Aos 47 anos e avó, Preta Gil revela em 'À Prioli' o desejo de ser mãe mais uma vez

Divulgação

A CNN Brasil exibe neste sábado, dia 27, às 21h45 o quinto episódio do ''À Prioli'', programa sob a marca CNN Soft. Nesta edição, Gabriela Prioli conversa com a cantora Preta Gil, que faz muitas revelações, entre elas o desejo de ser mãe novamente. Aos 47 anos, ela é mãe de Francisco e avó de Sol de Maria.

Em bate-papo descontraído, Preta Gil mostra sua personalidade marcante ao falar sobre família, carreira, luto e a própria imagem. Filha de Gilberto Gil, sobrinha de Caetano Veloso e afilhada de Gal Costa, ela conta que a arte faz parte de sua vida desde criança, quando era estimulada pela família a ser criativa. Cantar é a realização de um sonho: “Era um sonho meu desde criança, sempre fui cantora. A vida me levou para outros lugares, eu acabei ficando muitos anos longe da minha essência, longe de quem eu sou.”

A entrevista aborda temas mais profundos, como o preconceito que a cantora afirma ter enfrentado por suas escolhas no passado. Preta Gil conta como foi a produção artística da capa do disco em que aparece seminua, os ataques que sofreu por isso e o sofrimento pelo qual passou ao ter que defender seu corpo e sua sexualidade. “Eu não estava preparada emocionalmente para me ver tão exposta e ver as pessoas me julgando da forma como foi”, admite.

Sobre racismo, a cantora fala que já foi vaiada numa palestra por não saber o real significado da palavra “mulata” e que, num determinado momento da vida, teve que parar para estudar e adquirir uma consciência racial.

Preta Gil conta ainda como vem enfrentando o avanço da idade. “Minha cabeça está ativa, meu espírito está ativo, eu estou muito conectada à minha raiz, mas ao novo também. E é isso que me mantém tão ativa e querendo produzir, empreender e fazer acontecer”, diz ela. Sobre a pandemia, fala das dores que tem sentido: “Está sendo muito difícil para minha sanidade mental, para o meu equilíbrio emocional, muito complicado. Teve o luto da profissão primeiro, o luto das dores do mundo, de você ver pessoas morrendo, aquelas cenas que a gente via no começo da pandemia, aí aquilo chega pra gente como uma realidade.”

Para o futuro, a cantora sonha em seguir o exemplo do pai, sempre com muita gente querida ao redor: “Eu quero ser uma órbita para muita gente girar ao meu entorno e junto comigo, lado a lado. Poder fazer parte dessa família, que é uma dádiva divina.”

* 'À Prioli' vai ao ar no sábado, 27, às 21h45min, com reapresentação no domingo, às 13h45min.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem