Ad Code

Dedicado a Bruno Pereira e Dom Phillips, 'Globo Repórter' retrata iniciativas de reflorestamento

Divulgação Globo

Verdadeiros guardiões do verde estão espalhados pelo país numa luta para reflorestar o que motosserras e queimadas vêm destruindo. E o 'Globo Repórter' da próxima sexta-feira, 5, apresenta ambientalistas e agricultores e suas iniciativas para recuperar áreas desmatadas nas florestas brasileiras. O programa também será dedicado ao indigenista brasileiro Bruno Pereira e ao jornalista inglês Dom Phillips, que foram assassinados na região do Vale do Javari, área de terras indígenas no Amazonas. Registros dos dois, entre eles, um de Bruno entoando uma canção indígena na floresta, fazem parte de um clipe que será exibido ao final do programa, com reportagem de Filippo Mancuso, Aline Oliveira e Camila Marinho.   

“Foi transformador perceber como existem pessoas lutando para manter nossas florestas de pé. A natureza está exausta. E só pelas mãos desses guardiões do verde será possível reverter esse processo nocivo contra o meio ambiente. Pude conhecer de perto iniciativas maravilhosas como, por exemplo, a Rede de Sementes do Vale do Ribeira que atua nos quilombos da região. Os quilombolas coletam as sementes que se tornarão árvores e ainda conseguem uma boa renda com isso. Infelizmente, ainda há uma visão muito equivocada dos ativistas ambientais, como se fossem radicais que se opõe a qualquer tipo de progresso. O que vi foi o oposto. Militantes de uma bandeira urgente que sabem a importância exata de se conciliar desenvolvimento com preservação ambiental”, defende Filippo. 

O programa traz ainda projetos que estão transformando cartões postais do país, como Pão de Açúcar, que vem sendo reflorestado por voluntários de todas as idades, e a paisagem da caatinga. “Ela é resiliente, se ressente na estiagem, mas refloresce no período de chuva. Mostrar toda essa biodiversidade e beleza no ‘Globo Repórter’ é motivo de muita alegria porque sabemos o quanto as imagens e as informações sobre esse bioma tão rico e, muitas vezes, tão subestimado, podem surpreender e encantar os telespectadores do programa”, acredita Aline Oliveira. 

E direto do Sul da Bahia, Camila Marinho mostrou porque o trabalho desses guardiões se faz tão necessário: as ações de desmatamento seguem em ritmo avançando. “Encontramos iniciativas de restauração do que foi degradado, mas em contraponto constatamos vestígios de exploração ilegal de madeira. E o mais impressionante: numa área que deveria estar protegida”, revela ela. 

O 'Globo Repórter' desta sexta, dia 5, é exibido depois da novela ‘Pantanal’. 

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code