Arte, natureza e pensamento: filme propõe olhar sobre Burle Marx

Divulgação Curta!

Roberto Burle Marx foi um dos maiores paisagistas do século XX, dono de uma imensa coleção de plantas vivas e descobridor de mais de 35 novas espécies — as burlemarxii. Seu amor pela natureza se expressava através de seu trabalho. A partir desse enfoque, desenrola-se a narrativa de ''Filme Paisagem – Um Olhar Sobre Roberto Burle Marx'', que chega ao Curta! e ao Curta!On – Clube de Documentários — streaming disponível no NOW, da Claro/NET, e em CurtaOn.com.br 

Através de um passeio por jardins, flores e folhagens, a vida de Burle Marx desabrocha em um documentário de linguagem única — tal qual a do paisagista, que também era escultor e pintor. O filme, dirigido por João Vargas Penna, utiliza-se de recursos ficcionais para ilustrar sua narrativa. Por meio de imagens turvas, que remetem a acontecimentos passados, atores dão vida aos escritos deixados por Burle Marx, narrados por Amir Haddad. São reflexões sobre o mundo, memórias de diversos momentos e até receitas; mas, sobretudo, as impressões de Burle Marx sobre a natureza. 

Como um alquimista capaz de misturar óleo e água, Burle Marx conseguia integrar o verde das folhas com o cinza do concreto de forma totalmente harmoniosa, como se juntos pudessem formar um novo elemento. O resultado dessa fusão se apresenta no filme como cenário e como lembrança dos grandes feitos do artista, como o Aterro do Flamengo. Em um dos escritos narrados, o artista conclui: “Jardim é a adequação do meio ecológico para atender as exigências naturais da civilização”.

A este mosaico de belas paisagens, projetos arquitetônicos e recursos ficcionais, somam-se imagens de arquivo do próprio Burle Marx. Através delas, estamos diante de um homem que é mais que o artista que introduziu o paisagismo modernista no Brasil. Ali está um apaixonado defensor da natureza, talvez a mais fundamental de suas características.  A exibição é na Terça das Artes, 28 de junho, às 20h30.

Stalin, Churchill e Roosevelt na Conferência de Yalta em novo episódio de ‘Mistérios do Arquivo’ 

O fim da Segunda Guerra Mundial estava próximo e já era dada como certa a derrota de Hitler e dos países do Eixo. A partir de então, os Aliados — sobretudo Estados Unidos, Inglaterra e União Soviética — começariam a dar as cartas em uma nova ordem global. Representando essas potências, Franklin Roosevelt, Winston Churchill e Josef Stalin se reuniram no balneário de Yalta, na Crimeia. Os bastidores desse encontro histórico, conhecido como a Conferência de Yalta, são retratados em episódio inédito de “Mistérios do Arquivo”, no Curta! e no Curta!On. 

A reunião, que durou dias e contou com rigoroso sigilo, estendeu-se para além das salas fechadas. Repórteres, fotógrafos, cineastas e cinegrafistas soviéticos, ingleses e norte-americanos fizeram parte das comitivas que acompanharam os três líderes e registraram momentos de tensão e descontração — além de detalhes dos preparativos e das mansões que hospedaram o trio e seus assessores. As imagens mostram também os últimos momentos da vida de Roosevelt, que tentava esconder seu frágil estado de saúde — ele morreria dois meses depois.   

Com dez episódios, a série “Mistérios do Arquivo”, dirigida por Serge Viallet e Julien Gaurichon, apresenta também outras relíquias do audiovisual que, juntas, contam parte da história do mundo entre 1940 e 1975. Entre elas, registros de Hitler e Eva Braun; a chegada do homem à lua; o Dia D da Segunda Guerra; os testes da bomba atômica em Atol do Bikini; a queda de Saigon — dando início à Guerra do Vietnã —; Marilyn Monroe visitando os soldados americanos na Guerra da Coreia; a chegada de Yuri Gagarin no espaço e a visita do presidente norte-americano Richard Nixon à China. A estreia do episódio “1945: Reuniões Secretas em Yalta” é na Sexta da Sociedade, 1º de julho, às 23h30.

Segunda da Música (MPB, Jazz, Soul, R&B) – 27/06

21h – “Os Quatro Paralamas” (Documentário)

Dirigido por Roberto Berliner — que acompanha os Paralamas do Sucesso desde os primeiros passos da banda no Circo Voador, em 1983 —, este filme sobre música e amizade fala da relação dos três músicos que sobem ao palco (Herbert, Bi e João) com um quarto elemento, que aparece pouco na mídia, mas tem papel fundamental: José Fortes, o empresário. Em um papo na sala da casa do baixista Bi Ribeiro, os quatro lembram a carreira, falam sobre sua amizade inabalável e tocam músicas que fazem parte dessa trajetória de quase 40 anos. Direção: Roberto Berliner. Duração: 90 min. Classificação: 12 anos. Horários alternativos: 28 de junho, terça-feira, às 1h e às 15h; 29 de junho, quarta-feira, às 9h; 2 de julho, sábado, às 13h45; 3 de julho, domingo, às 20h45; 4 de julho, segunda-feira, às 3h10.

23h – “Jazz” (Série) – Episódio: “Risco”

As tensões da Guerra Fria se refletem nos ritmos quebrados e nas melodias dissonantes do bebop e na vida conturbada de sua maior estrela, Charlie “Bird” Parker. Suas improvisações, intensidade de risco, estilo de vida autodestrutivo e vício em narcóticos são copiados por vários outros músicos. Seu parceiro de longa data, Dizzy Gillespie, tenta popularizar o novo som. No entanto, o público jovem está agora suspirando por cantores pop como Frank Sinatra. Louis Armstrong forma o "All Stars", uma pequena banda multiracial, e em 1949 não é autorizado a tocar em um show em Nova Orleans, devido às leis de Jim Crow. Enquanto isso, o produtor Norman Granz quebra as barreiras raciais em todo o país quando faz uma turnê com o seu grupo "Jazz at the Philharmonic", insistindo no tratamento igual para todos os seus músicos. Direção: Ken Burns. Duração: 59 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 28 de junho, terça-feira; às 3h e às 17h; 29 de junho, quarta-feira, 11h.

Terça das Artes (Visuais, Cênicas, Arquitetura e Design) – 28/06

20h30 – " Filme Paisagem – Um Olhar Sobre Roberto Burle Marx” (Documentário)

O paulistano Roberto Burle Marx (1909-1994) foi um dos maiores paisagistas do século XX. Ele era um mestre na construção de espaços públicos, locais de convívio e harmonia com a natureza. "Paisagem — Um Olhar Sobre Roberto Burle Marx" é um passeio pela arte e pela personalidade desse paisagista, pintor e escultor, que apresenta suas ideias numa sucessão de paisagens sensoriais. Direção: João Vargas Penna. Duração:  72 min. Classificação:  Livre. Horários alternativos: 29 de junho, quarta-feira, às 0h30 e às 14h30; 30 de junho, quinta-feira; às 10h30; 2 de julho, sábado, às 15h30; 3 de julho, domingo, às 22h30.

Quarta de Cinema (Filmes e Documentários de Metacinema) – 29/06

22h30 – “Cidades Fantasmas” (Documentário)

Deserto chileno, Amazônia brasileira, Andes colombianos e Pampa argentino. Quatro destinos na América Latina, onde as ruínas e o silêncio são o plano de fundo da nossa jornada. Alguns de seus antigos moradores ainda guardam na memória o que viveram ali e, através de relatos mais intimistas, evocam lembranças de um passado que não querem esquecer. Com um olhar contemplativo sobre o que restou, refletimos sobre o que deixamos e podemos deixar do nosso legado, entendendo que tudo pode ter um fim e que nada está livre da luta contra o esquecimento. Direção: Tyrell Spencer. Duração:  71 min. Classificação:  Livre. Horários alternativos: 30 de junho, quinta-feira, às 2h30 e às 16h30; 1º de julho, sexta-feira; às 10h30; 3 de julho, domingo, às 15h25; 4 de julho, segunda-feira, às 1h45.

Quinta do Pensamento (Literatura, Filosofia, Psicologia, Antropologia) – 30/06

22h30 – “Nunca me Sonharam” (Documentário)

Os desafios do presente, as expectativas para o futuro e os sonhos de quem vive a realidade do Ensino Médio nas escolas públicas do Brasil. Na voz de estudantes, gestores, professores e especialistas, ‘Nunca me sonharam’ reflete sobre o valor da educação. Direção: Cacau Rhoden. Duração:  85 min. Classificação:  10 anos. Horários alternativos: 1º de julho, sexta-feira, às 2h30 e às 16h30; 3 de julho, domingo; às 13h50; 4 de julho, segunda-feira, às 10h30.

Sexta da Sociedade (História Política, Sociologia e Meio Ambiente) – 1/07

23h30 – “Mistérios do Arquivo” (Série) – Episódio: “1945: Reuniões Secretas em Yalta”

O ano é 1945, estamos em pleno mês de fevereiro, no extremo sul da Ucrânia… na Crimeia. A Segunda Guerra Mundial ainda está sendo travada na Europa, mas a derrota do Eixo já é tida como certa. O primeiro-ministro britânico Winston Churchill e o presidente americano Franklin Roosevelt deixam Londres e Washington no maior sigilo. Eles têm um encontro com o marechal Joseph Stalin, o homem forte da URSS. Por mais de uma semana, os três líderes da Grande Aliança contra a Alemanha nazista irão se reunir em um palácio perto da cidade de Yalta. O desafio? Acabar logo com a guerra e redesenhar o mapa mundial de acordo com os seus interesses. Direção: Serge Viallet. Duração: 30 min. Classificação:  Livre. Horários alternativos: 2 de julho, sábado, às 3h30 e às 10h30; 3 de julho, domingo; às 18h; 4 de julho, segunda-feira, às 17h30; 5 de julho, terça-feira, às 11h30.

