Ad Code

'Altas Horas' homenageia as mulheres neste sábado, 5, com presença de Claudia Raia, Deborah Secco, Glória Maria, Majur e Sandy

Divulgação

O 'Altas Horas' deste sábado, dia 5, está especial: em comemoração ao Dia Internacional das Mulheres, recebe personalidades ícones, que são inspirações para outras mulheres. São elas: Claudia Raia, Deborah Secco, Glória Maria, Majur e Sandy, além da banda Barra da Saia, de influências sertaneja e caipira, formada apenas por mulheres. As convidadas falam sobre carreira, maternidade e novos projetos.
 
Claudia Raia, que tem quase 40 anos de carreira como atriz e produtora – sendo um dos principais nomes do teatro musical no Brasil -, fala sobre autoestima e a relação da sociedade com a mulher madura: “Por causa do machismo estrutural, o que está em volta vai colocando coisas na cabeça dela sobre ela não ser capaz; de que ela não pode mudar de profissão; não é bonita; que está fadada ao fracasso. Então essa mulher vai minguando, e tudo isso não é verdade. Nós somos grandes e potentes”. A atriz fala também sobre os projetos futuros, como uma peça dedicada a Tarsila do Amaral.
 
Já Deborah Secco, entre outros assuntos, traz a experiência da maternidade: “Eu nem me lembro mais como eu era antes dela, o que me fazia sorrir, o que fazia meu olho brilhar. O antes é tão distante para mim porque hoje tudo na minha vida começa a partir dela”. Deborah também explica como vem lidando, ao lado de Hugo Moura, seu marido, com o encantamento da filha pelo mundo digital: “A Maria Flor ama cantar e dançar, e confesso que morro de medo [da internet]. Acho que a melhor maneira de ela fazer isso é fazermos junto com ela; é nos inserindo nesse conteúdo também. O Hugo grava os vídeos e edita. Fazemos parte disso junto com ela, e vamos descobrindo os nossos limites, o que é bom e o que não é”.
 
Sandy explica como é o reconhecimento por parte do filho, Theo Lima, que completa oito anos neste ano, da mãe e família famosa. “Ele fica muito orgulhoso de ver a mãe no palco e na TV. Mas eu escolhi não expor ele, postando fotos, por exemplo. Respeito muito quem faz isso, mas é mais por causa da minha própria experiência crescendo diante das câmeras. O mais importante é que ele sente muito orgulho do pai, da mãe, do tio, do avô”. A cantora apresenta, junto de sua banda, as músicas “Universo Reduzido”; “Me espera”, “Respirar”, “Eu só preciso ser”, além de uma homenagem a Charlie Brown Jr. com uma releitura de “Lugar ao Sol”.
 
Majur, por sua vez, lembra sobre seu início como cantora no Coral da Orquestra Sinfônica da Juventude de Salvador, onde participou até os 14 anos, a experiência de conhecer Caetano Veloso e a relação com a mãe. “Quando falo dela, fico emocionada, porque foram muitas coisas que eu vivi esse tempo enquanto filha, e tenho a minha mãe como apoio. É extremamente importante para pessoas LGBTs terem a família do lado. Aquela pessoa que está do seu lado e que te ama vai dizer sim para o que você ama, porque ela ama junto com você”.
 
E Glória Maria conta das muitas viagens que fez para matérias jornalísticas, e relembra o início na profissão por amor à escrita. Ela ainda destaca uma curiosidade que desperta o carinho das outras convidadas: o fato de ter sido uma das primeiras jornalistas a entrevistar Deborah Secco e Claudia Raia. Após a gravação, a atriz falou da felicidade em participar do programa: “Foi maravilhoso. O programa será extremamente animado, com pessoas igualmente maravilhosas”.

O ‘Altas Horas’ tem apresentação e direção geral de Serginho Groisman, direção de Adriana Ferreira e vai ao ar aos sábados depois de ‘Um lugar ao sol'. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code