Lorena Simpson, Dinho Ouro Preto, Wanessa Camargo, Falcão e Negra Li surpreendem cozinheiros do ''MasterChef Brasil'' em prova de confeitaria

Divulgação Carlos Reinis/Band

A Band apresenta na próxima terça-feira (30), às 22h30, o 22º episódio do MasterChef Brasil. Com o Top 5 definido, a disputa entra em seu mais alto patamar. Na primeira prova da noite, Daphne, Eduardo, Isabella, Kelyn e Tiago terão de fazer sobremesas que tenham a cara de cada uma das cinco regiões brasileiras.

Para inspirá-los, o programa recebe o cantor Falcão, que chega representando o Nordeste do país com uma mousse de caju e uma de manga, tuile de rapadura e redução de cajuína. Em seguida, o vocalista Dinho Ouro Preto, da banda Capital Inicial, vem simbolizando o Sul com um pão de ló de pinhão, creme de confeiteiro de erva-mate, bergamota e pinhão sapecado. A cantora Lorena Simpson traz uma torta mousse de chocolate amargo, praliné de castanhas do Brasil e gelado de bacuri para destacar a região Norte. Já a cantora Negra Li lembra que o Sudeste também tem doces irresistíveis com uma meia esfera de bolo de fubá cremoso com goiabada. Para fechar com chave de ouro, a cantora Wanessa Camargo apresenta uma iguaria do Centro-Oeste: choux cream de licuri, castanha de pequi e coulis de jenipapo.

Todas as receitas exigem muito conhecimento e habilidade, o que deixa um clima de tensão no ar. Para amenizar o nervosismo dos aspirantes a chefs, os convidados interpretam alguns sucessos de suas carreiras e relembram memórias afetivas das comidas típicas dos estados onde nasceram. Depois de serem avaliados pelos jurados e pelos cantores, os donos dos piores pratos seguem para a prova de eliminação. 
No desafio derradeiro, eles terão de trabalhar com a gastronomia molecular. Angélica Vitali, ex-participante do MasterChef Profissionais e maior nome dessa culinária no Brasil, é chamada à cozinha para explicar em detalhes as técnicas de espessar, gelificação, esferificação e transglutaminase. Para seguir no jogo, cada um terá de entregar um prato moderno usando estes conceitos. A criatividade será um fator essencial, mas o sabor é o que irá definir quem continua no talent show e quem dá adeus ao sonho de levar o título de MasterChef 2021 para casa. 

Premiação

Além do troféu, grande símbolo do melhor chef amador do país, a SumUp irá rechear a conta do melhor cozinheiro da temporada com R$ 300 mil. A empresa também vai oferecer ao vencedor de cada prova individual um prêmio de mil reais. O novo MasterChef Brasil ganhará da Amazon R$ 5 mil em compras por mês, durante um ano, para ser usado na loja amazon.com.br. Já a Claro vai levá-lo com um acompanhante para um destino gastronômico inesquecível, com o intuito de conectá-lo com tudo o que mais ama. A Britânia dará ao vencedor produtos dignos de chef, enquanto a Brastemp o presenteará com uma cozinha completa da linha Gourmand. Já a Seara convidará o vencedor a participar do time de Chefs Influenciadores da marca para o desenvolvimento de receitas. O grande campeão ainda terá a oportunidade de fazer um curso de técnicas tradicionais da culinária francesa na Le Cordon Bleu Brasil. O segundo colocado também ganhará um curso de habilidades e técnicas da pâtisserie. 

O MasterChef Brasil é uma coprodução Band/Endemol Shine Brasil/Discovery Home & Health baseada no formato da Endemol Shine Group. O talent show vai ao ar toda terça-feira, às 22h30, na tela da Band, com transmissão simultânea no Portal da Band e no aplicativo BandPlay. A atração também é exibida toda sexta-feira, às 19h40, no canal Discovery Home & Health.
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem