TV Brasil - Programação de Filmes de 14 a 23 de janeiro

Divulgação

Confira a programação de filmes da TV Brasil de 14 a 23 de janeiro.

Sexta-feira, 14 de janeiro

Sessão Família – Um Amor de Filhote
14h00, na TV Brasil

Título original: Belong to us. País: Estados Unidos. Ano: 2018. Gênero: drama, aventura. Direção: Patrick Rea. Elenco: Anita Cordell, Brooklyn Funk, Chad Crenshaw, Joseph Lee Anderson, Kathleen Warfel, Meagan Flynn, Ryan O'Nan, Trevor Martin, Scott Cordes.

Um bandido chamado Mercer (Scott Cordes) é apostador em uma rinha ilegal de cães. Seu pastor alemão é mordido enquanto luta, mas consegue fugir.

A jovem Paige Crowley (Brooklyn Funk) encontra o cachorro remexendo o lixo e cria uma sintonia com o bichinho de imediato. Ela leva o cão para casa, esconde o animal de seu pai Travis (Ryan O'Nan) e o batiza como Duke.
 
A família de Paige é reduzida, mas todos têm problemas. O pai dela é um homem ausente e frustrado que deposita todas as esperanças no futuro do filho Decklin (Matthew J. Lindblom), rapaz que se destaca como atleta na escola. Travis vê no jovem a esperança de conquistar algo que ele mesmo não conseguiu.

Paige perdeu a mãe cedo então sua avó Hazel (Kathleen Warfel) faz o papel materno na casa. A chegada de Duke traz nova alegria a todos, mesmo que alguns demorem para perceber isso.

Reprise. 83 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Sexta-feira, 14 de janeiro

Cine Nacional – Uma Loucura de Mulher
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 14/1, para sábado, dia 15/1)

País: Brasil. Ano: 2016. Gênero: comédia. Direção: Marcus Ligocki. Elenco: Mariana Ximenes, Bruno Garcia, Miá Mello, Sergio Guizé, Guida Vianna, Luiz Carlos Miele, Zéu Britto, Augusto Madeira, Claudio Mendes, Erom Cordeiro, Roberta Gualda, Ildi Silva

Lúcia (Mariana Ximenes) é uma ex-bailarina que abandonou os palcos, sua grande paixão, por conta da carreira do marido Gero (Bruno Garcia), um político deslumbrado com a possibilidade de se tornar governador. O casal tem uma briga séria na festa de lançamento da candidatura de Gero.

Cercada de pessoas em quem não pode confiar, Lúcia é acusada de estar com a sanidade mental abalada. A esposa do político se lança em uma fuga para não ser levada a uma clínica psiquiátrica e acaba no Rio de Janeiro, na casa de seu falecido pai, lugar para o qual havia prometido que jamais voltaria.

Confusa, Lúcia viaja ao Rio de Janeiro e se esconde em um apartamento onde passou parte da juventude. Ali, ela reencontra uma antiga vizinha e seu primeiro namorado, pessoas que podem mudar o rumo da sua vida. 

É no Rio, onde viveu a infância e parte da adolescência, que Lúcia vai recuperar suas lembranças e reencontrar partes importantes de sua vida que haviam se perdido com o tempo. Procurada por Gero, sob a pressão da irreverente vizinha Rita (Guida Vianna) e diante das fantasias provocadas por seu primeiro amor, Dr. Paulo Raposo (Sérgio Guizé), Lúcia vai reassumir as rédeas da sua vida.

"Uma Loucura de Mulher" registra ainda um dos últimos momentos do ator Luiz Carlos Miele no audiovisual brasileiro. No papel do senador Waldomiro, encarregado por avalizar a candidatura de Gero, Miele protagoniza uma das cenas mais marcantes do filme: a do comportamento abusivo contra a personagem de Mariana Ximenes.

Reprise. 92 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 14/1, para sábado, dia 15/1)

Sábado, 15 de janeiro

Cine Retrô – O Lamparina
18h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1964. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Manoel Vieira, Astrogildo Filho, Zilda Cardoso, Ana Maria Guimarães, Emiliano Queiroz, Carlos Garcia, Francisco de Souza, Rosemary Wong, Carla Diniz, Rafael Gallardo Tina, Agostinho Toledo, João Batista de Souza, David Cardoso, Francisco di Franco.

Em "O Lamparina", Amácio Mazzaropi interpreta Bernardino Jabá, um pacato homem do campo que para não se defrontar com o bando de cangaceiros de Zé Candiero acaba se disfarçando e é confundido com um deles.

Incrementando a farsa em que se encontrou, ele faz com que sua família inteira se passe por integrantes do seu bando e todos acabam indo parar no acampamento dos verdadeiros cangaceiros onde o "destemido" Lamparina vai ter que mostrar que é um cabra valente de verdade.

Depois de ficar preso um ano na cadeia, ele assusta os habitantes da cidade de Sororóca que pensavam que estava morto e que agora é uma "assombração". Com figurinos marcantes e direção de Glauco Mirko Laurelli, o longa tem no elenco, além de Mazzaropi, Geny Prado e Emiliano Queiroz.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 18h00

Domingo, 16 de janeiro

Sessão Família – Peter Pan – À Procura do Livro do Nunca
14h00, na TV Brasil

Título original: Peter Pan: The Quest for the Never Book. País: Irlanda. Ano: 2018. Gênero: animação, fantasia, infantil. Direção: Chandrasekaran, Jake Paque.

O terrível Capitão Gancho ataca mais uma vez e rouba o Livro do Nunca, um tomo muito antigo que contém poderes mágicos. Ele deseja usá-lo para despertar terríveis criaturas na Terra do Nunca e destruir Peter Pan e seus amigos. Agora, Peter precisa mais uma vez salvar seu lar, sendo que a única forma de realizar esta tarefa é cumprindo com a profecia descrita no poderoso livro.

O dia mais longo do ano finalmente chegou na Terra do Nunca. As festividades já começaram e as comemorações estão em andamento. Para todos se divertirem, os jogos foram organizados para os meninos perdidos.

Cansado de derrotas, o Capitão Gancho percebe que essa ocasião pode virar a seu favor. Ele cria uma teia de planos perversos para fazer Peter Pan e seus amigos se renderem. O trapaceiro decide interferir nos perigos que espreitam nos pântanos amaldiçoados e no templo dourado.

Determinado a não ser derrotado, o vilão parece estar um passo à frente de Peter Pan neste momento. Então o filme revela o que poderia acontecer se finalmente o Capitão Gancho descobrisse uma maneira de destruir os voadores Sininho e Peter Pan.

Reprise. 90 min.
Classificação Indicativa: Livre.
Horário: 14h00

Domingo, 16 de janeiro

Cine Retrô – Bonga, o Vagabundo
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1969. Gênero: comédia. Direção: Victor Lima. Elenco: Renato Aragão, Maria Claudia, Ronaldo Canto e Mello, Neila Tavares, Jorge Dória, Leda Valle, Sergio Dizner, Angelo Antonio, Orlando Drummond.

Bonga (Renato Aragão) vive pelas ruas, sozinho e livre, sem compromisso, aplicando golpes ingênuos para comer. Quando está em frente a uma boate, o vagabundo conhece Ricardo (Ronaldo Canto e Mello), um playboy do qual se torna grande amigo.

O rapaz é pressionado pelo pai, Dr. Paulo (Jorge Dória), a casar. Com a ajuda de Bonga, o jovem ricaço arma um plano para apresentar uma noiva falsa à família. As coisas se complicam e na hora que Bonga leva uma amiga que conheceu das ruas e pela qual é apaixonado.

Depois de acontecimentos envolvendo um rapto, a moça e o rapaz se casam, enquanto Bonga continua vivendo solitário nas ruas.

Inédito. 104 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 16 de janeiro

Cine Retrô – Betão Ronca Ferro
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 16/1, para segunda-feira, dia 17/1)

Ano: 1971. Gênero: comédia. Direção: Geraldo Afonso Miranda. Elenco: Amárcio Mazzaropi, Dilma Lóes, Roberto Pirillo, Geny Prado, Araken Saldanha.

Em "Betão Ronca Ferro", o comediante Amácio Mazzaropi presta uma justa homenagem aos artistas mambembes e a sua origem no circo. Mesmo depois da fama, o ator nunca deixou de frequentar os picadeiros Brasil afora.

Na trama, o humorista interpreta um empregado de circo que tem o ofício ameaçado quando a filha (Dilma Lóes) deixa o mundo dos espetáculos para se casar com um jovem muito rico (Roberto Pirillo), contra a vontade da família dele.

O pai dela (Amácio Mazzaropi) acaba pegando dinheiro emprestado com a família do genro (Araken Saldanha) e compra o circo onde trabalhava. Assim, ele passa a perambular de cidade em cidade.

O título da comédia faz alusão à revolucionária telenovela "Beto Rockfeller", um fenômeno daqueles tempos. "Betão Ronca Ferro" retrata a dura realidade dos artistas de circo, principalmente na concorrência entre um circo grande porte e um menor. Na época, os animais ainda podiam ser atrações no picadeiro. Amácio Mazzaropi também aborda a moda da época, como a minissaia e a calça pantalona.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 16/1, para segunda-feira, dia 17/1)

Segunda-feira, 17 de janeiro

Sessão Família – O Segredo do Vale da Lua
14h00, na TV Brasil

Título original: The Secret of Moonacre. País: Reino Unido. Ano: 2008. Gênero: aventura. Direção: Gábor Csupó. Elenco: Dakota Blue Richards, Ioan Gruffudd, Tim Curry, Natascha McElhone e Juliet Stevenson, Michael Webber.

Bela Bontempo (Dakota Blue Richards) é uma órfã de 13 anos, que após a morte de seu pai, precisa se mudar da mansão luxuosa em que mora com várias mordomias para a sombria casa de seu tio Benjamin (Ioan Gruffudd), no misterioso Vale da Lua. Ao passear pela floresta próxima a sua nova residência, ela descobre uma maldição que divide duas famílias há séculos e que põe em risco o próprio vale.

Em um mundo misterioso e cheio de disputas de interesse e poder entre o tio e a sinistra família de Coeur De Noir, a jovem descobre que ela é o centro de tudo, uma vez que é a última princesa herdeira da linhagem. Bela será guiada por uma legião de estranhos aliados na tentativa de manter a honra de sua família e evitar que o Vale da Lua desapareça para sempre.

Para salvar o local, ela precisa quebrar o feitiço antes da 5.000ª lua cheia. A jovem conta com a ajuda do chefe Pierre (Michael Webber), um cozinheiro maluco, a sra. Lavandísca (Juliet Stevenson), sua babá, e o cão Rufus. No decorrer do filme Bela conhece Robin (Augustus Prew), o mais jovem da família Coeur De Noir, rival da sua, e os dois acabam se afeiçoando um pelo outro, ajudando a salvar o Vale da Lua.

Reprise. 103 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 14h00

Segunda-feira, 17 de janeiro

Cine Retrô – Casinha Pequenina
22h00, na TV Brasil
03h15, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 17/1, para terça-feira, dia 18/1)

País: Brasil. Ano: 1963. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Tarcísio Meira, Edgard Franco, Astrogildo Filho, Guy Loup, Luis Gustavo, Marly Marley, Marina Freire, Ingrid Tobias.

Considerado a obra-prima de Amácio Mazzaropi, o filme "Casinha Pequenina" traz um elenco de estrelas e marca a estreia de Tarcísio Meira no cinema. A trama tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta contra os interesses dos senhores de engenho.

Na época do Brasil colonial, o rico fazendeiro escravista Coronel Pedro (Roberto Duval) leva uma vida repleta de crimes e assassinatos. Apesar disso, sua mulher e filhos não conhecem sua extensa ficha criminal.

Os problemas do proprietário de terras começam ao ser chantageado por Carlota (Marly Marley), mulher que testemunhou os capangas dele matarem outro homem. Ela ameaça contar tudo para a polícia caso o homem não providencie um bom casamento para a filha dela, Inês.

Para se livrar da testemunha, o fazendeiro envolve um casal de colonos, Chico (Amácio Mazzaropi) e Fifica (Geny Prado) num plano. Coronel Pedro apresenta o filho deles, Nestor (Tarcísio Meira), como um ricaço da região para Inês. O rapaz acaba se apaixonando pela moça.

Mesmo assim, os pais do jovem desconfiam bastante da nova namorada dele. É nesse ínterim que se estabelece um grande clima de conflito na família. O amigo Bento (Luís Gustavo), que trabalha com Nestor na fazenda, descobre o segredo.

Namorado de Ivone (Ingrid Tobias), Bento quer contar para Nestor sobre o golpe de Inês, a falsa sobrinha do Coronel Pedro. Ele tenta convencer o amigo a não se casar e busca a todo o curso abrir os olhos de Nestor para toda a farsa.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h00
Horário: 03h15 (madrugada de segunda, dia 17/1, para terça-feira, dia 18/1)

Terça-feira, 18 de janeiro

Sessão Família – Sobre Rodas
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2017. Gênero: drama, aventura, infantil. Direção e roteiro: Mauro D’Addio. Elenco: Cauã Martins, Georgina Castro, Lara Boldorini.

A trama acompanha a história de Lucas (Cauã Martins), um menino de 13 anos que perde os movimentos das pernas após um acidente. Ele passa a depender de uma cadeira de rodas e assim que se recupera volta aos estudos. O rapaz chega a uma nova escola e faz amizade com Laís (Lara Boldorini).

A garota de 13 anos ajuda sua mãe na barraca de café da manhã numa parada de caminhões na pequena cidade em que vivem. A jovem sonha em conhecer o pai, um caminhoneiro que a abandonou ainda na infância.

Quando Lara descobre o possível paradeiro do pai, os dois amigos do colégio iniciam uma jornada inesperada e partem em uma viagem pelas estradas do interior do país. Durante a aventura, eles acabam conhecendo melhor um ao outro.

Primeiro longa do diretor e roteirista Mauro D’Addio, "Sobre Rodas" foi reconhecido como o Melhor Filme pelo público no TIFF Kids (Canadá). A produção nacional ainda foi agraciada no Chicago International Children’s Film Festival (EUA) e na Mostra Geração, no Festival do Rio, como Melhor Filme.

Reprise. 82 min.
Classificação Indicativa: Livre.
Horário: 14h00

Terça-feira, 18 de janeiro

Cine Retrô – No Paraíso das Solteironas
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 18/1, para quarta-feira, dia 19/1)

País: Brasil. Ano de estreia: 1969. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Átila Iório, Carlos Garcia, Elizabeth Hartman.

Amácio Mazzaropi interpreta o matuto Joaquim Kabrito, caboclo acostumado com a vida do interior. O protagonista não poderia imaginar que ao tentar a sorte na cidade grande seria alvo dos olhares de desejo de uma turma de solteironas loucas por um "tipão" assim como ele.

Na bagunça, Joaquim Kabrito ainda tem tempo para se envolver em confusões com a dona do hotel e é colocado às voltas com uma quadrilha e um grupo de ciganos.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 18/1, para quarta-feira, dia 19/1)

Quarta-feira, 19 de janeiro

Sessão Família – Meu Maior Amigo
14h00, na TV Brasil

Título original: Cool dog. País: Estados Unidos. Ano: 2010. Gênero: aventura. Direção: Danny Lerner. Elenco: Jackson Pace, Cameron Ten Napel, Ryan Akin, Michael Paré, Jen Kober, David Jensen, Dane Rhodes, Christa Campbell, David Dahl.

O menino Jimmy (Jackson Pace) vive em uma pequena cidade nos Estados Unidos com sua família e seu querido cachorro de estimação, Rinty. Um dia, o pai do garoto é promovido e a família precisa se mudar para Nova York. Contudo, para transtorno deles, o prédio para o qual se mudam não aceita cães e Jimmy precisa deixar Rinty para trás.

O garoto se despede do querido pastor-alemão e deixa seu novo endereço na coleira do companheiro. Rinty, porém, não pretende deixar o seu dono e parceiro sozinho na cidade grande. O cãozinho embarca numa viagem repleta de surpresas para cruzar o país até encontrar seu maior amigo Jimmy em Nova York.

Reprise. 88 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Quinta-feira, 20 de janeiro

Sessão Família – Jeca Tatu
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1959. Gênero: comédia. Direção: Milton Amaral. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Marlene França, Nicolau Guzzardi, Nena Viana.

Inspirado no personagem de Monteiro Lobato, Jeca Tatu é um caipira muito preguiçoso que vive em uma cidade do interior de São Paulo com sua esposa e filha.

Jeca é um roceiro ocioso de dar dó, mas essa indolência está com os dias contatos, pois seu ranchinho está ameaçado pela ganância de latifundiários sem coração. Agora, o protagonista vai precisar colocar em prática todo seu jeito matreiro para conseguir seu cantinho de terra.

Clássico da filmografia de Amácio Mazzaropi, o filme é uma declarada homenagem ao conterrâneo Monteiro Lobato, criador do personagem homônimo na obra "Urupês".

Na trama, Mazzaropi trata com singeleza a figura do homem do campo e a questão da reforma agrária.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 14 anos
Horário: 14h00

Quinta-feira, 20 de janeiro

Cine Retrô – Vai que é mole
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 20/1, para sexta-feira, dia 21/1)

País: Brasil. Ano: 1960. Gênero: comédia. Direção e roteiro: J.B. Tanko. Elenco: Ankito, Grande Otelo, Renata Fronzi, Anilza Leoni, Renato Restier, Otelo Zeloni, Pedro Dias, Armando Ferreira, Jô Soares, Carlos Imperial, Carlos Costa, Maria Augusta, Aurino Cassiano, Aurélio Teixeira. Produção: Herbert Richers.

Macio (Ankito) e Brancura (Grande Otelo) são dois ladrões recém-saídos da cadeia. Eles recebem como "herança" um garoto, Zé Maria (Aurino Cassiano), que modifica suas vidas.

De volta à gangue em que atuava, a dupla rouba a bolsa da bailarina Lea (Anilza Leoni), mas resolve devolvê-la. Ambos querem mudar de vida já que Zé Maria precisa de bons exemplos na sua educação.

Na trama, Lea trabalha na TV e uma colega jornalista transforma o caso em notícia. O chefe da gangue, Dureza (Aurélio Teixeira), não fica satisfeito e toma satisfações com Brancura e Macio por abandonarem a "profissão".

Com a notoriedade, as propostas de trabalho aparecem, e ambos são aceitos num banco. Ao perceberem uma oportunidade, Dureza e seu bando armam um assalto.

Um produtor de TV, Gianini (Otelo Zeloni), planeja um golpe publicitário para o produto que agencia: os dois ladrões regenerados teriam roubado outra bolsa para pegar o elixir capilar Sansão. Porém, Brancura é careca e o programa não dá sorte.

Em busca de vingança, Dureza telefona para a polícia e o comendador (Armando Ferreira), dono do elixir Sansão, e denuncia a dupla. Os dois são presos e Dureza assalta a casa do comendador.

Esclarecida a situação na delegacia, Macio e Brancura vão no encalço de Dureza e evitam o assalto. Chegam ainda a tempo de alcançar o programa de TV em que Brancura seria homenageado. No final, Brancura e Lea acabam namorando.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 20/1, para sexta-feira, dia 21/1)

Sexta-feira, 21 de janeiro

Sessão Família – A Gangue Zip Zap
14h00, na TV Brasil

Título original: Zipi y Zape y el club de la canica. País: Espanha. Ano: 2013. Gênero: infantil, família, aventura. Direção: Oskar Santos. Roteiro: Oskar Santos e Jorge Lara. Elenco: Javier Gutiérrez, Raúl Rivas, Daniel Cerezo, Claudia Veja, Marcos Ruiz, Fran García.

Após serem punidos na escola, os irmãos gêmeos Zip (Raúl Rivas) e Zap (Daniel Cerezo) são enviados para um centro de educação conhecido pela rigidez de seus métodos corretivos. Muito severo, Falconetti (Javier Gutiérrez) é o diretor do centro que repudia qualquer forma de lazer e entretenimento.

Zip e Zap, cansados dessa situação, formam um grupo cujos princípios incluem a coragem, a amizade e a inteligência. Desse modo, conseguem desafiar os desmandos do diretor e se divertir.

O filme "A Gangue Zip Zap" é uma adaptação para o cinema dos quadrinhos "Zipi y Zape", do espanhol José Escobar Saliente.

O longa-metragem conquistou o Troféu Especial da Juventude no Festival de Seattle 2014. A produção foi indicada, ainda, ao Prêmio Goya nas categorias Melhor Roteiro Adaptado, Direção de Produção, Efeitos Visuais e Direção Artística.

Reprise. 97 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Sábado, 22 de janeiro

Cine Retrô – O Jeca Macumbeiro
18h00, na TV Brasil

Ano: 1974. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner, com Amácio Mazzaropi, Gilda Valença, Joffre Soares, Selma Egrei, Ivan Lima, José Mauro Ferreira, Maria do Roccio.

No filme "O Jeca Macumbeiro", Amácio Mazzaropi é Pirola, um caboclo paupérrimo que vive em um casebre na fazenda de seu patrão, o coronel Januário.

A filha de Pirola, Filomena, é casada com Mário, filho do coronel. Um dia, Pirola recebe de Nhonhô, um velhinho amigo, a notícia de que será herdeiro e quando aceita um saco cheio de dinheiro, resolve deixá-lo na guarda do patrão.

Para apropriar-se do dinheiro de Pirola, o Coronel Januário se passa por um pai-de-santo pra lá de fajuto. O filme foi uma sátira ao enorme sucesso de "O Exorcista" e bateu a arrecadação deste nos cinemas do Brasil.

Reprise. 87 min.
Classificação indicativa: 12 anos
Horário: 18h00

Domingo, 23 de janeiro

Sessão Família – Encantado
14h00, na TV Brasil

Título original: Charming. País: Canadá. Ano: 2019. Gênero: animação, fantasia, comédia. Direção: Ross Venokur.

No dia de seu batizado, o Príncipe Felipe Encantado é amaldiçoado pela bruxa Morgana com um feitiço que faz com que todas as mulheres do reino se apaixonem por ele até que um dia em que não será amado por mais ninguém.

A animação resgata as histórias de contos de fadas quando Branca de Neve, Cinderela e Bela Adormecida descobrem que todas elas são encantadas pelo mesmo Príncipe. Elas ficam perdidamente apaixonadas assim que o veem.

O Príncipe Encantado deve embarcar em uma viagem épica em busca de sua essência. Caso ele não encontre sua real alma gêmea antes de completar 21 anos de idade, todo o amor que Felipe conhece desaparecerá e existe no reino desaparecerá para sempre.

O encanto só pode ser rompido com um beijo de amor verdadeiro. Assim, quebrar a maldição de Morgana será bastante difícil diante de tamanha adoração. Para cumprir o desafio em três etapas, Felipe encontra apoio na ladra Leonora Quinonez, que está imune ao seu galanteio e se traveste de homem para ajudá-lo.

Reprise. 85 min.
Classificação Indicativa: Livre.
Horário: 14h00

Domingo, 23 de janeiro

Cine Retrô – Robin Hood, o Trapalhão da Floresta
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1973. Gênero: comédia. Direção: J.B. Tanko. Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Monique Lafond, Mário Cardoso, Jorge Cherques, Francisco Dantas, Olívia Pineschi, Milton Vilar, Cosme dos Santos, Zezé Macedo.

Robin Hood (Mário Cardoso) e seu bando estragam os planos do fazendeiro João Climério (Jorge Cherques) de se apossar das terras do irmão ausente. Durante um confronto, o herói é ferido e precisa ser substituído no comando do grupo. O atrapalhado Zé Grilo (Renato Aragão), peão modesto e confuso, é escolhido para assumir a liderança dos rebeldes.

Zé Grillo é auxiliado na missão pelo companheiro William (Dedé Santana), por uma varinha mágica e por uma pena protetora, fornecidas por um índio feiticeiro. Ao final, ele desmascara Climério e salva a bela Catarina (Monique Lafond) por quem é apaixonado.

Catarina escolhe ficar com Robin Hood e Zé Grilo termina sozinho, mas usa a farinha mágica para transformar seu burrico em um carro.

Inédito. 78 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 23 de janeiro

Cine Retrô – Zé do Periquito
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 23/1, para segunda-feira, dia 24/1)

País: Brasil. Ano: 1960. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Ismar Porto. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Nena Viana, Amélia Bittencourt.

Em "Zé do Periquito", Amácio Mazzaropi interpreta Genó, um tímido e pobre jardineiro de um colégio que se encanta por uma das alunas, Carmem. A jovem é filha de um empresário bem-sucedido que passa por dificuldades financeiras.

Para poder conquistar a moça, Genó deixa o emprego de jardineiro e vai para outra cidade onde trabalha com seu realejo em busca de dinheiro. O realejo fica famoso e, em pouco tempo, Genó consegue uma pequena fortuna.

As filmagens foram realizadas nos Estúdios da Vera Cruz, com locações em Santos. O longa conta ainda com números musicais de Mazzaropi, Agnaldo Rayol e Hebe Camargo, Cely Campello, Tony Campello, George Freedman, Paulo Molin e Carlão.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 12 anos.
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 23/1, para segunda-feira, dia 24/1
Anderson Ramos

Um site sobre TV paga com as principais noticias envolvendo o setor, e suas principais operadoras. Além das novidades dos canais e streamings! facebook twitter instagram

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem