Ad Code

Entrevista com a desmascarada: Daiane dos Santos é a Ursa

Divulgação Globo/Maurício Fidalgo

Na tarde do último domingo (13), a Ursa foi a sétima desmascarada da segunda temporada do 'The Masked Singer Brasil'. A ex-ginasta Daiane dos Santos deu vida a personagem que encantou os jurados e o público por sua fofura. “Eu fiquei bem surpresa com o convite, nunca foi uma situação que eu achei que fosse acontecer: cantar na televisão (risos). Mas acho que o personagem ajudou essa timidez a sair e eu conseguir participar. Foi muito legal, uma experiência incrível”, conta. 
 
O 'The Masked Singer Brasil’ é uma coprodução TV Globo e Endemol Shine Brasil, baseado no formato sul-coreano criado pela Mun Hwa Broadcasting Corp, tem supervisão artística de Adriano Ricco (TV Globo) e direção de Marcelo Amiky (Endemol Shine Brasil). O reality vai ao ar no domingo após 'The Voice +'.
 
Entrevista com Daiane dos Santos 
 
Conta um pouco da experiência de participar do ‘The Masked Singer Brasil’? 
Eu fiquei bem surpresa com o convite, nunca foi uma situação que eu achei que fosse acontecer: cantar na televisão (risos). Mas acho que o personagem ajudou muito essa timidez a sair e eu conseguir participar. Foi muito legal, uma experiência incrível. É uma equipe muito boa e foi um aprendizado muito grande. Eu também descobri um pouco o lado meigo junto com a Ursa ali. 
 
Como foi vestir a fantasia pela primeira vez? 
Foi superlegal! A primeira vez que eu olhei para a Ursa pensei direto nas crianças, sabe? Com essa fofura, meio atrapalhada e meio sonhadora. Foi muito gostoso dar vida a essa personagem. E eu fiquei muito feliz que as pessoas gostaram da fantasia e do que eu fazia com ela. Quando os jurados falavam, eu até contia a minha felicidade de vê-los ali sentindo a fofura dela. E tem a conexão com o Monstro, né? Foi uma responsabilidade porque o Monstro era muito querido, foi muito bom ver o Nicolas falar que eu era uma prima do Monstro.  
 
Você encantou os jurados com sua fofura e elegância. Como você se preparou? 
A todo o momento eu pensava nas crianças, porque eu lembrava de fofura e de hiperatividade. E eu comecei entender mais para dar vida a essa personagem, olhei bastante desenho animado, assisti ‘Ursinhos Carinhosos’, prestava muita atenção nas crianças. E calhou de eu estar com um filhote de cachorro que é muito fofinho e meio atrapalhado então eu achava que eles eram parecidos. E aí eu comecei a construir a Ursa juntando tudo isso.  
 
Qual a parte mais difícil deste desafio? 
A parte mais difícil foi cantar! Eu sempre falo que eu só canto no chuveiro e quando eu estou sozinha. Foi um desafio grande para mim, mas o pessoal da preparação me ajudou muito, todo mundo é muito legal, foi muito tranquilo.  

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code