Psicológico, trash, slasher, sobrenatural e mais! Conheça os subgêneros dos filmes de terror

O novo filme da Searchlight Pictures, A Casa Sombria, já está em exibição em cinemas do Brasil. Dirigido por David Bruckner (O Ritual), a produção conta a história de Beth (Rebecca Hall), uma viúva que lida com a morte inesperada do marido e vive sozinha em uma casa à beira do lago que ele construiu. Quando passa a ter visões perturbadoras de uma presença na casa, a protagonista começa a vasculhar os pertences de seu marido, ansiando por respostas. O que ela descobre são segredos terríveis e um mistério que está determinada a resolver.

O filme é considerado um terror, mas também está dentro da categoria de suspense psicológico. Saiba mais sobre esse e outros dos principais gêneros do terror.

Ao contrário dos filmes em que o medo é causado por reações físicas de susto, repulsa, nojo ou aflição, nos filmes desse gênero, o temor é causado por um desconforto mental. Essas produções são mais voltadas ao suspense, e muitas brincam com a ideia do que é real e do que é “psicológico” – ou seja, está acontecendo apenas na mente do personagem. É algo menos visual e explícito, porém mais sugestivo. Por isso, muitas tramas desse formato têm finais abertos e conclusões sujeitas à interpretação do público.

A Casa Sombria, por exemplo, aborda temas de luto, depressão, autodestruição e a santidade dos relacionamentos. Bruckner descreve seu filme como “uma história misteriosa e angustiante de desvendamentos; um labirinto em que você entra por sua própria conta em risco.”

Já o produtor Keith Levine diz: “A Casa Sombria é uma descida à loucura por meio das lentes clássicas de um filme de casa mal-assombrada”. O produtor David Goyer acrescenta: “O que é particularmente assustador sobre o filme é que as forças que atacam Beth estão se aproveitando de seu luto – usando esta ferida para entrar em seu mundo e a habilidosa performance de Rebecca solidifica tudo isso”.

Outros títulos famosos de suspense psicológico incluem Cisne Negro (Searchlight Pictures, 2010), Mãe (2017) e Corra! (2017).

Slasher

O subgênero slasher são aqueles filmes em que há um psicopata/assassino em série que perseguem um grupo de pessoas e matam aleatoriamente. Geralmente, são produções com baixo orçamento, mas, mesmo assim, algumas elas viraram clássicos do cinema, como O Massacre Da Serra Elétrica (1974), Sexta-feira 13 (1980) e Brinquedo Assassino (1988).

Sobrenatural

O nome é praticamente autoexplicativo: esse subgênero caracteriza aqueles filmes com tramas que abordam elementos que vão além do que é natural e que não podem ser explicados, como fantasmas, demônios, assombrações e exorcismo. São exemplos famosos O Exorcista (1973), Poltergeist - O Fenômeno (1982) e muitos outros. Espíritos Obscuros, novo lançamento da Searchlight Pictures em 28 de outubro, dirigido por Scott Cooper e produzido por Guillermo Del Toro, se encaixa nessa categoria. Na trama, uma professora (Keri Russel) da cidadezinha do Oregon e seu irmão (Jesse Plemons), o xerife local, descobrem que um jovem estudante (Jeremy T. Thomas) está abrigando uma criatura sobrenatural.

Kerri Russel em cena de Espíritos Obscuros
Divulgação

Gore

Os filmes de terror gore são para aqueles que têm estômago! Eles incluem cenas explícitas de violência, com conteúdos perturbadores, incluindo sangue e tortura. É o caso de Casamento Sangrento (Searchlight Pictures, 2019). O filme acompanha uma noite de núpcias que toma um rumo sinistro quando os sogros da noiva a obrigam a participar de um jogo aterrorizante. Outros títulos incluem Jogos Mortais (2004), O Albergue (2005) e Centopeia Humana (2009).

Samara Weaving como a protagonista Grace, de Casamento Sangrento
Divulgação

Found Footage

A ideia desse gênero – cuja tradução literal é “filmagem achada” – é passar uma ideia documental, com elementos que criam um clima realista. REC (Searchlight Pictures, 2007) é um ótimo exemplo. No filme, um repórter de televisão e um cinegrafista acompanham uma equipe de emergência para um prédio escuro, ficando presos dentro de algo assustador.
 
Trash

Cena do filme REC, de 2007
Divulgação

Nem todo filme trash está dentro do terror, mas esse subgênero se caracteriza por filmes com características bem especificas, de baixa qualidade técnica e atuações ruins. Mesmo nem sempre sendo feito de forma intencional, o fato é que muitos diretores acabaram se apropriando dessa estética propositalmente. Planeta Terror (2007), Arraste-me Para O Inferno (2009) e Sharknado (2013) são alguns títulos de destaque do gênero.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem