Com muito drama e ação, cinema da Noruega mostra belas paisagens do país nórdico e relações apáticas

Divulgação 

Como forma de incentivo à cultura nacional, a Noruega financia, desde 1955, o Instituto Norueguês de Cinema. A agência é responsável por preservar, restaurar, subsidiar, distribuir, divulgar e exibir as produções audiovisuais do país, o que o tornou uma das indústrias cinematográficas mais ativas do mundo. O interesse pelos filmes é tanto que a Noruega foi pioneira no mundo ao lançar um serviço de on demand de seu arquivo nacional. Quem quiser conhecer mais sobre esta escola de cinema pode contar com a curadoria do catálogo do Telecine, que oferece seis filmes noruegueses para seus assinantes.

Em A Onda, o fiorde Geiranger, um dos pontos turísticos mais famosos da Noruega, é acometido por um desastre ecológico. Para sobreviver à onda gigantesca que vai destruir a cidade, o geólogo Kristian e sua família precisam fugir para lugares mais altos. Na sequência Terremoto, alguns anos depois, Kristian está divorciado e descobre que um abalo sísmico vai devastar Oslo, onde sua ex-mulher e seus filhos estão morando. Ele precisa correr contra o tempo mais uma vez para salvar quem ama.

Um grupo de pessoas fica preso durante uma terrível nevasca após um acidente com um caminhão-tanque em O Túnel. Enquanto os bombeiros lutam para resgatar as vítimas, elas vão ao seu limite para sobreviver. Já Mortal é uma coprodução da Noruega, com os Estados Unidos e o Reino Unido, e mostra um jovem americano (Nat Wolff) que herda misteriosamente os poderes de um deus nórdico quando chega ao país para passar férias. Com a ajuda de uma psicóloga, ele tenta controlar suas habilidades divinas.

Utøya - 22 de Julho narra os trágicos eventos de um dia em que a Noruega sofre dois ataques terroristas. Um carro-bomba é detonado próximo a prédios do governo em Oslo e, em seguida, um massacre ocorre em um acampamento na ilha de Utøya. O filme foi indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim. Em O Affair, uma professora começa a ser perseguida por um estudante atraente e obcecado por Anita. Se sentindo presa em um casamento desgastado, ela cede aos avanços e se entrega a uma paixão perigosa.

Para assistir a esses filmes, baixe o aplicativo ou entre em Telecine. A plataforma do hub de cinema reúne mais de dois mil títulos em seu catálogo, além de muito conteúdo extra, e os primeiros 30 dias são gratuitos para novos assinantes.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem