Ad Code

Em comemoração à Semana de 22, TV Cultura exibe O Homem do Pau-Brasil

Divulgação TV Cultura

Neste domingo (20/2), às 23h, a TV Cultura exibe O Homem do Pau-Brasil (1981), clássico do cinema brasileiro dirigido por Joaquim Pedro de Andrade. O filme integra a programação especial para celebrar o centenário da Semana de Arte Moderna (1922). Ao longo do mês de fevereiro, a emissora trouxe programas especiais, estreou uma série documental inédita e refletiu sobre os desdobramentos do acontecimento.

"Partimos da premissa que foi uma Semana que quase ninguém viu, mas que o Brasil nunca esqueceu. Então vamos analisar e debater a importância e seus ecos pelo país até hoje", analisa Enéas Pereira, Diretor de Programação da TV Cultura.
 
Dentro deste conceito, O Homem do Pau-Brasil mergulha na vida e na obra de Oswald de Andrade, ícone da Semana de 22. Representado simultaneamente por um ator e uma atriz (Flavio Galvão e Ítala Nandi), a figura do escritor é abordada em um clima de delírio antropofágico. O Oswald-macho é devorado pela Oswald-fêmea e se dá a criação da Mulher do Pau-Brasil, líder da revolução que instalará o matriarcado antropófago como regime político do País.

Na última semana, foram exibidos Macunaíma, também de Joaquim Pedro de Andrade, e O Rei da Vela, de José Celso Martinez Corrêa, que fez a sua estreia na TV aberta após décadas de sucesso em festivais e eventos.

O homem do Pau-Brasil (1981)
Longa-metragem / 35mm / cor / 102 min.

“Comédia, delírio rigoroso sobre a vida, paixão e obra do revolucionário escritor modernista Oswald de Andrade, representado simultaneamente por um ator e uma atriz, Flávio Galvão e Ítala Nandi. Os dois Oswalds partilham com Juliana Carneiro da Cunha, Regina Duarte, Cristina Aché, Dina Sfat e Dora Pellegrino as mesmas camas e idéias, até que estas os separem. Com a devoração de Oswald-macho pelo Oswald-fêmea, dá-se a criação da “mulher do pau-brasil”, líder da revolução que instalará o matriarcado antropófago como regime político do país.”

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code