Erick Jaquin participa do Linhas Cruzadas da TV Cultura, que fala sobre comida e suas radicalizações

Divulgação Mariana Carvalho

Nesta quinta-feira (04/11), a jornalista Thaís Oyama e o filósofo Luiz Felipe Pondé debatem um assunto presente na vida de todos: a conversa gira em torno da comida. Na edição do Linhas Cruzadas, ambos discutem como na antiguidade as religiões apresentavam restrições alimentares por parte dos seus rituais e de seu controle sobre os fiéis. E como hoje em dia, mesmo sem uma conotação religiosa, conceitos e práticas de restrições alimentares são usados como marcadores de pureza ou até mesmo de superioridade moral. Na TV Cultura, o programa vai ao ar a partir das 22h

Além de adentrarem o papel do alimento presente nas doutrinas religiosas, a edição se preocupa em ampliar o debate para outros âmbitos sociais. Pondé apresenta uma das origens da filosofia do veganismo e pontua que a linha de pensamento pode estar associada à busca pela pureza, assim como nas religiões. "(...) Veganos são mais radicais... Eles têm uma auto percepção de que eles são mais puros, que eles são moralmente superiores. Porque eles não participam da violência com os animais", explica.

Por fim, a edição conta com a participação do chef de cozinha Erick Jaquin, que explica se realmente somos o que comemos.

Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem