Ad Code

Alaíde Costa conta sua história com a música brasileira no 'Conversa com Bial'

Divulgação Globo

No 'Conversa com Bial' de hoje, dia 29, Pedro Bial se encontra com uma das representantes femininas da Bossa Nova, a cantora Alaíde Costa. Neste ano, Alaíde, que já foi parceira musical de Vinicius de Moraes e Tom Jobim, lançou o álbum “O Que Meus Calos Dizem Sobre Mim”, produzido por Marcus Preto, Pupilo e Emicida. No programa, resgata histórias de sua trajetória, desde o início no programa de calouros de Ary Barroso até o recente disco, além de apresentar as canções “Onde Está Você” e “Aurorear.
 
Com fala doce, tão característica da cantora, Alaíde compartilha ricas histórias da música brasileira, como a descrição de sua ida ao programa de Ary Barroso. “Tinha 16 anos e era babá de três meninas [...], me inscrevi e fui chamada [...]. Quando cheguei lá, Ary, debochado que só, perguntou o que eu ia cantar, e respondi ‘Noturno em Tempo de Samba’, e aí ele falou ‘é? Vamos ver’. Aí eu cantei e ele me deu a nota máxima [...], ele virou meu fã”, revela.
 
Outros encontros contados por Alaíde são com João Gilberto, que a introduziu na Bossa Nova; Vinícius de Morais, que a presentou com um piano; e Milton Nascimento, que a convidou para participar do renomado álbum “Clube da Esquina”, de 1972.
 
Em 2020 Alaíde ganhou o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante no Festival de Cinema de Gramado, pelo filme “Todas os Mortos”, e sua carreira de atriz é outra vertente da carreira que o programa aborda. A cantora participou de filmes como “Clara dos Anjos” e “Os Monstros”.
 
Com direção artística de Monica Almeida, o ‘Conversa com Bial’ vai ao ar na TV Globo de segunda a sexta, após o ‘Jornal da Globo’. O programa também é exibido no canal internacional da Globo e em simulcast no Globoplay. As entrevistas também podem ser acompanhadas no podcast ‘Conversa com Bial’, disponível no Globoplay ou em qualquer plataforma de áudio.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code