Sábado – 2/07 – ESTREIA DE EPISÓDIO

21h – “Jazz” (Série) – Episódio: “Irresistível”

Uma geração de músicos, diante do gênio avassalador de Charlie Parker, abraça o desafio de ir além de suas inovações. O visionário pianista Thelonious Monk se vale de sua personalidade excêntrica para criar uma música própria, enquanto John Lewis e o extremamente elegante "Modern Jazz Quartet" refinam o equilíbrio do bebop entre improvisação e composição. No entanto, poucas pessoas estão ouvindo bebop. Músicos da Califórnia criam um novo e suave som chamado "cool jazz", e Dave Brubeck mistura jazz com música clássica para produzir o primeiro LP de jazz de um milhão de vendas, “Time Out”. Em 1955, destruído pela heroína, Charlie Parker morre aos 34 anos. Enquanto isso, seu ex-parceiro, Miles Davis, vai além do som que ele inspirou e se posiciona para levar o jazz a uma nova direção. Direção: Ken Burns. Duração: 59 min. Classificação: 10 anos. Horários alternativos: 3 de julho, domingo; às 10h30; 4 de julho, segunda-feira, 23h; 5 de julho, terça-feira, às 3h e às 17h; 6 de julho, quarta-feira, às 11h.

22h – “Zélia - Memórias de Amor” (Documentário) - EXIBIÇÃO EM HOMENAGEM AO ANIVERSÁRIO DE 106 ANOS DO NASCIMENTO DE ZÉLIA GATTAI

Aos 32 anos, Zélia Gattai compra sua primeira câmera fotográfica durante seu exílio em Paris e começa a registrar o mundo ao lado do seu companheiro, o escritor Jorge Amado. Aos 63 anos, escreve seu primeiro livro, "Anarquistas, Graças a Deus". A obra, que conta sua infância em São Paulo no início do século XX, recebe o Prêmio Paulista de Revelação Literária, vende mais de 200 mil exemplares apenas no Brasil, é traduzida para diversos idiomas e adaptada para teatro e televisão. Sem querer pegar carona na fama do marido, Zélia opta por uma maneira particular de contar o que viu e viveu, criando uma literatura de forte cunho memorialístico. Como reconhecimento do seu talento, no dia 21 de maio de 2002, Zélia ocupa a cadeira 23 da Academia Brasileira de Letras (ABL), a mesma que pertenceu a Jorge Amado. É com base nos seus livros de memória, no seu acervo de mais de 20 mil fotografias e nas entrevistas que o documentário constrói um retrato intimista de Zélia Gattai, tendo como fio condutor a história de amor que viveu durante 56 anos com Jorge Amado, personagem principal de sua obra. Um filme poético que experimenta a relação entre cinema e memória. Direção: Carla Laudari. Duração: 100 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 1º de setembro, quinta-feira, às 22h; 2 de setembro, sexta-feira, às 2h e às 16h; 3 de setembro, sábado, às 14h; 4 de setembro, domingo, às 20h35; 5 de setembro, segunda-feira, às 10h.

Domingo – 3/07 

19h45 – “A Casa Azul de Frida Kahlo” (Documentário)

A Casa Azul, localizada na Cidade do México, é onde Frida Kahlo nasceu (1907) e morreu (1954). Esse documentário relembra as aventuras ali vividas, não só por Frida e o pintor Diego Rivera, mas também por personalidades como Leon Trotsky, André Breton, Sergei Eisenstein, Pablo Neruda, Waldo Frank, Pablo Picasso, Marcel Duchamp e Vassily Kandinsky, entre outros. Direção: Xavier Villetard. Duração: 52 min. Classificação: Livre. Horários alternativos: 28 de junho, terça-feira, às 23h; 29 de junho, quarta-feira, às 3h e às 17h; 30 de junho, quinta, às 11h; 2 de julho, sábado, às 12h45; 4 de julho, segunda-feira, às 5h.

O Universo da TV

O Universo da TV é o site perfeito para quem quer ficar por dentro das últimas novidades da TV. Aqui, você encontra notícias sobre TV paga, programação de TV, plataformas de streaming e muito mais. É o único site que oferece uma cobertura completa da TV, para que você nunca perca nada. facebook instagram twitter youtube

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato