O documentário ‘Escola Base – Um repórter enfrenta o passado’ estreia no Globoplay

Divulgação Globo

Brasil. Ano de 1994. Uma denúncia de assédio a crianças de quatro anos dentro da própria escola. A comoção popular provocada pela cobertura na imprensa fez a vida dos denunciados virar do avesso antes mesmo de o inquérito policial ser encerrado. Apesar das acusações dos pais dos alunos e do primeiro delegado responsável pela investigação, o aprofundamento da apuração mostrou que os denunciados eram inocentes e o caso virou um escândalo nacional. Com uma reportagem no Jornal Nacional, Valmir Salaro foi o primeiro repórter a noticiar a acusação. Vinte e oito anos depois, ele procura as vítimas da injustiça e fica frente a frente com elas, seus descendentes e outros personagens dessa história revisitada no documentário 'Escola Base – Um repórter enfrenta o passado', dirigido por Eliane Scardovelli e Caio Cavechini, que estreia dia 10 de novembro no Globoplay.
 
“Vou voltar para uma história que há 27 anos me atormenta”, declara o jornalista no documentário, um projeto do próprio Valmir Salaro e do jornalista Alan Graça Ferreira, seu amigo e colega em pautas no ‘Fantástico’. “Desde que eu soube que aquelas pessoas eram realmente inocentes, eu passei a falar sobre o caso e era uma voz solitária. Sempre sou convidado para falar sobre o assunto em faculdades de jornalismo. E, em viagens, o Alan foi me convencendo que isso podia ser transformar num documentário”, explica Valmir, com 42 anos de experiência. “Eu vejo nesse documentário um tributo ao jornalismo. Num momento em que a imprensa é tão atacada, ter um jornalista consagrado que abre o peito para discutir um episódio desta relevância sem filtros, o aproxima das pessoas”, completa Alan. 
 
Eliane Scardovelli e Caio Cavechini foram convidados para dirigir a produção, aprovada em plena pandemia. Valmir revelou que guardava há 27 anos e que nunca tinha lido uma dedicatória escrita em um livro que recebeu de Maria Aparecida Shimada, uma das proprietárias da Escola Base, junto de uma carta escrita por ela de próprio punho. E que estava disposto a ler, diante das câmeras, estas palavras pela primeira vez. Jovens jornalistas, os dois diretores se viram no desafio de fazer um documentário que ouvisse os personagens centrais dessa história sem julgamentos. “Quando a gente discute Escola Base na faculdade, a gente pensa: ‘Olha, como a imprensa pode impactar a vida das pessoas’. Mas quando você está ao lado do repórter que fez a primeira matéria percebe o desafio que é compreender todas as circunstâncias que resultaram no erro”, diz Eliane.
 
Além das discussões sobre o exercício do jornalismo, Caio explica que também procurou exercitar a empatia na produção. “A discussão não é tão simplista. Existe uma frase que é meio clichê que diz ‘se coloca no meu lugar’ e fazer jornalismo requer esse exercício de se colocar no lugar das pessoas que a gente está retratando. Ao se colocar no lugar do Valmir, a gente se fazia essa pergunta em várias ocasiões. Com os elementos que ele tinha, será que não era pra dar aquela história? O que exatamente ele poderia ter feito naquela situação? É uma discussão mais complexa do que dizer ‘era uma acusação falsa e a imprensa levou essas pessoas à tragédia”, diz Caio.
 
Roteirista do documentário ao lado de Eliane Scardovelli, Bruno Della Latta entrou no projeto a partir do sim de Valmir Salaro para Alan Graça. E ele celebra ter acompanhado a transformação do colega para o antes e depois da produção. “O objetivo, que acredito ter sido alcançado, é mostrar que o Valmir da primeira imagem do filme não é o mesmo Valmir que aparece antes de subirem os créditos finais”, atesta Bruno.
 
Original Globoplay, o documentário ‘Escola Base – Um repórter enfrenta o passado’ tem roteiro de Bruno Della Latta e Eliane Scardovelli, que também dirige o dirige a produção ao lado de Caio Cavechini, e reportagem de Alan Graça Ferreira e Valmir Salaro.

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato