Silvero Pereira é o convidado do ''Espelho'' desta segunda no Canal Brasil

Divulgação

A 15ª temporada de ''Espelho'' chega ao seu sexto episódio e o convidado de Lázaro Ramos é Silvero Pereira. O ator cearense conta as memórias de sua infância, fala sobre suas origens, inseguranças, como se tornou artista, como chegou à televisão e ao cinema, e revela seus sonhos e lutas no mundo de hoje. A conversa vai ao ar no Canal Brasil, hoje, dia  4, às 23h. 

Silvero diz que o teatro é sua casa, onde cresceu e se formou, mas que ainda se sente muito inseguro trabalhando com televisão. “É muito assustador para mim, porque toda vez que tenho que entrar em um projeto novo eu ainda me sinto devendo muito, porque há três anos atrás, eu estava do lado de cá. Eu estava olhando para todas essas pessoas que eu trabalho, admirando essas pessoas, assistindo a elas, e hoje eu tenho que me colocar no lugar de colega de trabalho. Então eu me cobro muito, sobre ‘nossa, será que eu mereço estar aqui?’”. 

“Bacurau” é um dos filmes nacionais que mais fez sucesso recentemente, e Silvero interpreta Lunga, um dos protagonistas da obra. O ator conta que queria muito trabalhar com Kléber Mendonça Filho, o diretor do longa e também faz uma relação entre a trajetória de seu personagem e sua vida. “Tudo passa pelo Silvero também, é uma história transversal. O Lunga é uma figura que saiu daquela cidade com raiva, foi para outro lugar, mas está sempre dizendo ‘olha, qualquer coisa eu volto, se precisar eu volto’. Parecia que eu estava vivendo a minha história, parecia que eu estava resgatando o Silvero que saiu com treze anos de Mombaça, no sertão central do Ceará, com muita raiva daquela cidade, por tudo que eu passei naquela cidade, mas hoje, toda vez que a cidade precisa do Silvero, que a cidade busca o Silvero, eu vou lá e faço as minhas ações, e digo o que eu penso, e faço as minhas micro revoluções políticas lá. Então é um filme que também tem muito a ver com o Silvero”. 

“Eu me tornei artista porque eu acredito na arte enquanto política. Nenhum dos meus trabalhos é realizado apenas por entretenimento. Eu super acredito no teatro de empresa, no teatro só para ganhar dinheiro, para mim isso não tem problema nenhum, isso não é vergonha nenhuma, porque somos profissionais e precisamos ganhar dinheiro. Mas se eu puder fazer com que o meu trabalho de artista, de entretenimento, também esteja atrelado com a educação e com a política, eu vou optar por isso”, diz Silvero sobre seu propósito como ator. 

ESPELHO
INÉDITO
Convidado: Silvero Pereira
Horário: Segunda, 04/10, às 23h
Rebatidas: Sexta, 08/10, às 14h, e sábado, 09/10, às 7h
Classificação: Livre

Sinopse: Idealizado e apresentado por Lázaro Ramos há 15 anos, Espelho segue sua busca pela pluralidade, discutindo temas como democracia, cidadania e, claro, arte, educação e cultura. O programa tem compromisso com a reflexão de temas presentes na pauta da atualidade, através de bate-papos intimistas.

Neste episódio: “Me tornei artista porque acreditava na arte enquanto política”. Silvero Pereira fala sobre o resgate de sua história ao filmar “Bacurau” e a importância da representatividade no audiovisual.   
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV. OBS: Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Postagem Anterior Próxima Postagem