferença. Acredito que esse momento mudou a minha vida, ajudou a transformar a minha carreira. E eu fui descobrindo novas formas de se fazer arte porque a televisão é completamente diferente de teatro e cinema. Além de tudo isso, tivemos contato com o público jovem, um público muito engajado, muito presente. E com toda a repercussão que 'Malhação: Viva a Diferença' e 'As Five' trouxeram, as portas se abriram. Muitas possibilidades de novos trabalhos foram surgindo, trabalhos que podem potencializar as atrizes que vivem em nós. Estamos tendo a oportunidade de nos desenvolver. Nós já gostamos muito de estudar, de nos dedicar, e queremos nos desenvolver e aprender cada vez mais como atrizes.

Manoela Aliperti - Acho que a 'Malhação: Viva a Diferença' foi uma vitrine e oportunidade muito incrível de trabalho para mim. Muitos frutos surgiram a partir de 'Malhação' e sou muito grata por todos eles. Um deles é 'As Five'. Oportunidade de surfar e curtir a onda maravilhosa e intensa que é a Lica. 

Ana Hikari - Estou muito feliz com mais esse trabalho na Globo. É muito bom poder ver que a empresa nos enxerga como atrizes potentes que podem entregar ainda mais coisas para além das 'five'. Sou muito grata pela Tina, por ser uma personagem tão complexa e que me apresentou para o público como atriz na televisão. E espero que o público possa me reconhecer como atriz em outros papeis tão desafiadores e interessantes quanto a Tina. 

Daphne Bozaski - 'Malhação: Viva a Diferença' foi a minha primeira novela. Começar na TV aberta com uma obra escrita por Cao Hamburger foi uma grande honra, com certeza todos os frutos que estamos colhendo devemos a ele por ter escrito personagens tão diversos e profundos em suas histórias.

Quais foram os maiores desafios do trabalho em 'As Five'?
Gabriela Medvedovisky - Um dos grandes desafios para todas nós foi revisitar essas personagens e conseguir trabalhá-las num lugar mais maduro, entender o que não fazia mais parte delas, desapegar disso e trazer coisas novas, mas sem perder a essência daquelas meninas mulheres, que cresceram, mas continuaram as mesmas pessoas. Foi um trabalho muito bonito e profundo, nesse sentido de poder encontrar novas camadas porque são personagens profundas e densas. Encontrar quais eram as novas nuances dessas mulheres, desafios e dilemas da vida. 

Heslaine Vieira - Foi um desafio encontrar um novo elenco e reencontrar as próprias 'fives', que estavam diferentes. Foram muitos desafios em termos de produção. O Cao (Hamburger) é sempre muito inovador, sempre traz muitas questões.

Manoela Aliperti - O maior desafio para mim foi acalmar o próprio ânimo e esperar o momento da estreia.

Ana Hikari - Acredito que o maior desafio foi fazer a mesma personagem que fiz em 'Malhação: Viva a Diferença', mas em outra fase da vida, mais adulta, mais madura. Foi um desafio muito gostoso de construir na preparação e no set de gravação.

Daphne Bozaski - O maior desafio foi fazer a personagem mais madura sem perder a essência e construção que criamos anteriormente em 'Malhação'.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem