Ad Code

TV Brasil - Programação de Filmes de 23 a 29 de maio

Divulgação

Confira  a programação semanal de filmes da TV Brasil de 23 a 29 de maio.

Segunda-feira, 23 de maio

Sessão Família – Big Pai, Big Filho
14h00, na TV Brasil
Título original: The Son of Bigfoot. País: Bélgica, França. Ano: 2017.  Gênero: animação, infantil. Direção: Jeremy Degruson, Ben Stassen.

Adam, um garoto de treze anos que não tem muitos amigos, parte em uma jornada ousada para desvendar o mistério por trás de seu pai, há muito desaparecido. Ele rapidamente descobre que seu pai não é outro senão o lendário Pé Grande, que se escondeu na floresta por anos para proteger a si mesmo e sua família da HairCo., uma empresa de grande porte ansiosa para realizar experimentos científicos com seu DNA especial.

Enquanto pai e filho começam a recuperar o tempo perdido, Adam logo descobre que ele também é dotado de super poderes inimagináveis. Porém, mal sabem eles que a HairCo. está prestes a encontrá-los, pois descobriu os rastros deixados por Adam ao longo do caminho.

Reprise. 92 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Segunda-feira, 23 de maio

Cine Retrô – A Banda das Velhas Virgens
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de segunda, dia 23/5, para terça-feira, dia 24/5)

País: Brasil. Ano: 1979. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner e Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, André Luiz Toledo, Gilda Valença, José Velloni.

No longa "A Banda das Velhas Virgens", Amácio Mazzaropi interpreta um caipira que tem o sugestivo nome de Gostoso. Ele é o maestro de uma hilariante bandinha feminina formada por senhoras idosas e beatas. Orgulho da pequena cidade, a banda é mantida pelos donativos recolhidos pela igreja.

Os filhos de Gostoso se envolvem com os do patrão e ele resolve sair da fazenda para evitar perseguições. Expulso das terras onde vive, Gostoso recomeça a vida na cidade, indo morar em um depósito de ferro-velho.

Ao encontrar um saco de joias, o protagonista é acusado de roubo e tem que fazer de tudo para provar sua inocência. Como o querido caipira vai se safar dessa vez?

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de segunda, dia 23/5, para terça-feira, dia 24/5)

Terça-feira, 24 de maio

Sessão Família – Michel Strogof
14h00, na TV Brasil

Título original: Les Aventures Extraordinaires de Michel Strogoff. País: França. Ano: 2004. Gênero: animação. Direção: Hubert Chonzu e Alexandre Huchez. Produtores: Dargaud Marina e Rouge Citron. História original: Júlio Verne.

Inspirada no romance homônimo do escritor Júlio Verne, a animação francesa "Michel Strogoff" (2004) revela a épica odisseia do capitão Michel Strogoff em uma missão secreta pelo interior da Rússia.

Ameaçada por uma invasão tártara no século XIX, a Rússia continental é separada de seu território no extremo oriente. Isolado e cercado na Sibéria, o irmão do Czar lidera a última resistência com suas tropas. 

O Czar confia ao capitão Michel Strogoff a missão de entregar uma mensagem vital a seu irmão, na Sibéria. Com valentia, ele deve cruzar todo o império para levar essa carta enquanto é perseguido por um traidor cooptado pelos tártaros.

Disfarçado de comerciante, o corajoso oficial faz uma longa e perigosa jornada por todo o país ao percorrer os confins da Rússia. As façanhas do homem encarregado de salvar a nação tem um dos ápices no encontro do mensageiro com a jovem Nádia, uma mulher obstinada que pode mudar suas prioridades.

A animação francesa retrata os bailes imperiais com valsas de Strauss, as melodias populares cantadas pelos barqueiros do rio Volga, as canções melancólicas dos cocheiros que cruzavam as áridas estepes da Ásia Central, as danças folclóricas e as composições românticas da Balalaika.

Escrita em 1876, a obra original de Júlio Verne tem uma narrativa inquietante fiel a eventos históricos. Com milhares de edições e reconhecimentos, o clássico "Michel Strogoff" redigido pelo autor francês traz grandes aventuras que foram adaptadas dezenas de vezes para produções do cinema e da televisão.

Reprise. 87 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Terça-feira, 24 de maio

Cine Retrô – Betão Ronca Ferro
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de terça, dia 24/5, para quarta-feira, dia 25/5)

Ano: 1971. Gênero: comédia. Direção: Geraldo Afonso Miranda. Elenco: Amárcio Mazzaropi, Dilma Lóes, Roberto Pirillo, Geny Prado, Araken Saldanha.

