Ad Code

Em parceria com a Miu Miu, MUBI exibe o mais recente filme da série Women's Tales

Divulgação

Dirigido por Carla Simón (Alcarràs), CARTA A MI MADRE PARA MI HIJO (Letter to My Mother for My Son) está disponível mundialmente a partir de hoje na MUBI, serviço global de streaming. O curta chega à plataforma dois dias após sua estreia na Giornati degli Autori no Festival de Cinema de Veneza de 2022.                          

CARTA A MI MADRE PARA MI HIJO (Letter to My Mother for My Son) é a 24ª produção comissionada pelo projeto Women’s Tales, da Miu Miu. A aclamada série de curtas-metragens convida as cineastas mais originais da atualidade para investigar a vaidade e a feminilidade no século 21.

Carla está grávida e nua, assim como nas fotos em que sua mãe posou grávida dela. Raios de sol atravessam as janelas. Vemos filmagens em Super 8 de avós, tios, tias, pais, bisavós; sorrindo, recitando poesia. Então, vemos uma jovem mulher crescer da década de 60 até o presente, passando pelos anos 80 e cruzando os limiares da feminilidade e da história, até encontrar Carla grávida, ao lado do céu azul da costa catalã.

Fragmentária e fugaz, CARTA A MI MADRE PARA MI HIJO (Letter to My Mother for My Son) é uma homenagem à família da cineasta, que é parcialmente fictícia e inteiramente sincera. “Sou uma otimista”, diz Carla Simón, e seu novo filme está cheio de terna esperança em meio à perda. É um lembrete tocante de que entender quem somos requer um processo ao longo da vida, reunindo memórias reais e imaginárias do passado, a fim de compor uma imagem do futuro.

Carla Simón (nascida em1986) é uma diretora de cinema espanhola. Seu filme de estreia de 2017, em catalão, Summer 1993, tornou-se o candidato da Espanha ao Melhor Filme Estrangeiro. Seu mais recente longa-metragem, Alcarràs – sobre o desaparecimento das atividades tradicionais de colheita de pêssego na Catalunha –, ganhou o Urso de Ouro na 72ª Berlinale, tornando-se o primeiro filme em língua catalã a conquistar a disputada premiação. Alcarràs foi adquirido pela MUBI para a América do Norte, Reino Unido, Irlanda, Índia, América Latina, Malásia e Turquia logo após o Festival de Cinema de Berlim, e será lançado nos cinemas e na plataforma de streaming.

Os pais de Carla Simón morreram de aids quando ela tinha apenas seis anos e, por isso, ela guarda  poucas lembranças deles quando adultos. “Com este filme para Miu Miu Women’s Tales, quero dar ao meu filho o que eu não tive: uma história familiar.” Para Carla, há um papel especial que os filmes desempenham na vida interior das pessoas: “O cinema tem o poder de reparar o que está faltando”. Sobre o tema dos contos femininos como plataforma para o cinema liderado por mulheres, comenta: “É muito importante no processo criativo questionar as coisas, no set, com sua equipe. Acredito que as diretoras estão introduzindo isso, e é muito positivo – não apenas para as mulheres, mas também para os homens”.

CARTA A MI MADRE PARA MI HIJO (Letter to My Mother for My Son) apresenta a veterana atriz Ángela Molina, que trabalhou com diretores renomados, como Luis Buñuel, Pedro Almodóvar, Bigas Lunas e Ridley Scott; Cecilia Gómez, conhecida por seus papéis em Domingo, A Peste e Down There; e Ainet Jounou, que protagoniza Alcarràs e o próximo filme de Paula Ortiz, Teresa.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code