Ad Code

"90 Dias Para Casar: Especial Diário de Guerra - Ucrânia" estreia no Discovery Home & Health e discovery+

Divulgação

Em 24 de fevereiro de 2022, a Rússia invadiu a Ucrânia, dando início a uma guerra com consequências trágicas, sobretudo para os residentes da Ucrânia e os ucranianos que já não vivem em seu país, mas sabem que a vida de seus familiares e amigos está sob ameaça.

No domingo, 29 de maio, às 22h40, o Discovery Home & Health e o discovery+ apresentam 90 DIAS PARA CASAR : ESPECIAL DIÁRIO DE GUERRA - UCRÂNIA (90 Day Diaries: Ukraine), episódio especial que ouve três ucranianas que participaram da série – Yara Dufren, Natalie Podiakova, e Maria Lysenko – enquanto elas narram como vêm lidando com as consequências da tragédia trazida pela guerra. Yara e Natalie estão nos Estados Unidos, enquanto Maria está em Kiev.

Com vídeos gravados por elas mesmas e registros de conversas com entes queridos em diversas partes do mundo, o trio revela o drama humano que se desenrola na Ucrânia. Além de Yara, Natalie e Maria, David Murphey, americano que também esteve em 90 Dias Para Casar ao lado da ucraniana Svetlana “Lana”, participa do episódio especial; aos 63 anos de idade, ele resolveu se alistar para se tornar um combatente estrangeiro em solo ucraniano.

Maria Lysenko, 32 anos, mora em Kiev. A comida é escassa, as sirenes de ataque aéreo soam noite e dia e a cidade está sob toque de recolher. Sozinha em seu apartamento, Maria fica de olho no céu, pronta para fugir para um abrigo antiaéreo. Ela leva a câmera consigo enquanto se arrisca em uma ida ao mercado, na esperança de estocar provisões, mas é forçada a correr de volta para casa quando o céu se ilumina com uma explosão. A situação continua a piorar, mas as opções de Maria para deixar Kiev parecem inviáveis. Então, por enquanto, apesar de temer por sua segurança, ela escolhe ficar e ver o que o amanhã lhe traz.

Yara Dufren, 27 anos, está arrasada ao ver as notícias do que está acontecendo em seu país natal, a Ucrânia. Sentindo-se impotente na Louisiana, tão longe de sua família e amigos que estão sofrendo com o conflito que se acirra, ela participa de uma manifestação contra a guerra e leva sua filha Mylah junto. Agora, mais do que nunca, ela acredita ser extremamente importante que a menina cresça sentindo-se conectada à sua ascendência ucraniana. Yara também se encontra com seus amigos ucranianos que vivem em Nova Orleans para discutir tudo o que aconteceu desde o início da guerra. Apesar da distância, Yara está determinada a fazer o que puder para ajudar, mobilizando as pessoas e enviando provisões à Ucrânia.

Natalie Podiakova, 37, está sozinha na Flórida e se preocupa com a segurança de sua mãe, que conseguiu fugir da Ucrânia e refugiar-se na Polônia. Natalie se encontra com sua amiga polonesa Jolanta e conversa sobre como tem sido difícil assistir à devastação do país. Natalie consegue fazer uma chamada de vídeo com a mãe – preocupada com a condição dela enquanto refugiada na Polônia, Natalie vai a uma advogada para descobrir se existe a possibilidade de asilo nos Estados Unidos.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code