Ad Code


Chico César é o convidado do Persona deste domingo

Divulgação/Julia Rugai

Neste domingo (11/9), o Persona recebe o músico Chico César. Apresentado por Atilio Bari e Chris Maksud, em uma conversa descontraída e recheada de memórias, o artista compartilha causos de sua infância e ingresso na música. Na TV Cultura, vai ao ar a partir das 22h.
 
Da cidade de Catolé, na Paraíba, Chico César viveu sua infância como o caçula de uma família com outros seis irmãos. O cantor compartilha memórias da vida na zona rural de sua cidade natal e conta que, desde muito novo, naturalmente desbravava o mundo das letras. Durante a edição, o cantor fala sobre seu primeiro instrumento, uma pequena gaita “dó, ré, mi” que surgiu como uma ideia de seu irmão para que abandonasse a chupeta, aos três anos de idade.
 
No programa, Chico conta que aprendeu a ler cedo e que era reconhecido como “o menino que sabe ler”, nos arredores da loja de livros e discos que, aos oito anos, tornou-se seu primeiro emprego. Mesmo jovem, já gostava muito de música. O cantor explica que, certa vez, voltando do trabalho, começou a cantarolar “um samba de ninguém”, pontua. Ficou na dúvida se a autoria era de Martinho da Vila, Paulinho da Viola e outros. No fim, constatou que o samba era seu.
 
“Aos 14 anos, eu já tinha plena consciência de que eu iria viver para a música”, compartilha Chico. No entanto, complementa que sabia que não teria retorno financeiro. Logo, decidiu cursar jornalismo, em João Pessoa, com a justificativa de que a escolha lhe ajudaria a mudar o mundo. 

O Persona ainda conta com depoimentos de Pedro Osmar, Arrigo Barnabé, Lenine, André Abujamra e outros artistas que fizeram parte da trajetória do músico.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code