Em "Betão Ronca Ferro", o comediante Amácio Mazzaropi presta uma justa homenagem aos artistas mambembes e a sua origem no circo. Mesmo depois da fama, o ator nunca deixou de frequentar os picadeiros Brasil afora.

Na trama, o humorista interpreta um empregado de circo que tem o ofício ameaçado quando a filha (Dilma Lóes) deixa o mundo dos espetáculos para se casar com um jovem muito rico (Roberto Pirillo), contra a vontade da família dele.

O pai dela (Amácio Mazzaropi) acaba pegando dinheiro emprestado com a família do genro (Araken Saldanha) e compra o circo onde trabalhava. Assim, ele passa a perambular de cidade em cidade.

O título da comédia faz alusão à revolucionária telenovela "Beto Rockfeller", um fenômeno daqueles tempos. "Betão Ronca Ferro" retrata a dura realidade dos artistas de circo, principalmente na concorrência entre um circo grande porte e um menor. Na época, os animais ainda podiam ser atrações no picadeiro. Amácio Mazzaropi também aborda a moda da época, como a minissaia e a calça pantalona.

Reprise. 100 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de terça, dia 24/5, para quarta-feira, dia 25/5)

Quarta-feira, 25 de maio

Sessão Família – Um Amor de Filhote
14h00, na TV Brasil

Título original: Belong to us. País: Estados Unidos. Ano: 2018. Gênero: drama, aventura. Direção: Patrick Rea. Elenco: Anita Cordell, Brooklyn Funk, Chad Crenshaw, Joseph Lee Anderson, Kathleen Warfel, Meagan Flynn, Ryan O'Nan, Trevor Martin, Scott Cordes.

Um bandido chamado Mercer (Scott Cordes) é apostador em uma rinha ilegal de cães. Seu pastor alemão é mordido enquanto luta, mas consegue fugir.

A jovem Paige Crowley (Brooklyn Funk) encontra o cachorro remexendo o lixo e cria uma sintonia com o bichinho de imediato. Ela leva o cão para casa, esconde o animal de seu pai Travis (Ryan O'Nan) e o batiza como Duke.

A família de Paige é reduzida, mas todos têm problemas. O pai dela é um homem ausente e frustrado que deposita todas as esperanças no futuro do filho Decklin (Matthew J. Lindblom), rapaz que se destaca como atleta na escola. Travis vê no jovem a esperança de conquistar algo que ele mesmo não conseguiu.

Paige perdeu a mãe cedo então sua avó Hazel (Kathleen Warfel) faz o papel materno na casa. A chegada de Duke traz nova alegria a todos, mesmo que alguns demorem para perceber isso.

Reprise. 83 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Quinta-feira, 26 de maio

Sessão Família – Casinha Pequenina
14h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1963. Gênero: comédia. Direção: Glauco Mirko Laurelli. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Roberto Duval, Tarcísio Meira, Edgard Franco, Astrogildo Filho, Guy Loup, Luis Gustavo, Marly Marley, Marina Freire, Ingrid Tobias.

Considerado a obra-prima de Amácio Mazzaropi, o filme "Casinha Pequenina" traz um elenco de estrelas e marca a estreia de Tarcísio Meira no cinema. A trama tem o fim da escravidão como pano de fundo e mostra a luta contra os interesses dos senhores de engenho.

Na época do Brasil colonial, o rico fazendeiro escravista Coronel Pedro (Roberto Duval) leva uma vida repleta de crimes e assassinatos. Apesar disso, sua mulher e filhos não conhecem sua extensa ficha criminal.

Os problemas do proprietário de terras começam ao ser chantageado por Carlota (Marly Marley), mulher que testemunhou os capangas dele matarem outro homem. Ela ameaça contar tudo para a polícia caso o homem não providencie um bom casamento para a filha dela, Inês.

Para se livrar da testemunha, o fazendeiro envolve um casal de colonos, Chico (Amácio Mazzaropi) e Fifica (Geny Prado) num plano. Coronel Pedro apresenta o filho deles, Nestor (Tarcísio Meira), como um ricaço da região para Inês. O rapaz acaba se apaixonando pela moça.

Mesmo assim, os pais do jovem desconfiam bastante da nova namorada dele. É nesse ínterim que se estabelece um grande clima de conflito na família. O amigo Bento (Luís Gustavo), que trabalha com Nestor na fazenda, descobre o segredo.

