Ad Code

Discovery estreia nova série na qual dupla de aventureiros encara trabalhos realizados à moda antiga

Divulgação

Brett Rogers e Cliff Quinn são melhores amigos que, junto ao operador de câmera Max, se lançam em uma viagem no tempo – o destino é uma época em que não existiam equipamentos conectados à internet, nem máquinas que substituem os trabalhos braçais, tampouco eletricidade.

A aventura do trio resulta em TRABALHOS NO LIMITE (Edges Unknown), série que estreia no Discovery terça-feira, 28 de junho, às 23h10. São seis episódios na primeira temporada, cada um deles com duração de uma hora, gravado em uma localidade diferente – de praias desertas a montanhas geladas – e com uma tarefa para a dupla.

Entre os trabalhos realizados estão a extração de madeira como era feita pelos lenhadores no século XIX, criação de animais com técnicas antigas de pastoreio e pesca artesanal. Utilizando métodos arcaicos e recursos rudimentares, Brett e Cliff permanecem em locais remotos e terão apenas as ferramentas básicas e o equipamento de sobrevivência imprescindível para encarar as duras condições de trabalho, terrenos difíceis e climas implacáveis.

Brett e Cliff são especialistas em técnicas de sobrevivência na natureza selvagem e se propõem a viver como os peregrinos. Para isso, é necessário que eles dominem técnicas que há muito não fazem parte de nosso repertório, mas que foram imprescindíveis num passado distante e possibilitaram a nossos antepassados vencer desafios propostos pela natureza.

No episódio de estreia da série, a dupla está em Yukon, no estado americano do Alasca. A tarefa da vez é extrair a madeira da região como faziam os lenhadores que ali se estabeleceram na virada entre os séculos XIX e XX – era o momento de Revolução Industrial e as máquinas dos trens e navios a vapor demandavam muita madeira. Cada lenhador cortava uma média de cinquenta árvores por dia: essa é a meta que Brett e Cliff estabelecem para si próprios.

Para isso, eles vão construir uma cabana do zero, criando um acampamento seguro. Depois, precisam encontrar as madeiras apropriadas, um trabalho difícil que envolve a capacidade de diferenciação das árvores e identificação do tipo e tamanho ideal. Depois de escolhidas as árvores certas, é preciso cortá-las, deslocar a madeira até o local onde os navios esperavam a carga antigamente e cortar os troncos em peças no tamanho correto.

A sequência parece simples, mas tudo isso acontece em um local de clima implacável, repleto de ursos e outros predadores, com terreno acidentado e cortado por rios de águas congelantes. Será que eles serão capazes? Ou a aventura proposta pela série provará que o homem moderno se tornou acomodado demais?

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code