Ad Code

Primeira versão da novela 'Sinhá Moça' chega ao Globoplay

Divulgação TV GLOBO / Nelson Di Rago

Após 36 anos da primeira exibição da novela de Benedito Ruy Barbosa, o Globoplay presenteia o público noveleiro com um dos maiores sucessos do horário das 18h da Globo, 'Sinhá Moça' em sua primeira versão, de 1986. 
 
Dirigida por Reynaldo Boury e Jayme Monjardim, a trama chega dia 12 de setembro na plataforma e relembra a história de Maria das Graças Ferreira Fontes, a Sinhá (Lucélia Santos), filha do Barão de Aruana, interpretado por Rubens de Falco. A jovem, contrariando o pai, se une à Rodolfo (Marcos Paulo) e vai em busca da alforria dos escravizados da região.
 
 A novela aborda assuntos como paixão, política e liberdade em vários aspectos. Exemplo disso é a personagem de Patrícia Pillar, a misteriosa Ana do Véu que tentava se livrar da promessa da mãe Nina (Normal Blum) à Santa Rita. O juramento prometia a jovem em casamento ao justiceiro Rodolfo (Marcos Paulo) e por essa razão, Ana tinha que andar com um véu tampando o rosto até o dia de seu casamento com o rapaz. Durante toda a novela a atriz interpretou a personagem com o rosto coberto. 
 
A angústia de Ana do Véu ganhou um acalanto quando o irmão do prometido Rodolfo, o Ricardo, vivido por Daniel Dantas, se aproxima de Ana para consolá-la. Mesmo sem nunca ter visto o rosto da moça, Ricardo se apaixona e causa uma bagunça na fé dos devotos. Para o público, o rosto de Patrícia Pillar já era conhecido, mas ao ser revelado no folhetim, gerou surpresa e encantamento, além da liberdade definitiva de Ana.

Postar um comentário

0 Comentários

Ad Code