Ad Code

'Fantástico' deste domingo traz bastidores do resgate de vítimas da chuva que assolou a Cidade Imperial

Reprodução

O dia 15 de fevereiro de 2022 ficou marcado como um dos mais tristes da história de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. As fortes chuvas que caíram na cidade contabilizam centenas de vítimas fatais, desaparecidos e desabrigados. Uma tragédia natural de grandes proporções que tem mobilizado não só o estado, mas todo o país. Voluntários estão subindo a Serra para levar roupas, alimentos e artigos de primeira necessidade a quem perdeu parentes, moradia e tudo o que tinha em poucas horas. O 'Fantástico' prepara para este domingo, dia 20, uma cobertura especial sobre essa catástrofe na Cidade Imperial.
 
Os repórteres Tabata Poline e Maurício Ferraz mostram a desesperada busca de familiares por vítimas das chuvas em Petrópolis e quem são algumas das pessoas que, infelizmente, não conseguiram escapar com vida da tragédia. A equipe acompanha de perto o trabalho de voluntários e bombeiros na mobilização por encontrar sobreviventes. Já a reportagem de Ana Carolina Raimundi conta a história de dois pontos da cidade que ficaram marcados por esta tragédia. O desabamento do Morro da Oficina acabou atingindo diretamente a Rua Teresa, um dos maiores pólos de comércio de roupas do estado do Rio. Comerciantes que conseguiram escapar da tromba d’água perderam todas as suas mercadorias.
 
Há 11 anos, a região Serrana do Rio de Janeiro sofreu a maior tragédia ambiental da história do Brasil, com um total de 916 mortos pelas chuvas nas cidades de Petrópolis, Nova Friburgo, Teresópolis, Sumidouro, São José do Vale do Rio Preto, Bom Jardim e Areal. O repórter Estevan Muniz mostra o que mudou nestes lugares após todo esse tempo, a realidade dos moradores e os cuidados que foram ou não tomados para evitar que tal evento se repetisse. 
 
Com a proximidade de março, conhecido como o mês das chuvas no Brasil, a apresentadora Maria Júlia Coutinho mostra no telão do estúdio o que esperar para as próximas semanas em relação aos temporais no país. A reportagem de Álvaro Pereira Junior relembra os estados, como Minas Gerais, São Paulo e Bahia, que sofreram neste verão com os impactos das tempestades e os motivos que levaram este ano a estação mais quente ser também mais chuvosa do que as anteriores.
 
 Apresentado por Maria Júlia Coutinho e Poliana Abritta, o ‘Fantástico’ deste domingo começa logo depois do ‘Domingão com Huck’.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code