Alcione celebra seus 50 anos de carreira no 'Fantástico' deste domingo

Divulgação Globo/João Cotta

Para celebrar os 50 anos de carreira, Alcione se apresentou no palco do 'Fantástico', onde cantou alguns de seus principais sucessos. Recebida por Maju Coutinho, que se vestiu de verde e rosa para homenageá-la, a cantora falou também sobre as diversas barreiras que precisou superar para chegar onde chegou. “Se você não chega chegando, se não chega se impondo. Como é que fica?”, revelou ela, que apesar de entoar músicas, cujas letras alternam entre perfis de mulheres fortes e submissas, nunca admitiu levar desaforo de homem algum: “Na verdade foi meu pai foi que nos emponderou, seu João Carlos. Ele dizia assim: minha filha, cuidado que homem quando te olhar de cara feia no primeiro  dia, no segundo ele te empurra, no terceiro ele te bate. (...)”. 
 
Ao falar de suas lutas ao longo de cinco décadas, a cantora maranhense também relatou o comentário racista feito pelo funcionário de um hotel no Rio, ao vê-la chegar para participar uma convenção de sua gravadora que acontecia no local.  “Aí um  cara chegou e falou: ih,  chegou o navio negreiro. Eu não acreditei que ele estava olhando para mim dizendo isso”, revelou Alcione, que ainda cantou hits como ‘A Loba’, ‘Sufoco’, na matéria que vai ser exibida no domingo de Natal.
 
O programa do dia 25 de dezembro traz também o tradicional amigo oculto do ‘Fantástico’, com nomes que se destacaram em 2022, como a atriz Isabel Teixeira, os jogadores Vinícius Junior, do Real Madrid, e Pedro, do Flamengo, estão entre os participantes. 
 
O ‘Fantástico’ vai ao ar logo depois de ‘Domingão com Huck’.    

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato