Ad Code

Lucinha Lins relembra vaias durante apresentação: ''Ficou na minha cabeça uns dois dias''

Divulgação

A atriz Lucinha Lins é a convidada de Daniela Albuquerque no 'Sensacional' (RedeTV!) desta quinta-feira (7). Para a atração, a veterana de 69 anos - que acumula mais de cinco décadas de carreira e passagens por novelas como ‘Roque Santeiro' (1985) e ‘Chamas da Vida’ (2008) - revela o que pensa sobre envelhecimento. 

“As avós de hoje têm uma juventude que a minha avó não tinha. Alguém da minha idade há uns 50 anos atrás era uma pessoa muito caída. Agora, as mulheres começam realmente a se mostrar bonitas, espertas, despachadas e gostosas a partir dos 40. É aí que a coisa muda”, opina ela.

Em cartaz com uma peça teatral que traz como tema principal o envelhecer com alegria, a artista confessa que o passar dos anos nem sempre é fácil: “Dá trabalho. Não é simples e não é bacana. Tem dias que você fica muito chateada, porque a sua mente é jovem, mas o seu corpo se modifica”.

Também cantora, tendo iniciado sua trajetória como backing vocal do músico Ivan Lins, que mais tarde veio a se tornar seu primeiro marido, Lucinha relembra vaias durante apresentação em festival no Maracanãzinho (Rio de Janeiro). “Ser vaiada é horrível, desagradável e uma rejeição muito grande. Eu saí escoltada por um pelotão de policiais porque queriam me linchar. A coisa ficou feia”.

“O Maracanãzinho é redondo e aquele som que circulava por lá ficou na minha cabeça por uns dois dias. Foi muito complicado. Eu não dormia”, conta ainda.

Grande amiga de Elis Regina, a convidada do ‘Sensacional’ se emociona ao falar sobre a morte da cantora, que ocorreu devido a uma parada cardíaca em 1982. “Eu achei que eu nunca mais fosse sair do meu quarto. Me emociona demais lembrar disso, foi um dos dias mais difíceis da minha vida”.

A entrevista completa com Lucinha Lins será exibida no ‘Sensacional’ desta quinta-feira (7), às 22h30, na tela da RedeTV!.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code