Namorado de Ivone (Ingrid Tobias), Bento quer contar para Nestor sobre o golpe de Inês, a falsa sobrinha do Coronel Pedro. Ele tenta convencer o amigo a não se casar e busca a todo o curso abrir os olhos de Nestor para toda a farsa.

Reprise. 95 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 14h00

Quinta-feira, 26 de maio

Cine Retrô – Marido de Mulher Boa
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de quinta, dia 26/5, para sexta-feira, dia 27/5)

País: Brasil. Ano: 1960. Gênero: comédia musical. Direção: J. B. Tanko. Elenco: Zé Trindade, Renata Fronzi, Otelo Zeloni, Renato Restier, Lilian Fernandes, Luely Figueiró, Celso Faria, Wilson Grey, Isa Rodrigues, Paulette Silva, Darcy de Souza, César Viola.

Anacleto (Zé Trindade) e Frederico (Otelo Zeloni) são sócios da firma Pardal e Pardal, uma casa de modas e alta-costura. Anacleto é casado com Arminda (Renata Fronzi), ex-atriz de teatro, que o preferiu a Frederico, seu ex-noivo. Ainda assim, Anacleto continua sendo um mulherengo.

Os dois sócios compram de Giovanni (César Viola) o bilhete de um grande prêmio de turfe. Anacleto distribui pedaços entre quatro mulheres: Sueli (Luely Figueiró), Marlene (Paulette Silva), Virginia (Isa Rodrigues) e Sofia (Lilian Fernandes), na esperança de conquistá-las.

O bilhete do cavalo azarão ganha a corrida para sorte de Frederico que, agora, pretende se casar com Sofia. Desesperado, Anacleto tenta reaver os fragmentos distribuídos entre as mulheres, mas Arminda, sabendo do golpe, antecipa-se ao marido, reavendo três pedaços do bilhete. Faltando apenas o de Sueli, que já o tinha repartido entre todas as colegas de trabalho.

 

A produção conta com diversos números musicais com Sílvia Teles, Lúcio Alves, Aracy Costa e Juca Chaves, além da Orquestra Raul de Barros. A comédia ainda traz performances interpretadas por profissionais do elenco como os atores Zé Trindade, Lilian Fernandes e Luely Figueiró.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de quinta, dia 26/5, para sexta-feira, dia 27/5)

Sexta-feira, 27 de maio

Sessão Família – Meu Maior Amigo
14h00, na TV Brasil

Título original: Cool dog. País: Estados Unidos. Ano: 2010. Gênero: aventura. Direção: Danny Lerner. Elenco: Jackson Pace, Cameron Ten Napel, Ryan Akin, Michael Paré, Jen Kober, David Jensen, Dane Rhodes, Christa Campbell, David Dahl.

O menino Jimmy (Jackson Pace) vive em uma pequena cidade nos Estados Unidos com sua família e seu querido cachorro de estimação, Rinty. Um dia, o pai do garoto é promovido e a família precisa se mudar para Nova York. Contudo, para transtorno deles, o prédio para o qual se mudam não aceita cães e Jimmy precisa deixar Rinty para trás.

O garoto se despede do querido pastor-alemão e deixa seu novo endereço na coleira do companheiro. Rinty, porém, não pretende deixar o seu dono e parceiro sozinho na cidade grande. O cãozinho embarca numa viagem repleta de surpresas para cruzar o país até encontrar seu maior amigo Jimmy em Nova York.

Reprise. 88 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Sexta-feira, 27 de maio

Festival de Cinema – Um pouco de Caos
22h30, na TV Brasil
03h45, na TV Brasil (madrugada de sexta-feira, dia 27/5, para sábado, dia 28/5)

Título original: A Little Caos. País: Reino Unido. Ano: 2014. Gênero: drama, romance. Direção: Alan Rickman. Elenco: Kate Winslet, Alan Rickman, Jennifer Ehle, Matthias Schoenaerts, Helen McCrory, Stanley Tucci.

O filme se passa na França do século XVII, época em que o rei Luís XIV (Alan Rickman) estava no comando. O monarca decide mudar a sede do reino do Louvre para o Palácio de Versalhes, no interior do país. Ele incumbe o paisagista e arquiteto André Le Notre (Matthias Schoenaerts) de projetar os jardins do palácio.

A fim de encontrar um ajudante para esse trabalho, Le Notre entrevista alguns candidatos, dentre eles a jardineira Sabine De Barra (Kate Winslet). O arquiteto fica intrigado com o estilo da paisagista, que é totalmente oposto ao seu, e mesmo assim decide contratá-la para a função.

Aos poucos as desavenças entre os dois desaparecem, e a dupla se aproxima. A relação profissional logo torna-se mais íntima e fofocas chegam ao conhecimento da mulher de Le Notre, a popular Françoise (Helen McCrory).

Reprise. 117 min.
Classificação Indicativa: 14 anos
Horário: 22h30
Horário: 03h45 (madrugada de sexta-feira, dia 27/5, para sábado, dia 28/5)

Sábado, 28 de maio

Cine Retrô – O Jeca Macumbeiro
16h00, na TV Brasil

Ano: 1974. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi e Pio Zamuner, com Amácio Mazzaropi, Gilda Valença, Joffre Soares, Selma Egrei, Ivan Lima, José Mauro Ferreira, Maria do Roccio.

No filme "O Jeca Macumbeiro", Amácio Mazzaropi é Pirola, um caboclo paupérrimo que vive em um casebre na fazenda de seu patrão, o coronel Januário.

A filha de Pirola, Filomena, é casada com Mário, filho do coronel. Um dia, Pirola recebe de Nhonhô, um velhinho amigo, a notícia de que será herdeiro e quando aceita um saco cheio de dinheiro, resolve deixá-lo na guarda do patrão.

Para apropriar-se do dinheiro de Pirola, o Coronel Januário se passa por um pai-de-santo pra lá de fajuto. O filme foi uma sátira ao enorme sucesso de "O Exorcista" e bateu a arrecadação deste nos cinemas do Brasil.

Reprise. 91 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 16h00

Sábado, 28 de maio

Cine Retrô – Jeca e seu Filho Preto
21h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano de estreia: 1978. Gênero: comédia. Direção: Pio Zamuner. Codireção: Berilo Faccio. Elenco: Amácio Mazzaropi, Geny Prado, Yara Lins, Elizabeth Hartman, Denise Assunção.

Em "Jeca e seu filho preto", o saudoso humorista Amácio Mazzaropi interpreta Zé, o pai de um rapaz (misteriosamente) negro. O fato nunca pareceu o atormentar, mas os vizinhos se incomodam quando o rapaz se enamora de uma moça branca, filha de um rico fazendeiro.

Em plenos anos 1970, Amácio Mazzaropi, com seu jeito simples, abordou no cinema a questão do preconceito racial.

Reprise. 104 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 21h00

Domingo, 29 de maio

Sessão Família – Will - Em busca do sonho
14h00, na TV Brasil

Título original: Will. País: Reino Unido. Ano: 2011. Gênero: drama. Direção: Ellen Perry. Elenco: Perry Eggleton, Damian Lewis, Bob Hoskins, Jane March, Alice Krige, Rebekah Staton, Neil Maskell, Kristian Kiehling.

Grande fã de futebol, o pequeno Will Brennan (Perry Eggleton) é um garoto de 11 anos, torcedor fanático do Liverpool. Na escola pública em que estuda, no sul da Inglaterra, o amor e conhecimento do esporte é tudo o que sustenta a sua rotina.

Desde a morte da mãe, o menino vive em um internato. Após três anos de afastamento, Gareth (Damian Lewis), o pai de Will, surge repentinamente na vida do filho. Ele traz consigo duas entradas para eles assistirem à final da Liga dos Campeões em Istambul, na Turquia. Na decisão pelo título, o time inglês enfrenta a poderosa equipe do Milan, da Itália. Apaixonado pelo esporte, Will adora a novidade.

Apesar da felicidade inicial, nem tudo são flores na vida do garotinho. Ele sofre um novo revés quando o pai morre inesperadamente antes da viagem para acompanhar o jogo tão esperado. O órfão supera a tristeza e permanece determinado a cumprir o combinado.

Will quer honrar a memória do pai e chegar à capital turca para ver a partida de futebol por conta própria. O jovem decide encarar seus medos e embarca em uma emocionante jornada cheia de desafios para realizar seus sonhos.

Durante a viagem da Inglaterra para a Turquia, o menino encontra um ex-astro do futebol que pendurou as chuteiras. Mesmo relutante de início, o jogador aposentado sente-se inspirado pela vontade do garoto e o ajuda a alcançar o seu objetivo.

Inédito. 102 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 14h00

Domingo, 29 de maio

Cine Retrô – Os Fantasmas Trapalhões
16h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 1987. Gênero: comédia. Direção: J. B. Tanko. Elenco: Renato Aragão, Dedé Santana, Mussum, Zacarias, Carla Daniel, Wilson Grey, Gugu Liberato, Bia Seidl, Paulo Porto. 

Os amigos Didi, Dedé, Mussum e Zacarias vendem artesanato na beira da estrada quando são surpreendidos por uma perseguição de carros. Após um acidente, eles socorrem o velho Giovanni (Wilson Grey) que antes de morrer revela o esconderijo de uma fortuna. É o dinheiro roubado de um banco na Itália pelo qual é oferecida uma recompensa de cinco milhões de dólares.

Com a ajuda do delegado Augusto (Gugu Liberato), os quatro vão em busca do dinheiro num castelo assombrado e distante. No encalço deles, estão os bandidos e durante a aventura Didi se apaixona pela cigana Ruth (Carla Daniel) e Augusto pela jovem Leila (Bia Seidl). Eles ainda contam com a ajuda do fantasma Nicolas (Paulo Porto).

Reprise. 88 min.
Classificação Indicativa: Livre
Horário: 16h00

Domingo, 29 de maio

Cine Nacional – O Palhaço
23h00, na TV Brasil

País: Brasil. Ano: 2011. Gênero: drama, aventura, comédia. Direção: Selton Mello. Produção: Vania Catani. Roteiro: Selton Mello e Marcelo Vindicatto. Elenco: Selton Mello, Paulo José, Larissa Manoela, Fabiana Karla, Álamo Facó, Jorge Loredo, Jackson Antunes, Moacyr Franco e Tonico Pereira, Ferrugem.

O Circo Esperança atravessa estradas de terra do interior do país nos anos 1970. A cada parada, um novo espetáculo e novas aventuras dessa animada trupe mambembe.

Nessa "família" de 15 pessoas, a principal atração é a dupla de palhaços Puro Sangue e Pangaré que dividem o picadeiro e, supostamente, a mesma vocação. Eles também são responsáveis pela administração dos negócios circenses. Os personagens Valdemar (Paulo José) e Benjamim (Selton Mello) são pai e filho que formam a fabulosa dupla de palhaços

Geralmente com pouco dinheiro, eles vivem às voltas com as solicitações do grupo talentoso e irreverente formado por músicos, trapezistas, acrobatas, anões e uma linda menina, Guilhermina, espectadora privilegiada de um mundo mágico e lírico.

Apesar de levar o público às gargalhadas, Benjamim entra em crise e sai em busca de sua própria identidade. Seu maior sonho de consumo é modesto – um singelo ventilador – e até realizá-lo, Benjamim viverá pequenas aventuras plenas de significado.

Frustrado, o talentoso jovem passa por uma crise existencial e decide abandonar a vida artística. Ele passa a trabalhar numa empresa de uma cidade distante. Essa decisão de Benjamin afeta a vida de todos, inclusive a dele mesmo.

Por vias tortuosas, Benjamim busca responder à indagação paterna: "Na vida a gente tem que fazer o que a gente sabe fazer. O gato bebe leite, o rato come queijo e eu sou palhaço. E você?". Benjamim precisará de um tempo para descobrir.

Dirigido pelo próprio Selton Mello, em sua segunda investida como cineasta, após a estreia com "Feliz Natal" (2008), o filme "O Palhaço" aborda o universo circense com todo seu encanto e magia através de estradas de terra pelo interior do Brasil.

Reprise. 89 min.
Classificação Indicativa: 10 anos
Horário: 23h00

Domingo, 29 de maio

Cine Retrô – O Puritano da Rua Augusta
03h30, na TV Brasil (madrugada de domingo, dia 29/5, para segunda-feira, dia 30/5)

País: Brasil. Ano: 1965. Gênero: comédia. Direção: Amácio Mazzaropi. Elenco: Amácio Mazzaropi, Marly Marley, Marina Freire, Elizabeth Hartmann, Edgard Franco.

O comediante Amácio Mazzaropi interpreta o personagem Punduroso, um pai de família extremamente conservador. Ele deixa os filhos loucos com sua mania de manter a moral e os bons costumes sempre em primeiro lugar.

Após sofrer um ataque do coração, nada mais vai ser como antes: o protagonista passa a se comportar como um jovem outra vez, muda o cabelo, as roupas e até o gosto pela música.

Reprise. 102 min.
Classificação Indicativa: 12 anos
Horário: 03h30 (madrugada de domingo, dia 29/5, para segunda-feira, dia 30/5)

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code