Silvio Luiz participa do Sem Censura desta semana

Divulgação

Nesta segunda-feira (17), o programa Sem Censura recebe o jornalista e narrador esportivo, Silvio Luiz. Na conversa com a apresentadora Marina Machado, ele relembra os pontos altos da carreira e o surgimento dos clássicos bordões pelos quais é conhecido. Também analisa o futebol atual.

Sylvio Luiz Perez Machado de Sousa, o Silvio Luiz, nasceu em 1934 na cidade de São Paulo. Com ajuda da mãe, a atriz e pioneira da locução brasileira Elizabeth Darcy, começou a carreira na Rádio São Paulo, em 1952, fazendo locuções e pequenas participações em radionovelas. Em seguida, na TV Paulista, tornou-se o primeiro repórter de campo da televisão brasileira, destacando-se pela irreverência.

Em 1954, ganhou o prêmio Roquete Pinto de melhor repórter esportivo. Em 1962, cobriu a Copa do Mundo pela Rádio Bandeirantes. Em 1965 se formou como árbitro de futebol, atuando até os anos 1970.

Em 1976, tornou-se diretor de programação da TV Record. Na mesma emissora, em 1978, fez sua primeira narração televisiva de Copa do Mundo. A partir de então, o estilo descontraído, com piadas e bordões passou a atrair grande audiência.

Em 1987, foi para a Rede Bandeirantes. Após quase dez anos, saiu da Band e foi para o SBT, onde trabalhou nos Jogos Olímpicos de Atlanta e na Copa de 1998. Na emissora, também apresentou o programa Gol Show.

No final dos anos 1990, participou do programa Rock & Gol da MTV. Em 2008, trabalhou pela Band nas Olimpíadas da China. Em 2010, foi para a Rádio Transamérica, e passou por diversas emissoras de TV. Hoje, é narrador da Rede TV!.

Luiz tem ainda no currículo a participação como ator interpretando o personagem Julinho na novela Éramos Seis, em 1958. Ele é casado com a cantora Márcia e pai de três filhos.

Os debatedores convidados desta edição são Fernando Fontana, jornalista da Rede TV! e Juliano Justo, jornalista esportivo da TV Brasil.

O programa Sem Censura vai ao ar às segundas-feiras, às 21h30, logo após a novela A Terra Prometida, com transmissão para todo o País em TV aberta por intermédio das emissoras afiliadas à Rede Nacional de Comunicação Pública – TV, gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e por outras plataformas, como Facebook, Twitter e Youtube, por onde o público pode participar usando a hashtag #SemCensura.

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato