Ad Code

Documentário ''Quilimérios'' narra história do povo que vive isolado há séculos no Vale do Jequitinhonha

Divulgação

Protegidos pelos paredões de pedra que marcam a paisagem do Vale do Jequintinhonha, os Quilimérios vivem há séculos em isolamento social, tornando sua história e sua cultura um caso sue generis da antropologia brasileira. A história deste povo fascinante é o tema do documentário ''Quilimérios'', curta-metragem que estreia dia 18 de julho no canal Travel Box Brazil.
 
Distante de tudo e cenário de belezas ainda desconhecidas da maioria dos brasileiros, na região do Baixo Jequitinhonha, divisa entre os estados de Minas Gerais e Bahia, a muralha natural de pedras isola tudo, até mesmo a passagem do tempo. Nesse cenário impressionante, os Quilimérios ainda vivem como no século XIX. Para eles, o isolamento foi a única opção. Até hoje, no meio das altas e intocadas pedras, o mistério de sua existência permanece.
 
A história que se conta na região de Rubim, cidade mais próxima, é que esse grupo de pessoas foi formado a partir da fuga de um ex-escravo, Juca Preto, contratado por um fazendeiro da cidade de Pedra Azul, onde vivia, para matar alguém importante. Após cometer o crime, Juca fugiu para aquela região onde seus descendentes vivem até hoje e que ainda permanece quase inacessível.
 
Na fuga, ele levou consigo uma mulher indígena, com quem deu início à família dos Quilimérios. São pessoas muito reservadas, que cultivam costumes antigos e têm hábitos comportamentais bem distintos da sociedade brasileira, como a endogamia.
 
Ao par da lenda, a explicação sociológica mais razoável é que sejam remanescentes dos quilombos volantes -- grupos nômades formados por afrodescendentes que escapavam do cativeiro, indígenas expulsos de suas terras e até mesmo brancos, que fugiam de suas cidades por diversas razões.
 
Inédito na televisão brasileira, o documentário vai explorar essa história fascinante e esquecida do público brasileiro, além de revelar cenários deslumbrantes e praticamente intocados do Baixo Jequitinhonha. Um filme de Emerson Penha, com música de Túlio Mourão, fotografia de Fábio Damasceno, produção de Zu Moreira, edição de Rafael Diniz (Fiel) e argumento de Tião Soares.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code