'Globo Repórter' mostra os avanços e os desafios do Brasil na educação

Divulgação Globo

Mais de 99% das crianças e dos jovens entre 6 e 14 anos estão na escola, de acordo com dados do Ministério da Educação. Nos últimos 30 anos, o Brasil teve grandes avanços na área, mas ainda existem muitos desafios a enfrentar, como a falta de materiais pedagógicos e valorização dos professores. O 'Globo Repórter' desta sexta-feira, dia 1º, vai atrás de iniciativas em várias regiões do país que comprovam que é possível mudar esse cenário e tornar o ensino mais atraente. As repórteres Zileide Silva e Aline Oliveira mostram fórmulas simples que inspiram e transformam vidas.   
 
Em Belo Horizonte, Zileide Silva conta a história de uma professora que melhorou o aprendizado da turma misturando ensino e diversão. De tão criativas, as aulas da professora Lavínia Rocha viralizaram na internet. Ela acredita que quanto maior a participação dos alunos mais eles se identificam com a matéria. “A aula sempre foi construída com eles. Algumas coisas eu planejo, mas chega na hora a gente tem uma ideia. Querem fazer um teatrinho, então vamos fazer teatrinho. Querem jogo? Vamos fazer jogo”, explica a professora que é querida pelos alunos. “Eu gosto desse tipo de aula porque não fica aquele negócio chato de só ler, fazer atividade e depois estudar para a prova. É mais divertido e mais dinâmico para aprendermos”, diz a aluna Marina.   
 
Aline Oliveira vai até a cidade de Massapê, na região Norte do Ceará, onde fica o colégio Francisca Diogo Gomes, reconhecido como a melhor escola pública do Brasil na fase inicial da aprendizagem. A instituição obteve 9,9, a maior média no último IDEB, o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. A diretora Patrícia Soares conta o que faz a diferença para o aprendizado dos alunos. "Realizamos várias ações estratégicas. Uma delas foi o reforço no contraturno. Trazemos as crianças no contraturno para trabalhar atividades direcionadas, focadas nas habilidades com maiores dificuldade”. 
 
No Distrito Federal, a equipe do ‘Globo Repórter’ conhece um projeto que está combatendo o bullying e a evasão escolar por meio do afeto. O Jovens Líderes pela Paz surgiu há um ano e hoje abrange 15 escolas. A ideia das irmãs gêmeas Isabela e Isadora, e do amigo Eduardo, foi uma das vencedoras da 2ª edição do Prêmio LED, iniciativa parte do Movimento LED – Luz na Educação, criado pela Globo e a Fundação Roberto Marinho, que busca mapear, reconhecer e amplificar as práticas que estão potencializando o futuro da educação no Brasil. “Foram reuniões com mais de cem educadores e um processo de construção democrática muito linda. É isso que alimenta a nossa chama de esperança na educação pública brasileira. Quando a gente vê escolas que antes eram violentas se tornando porto seguro”, ressalta Eduardo. 
 
O programa também vai mostrar uma iniciativa de estudantes que se dedicam a ajudar outros alunos a entrarem na universidade. Formado em economia pela USP de Ribeirão Preto, Vinícius de Andrade criou o projeto Salvaguarda que auxilia quem é de escola pública a entender quais possibilidades existem após o ensino médio. “Eu fui entendendo que para os alunos de escola pública não é falta de interesse entrar numa universidade, até porque os dados mostram que a maioria quer sim ingressar. Muitas vezes é falta de informação. Teve aluno que achava que Sisu era Sistema Único de Saúde”, relata Vinícius. Os estudantes do projeto têm apoio psicológico e contam com tutores para melhorar a redação, reforço escolar e orientação vocacional. Eles ainda recebem informações sobre auxílios que o governo oferece para o universitário de baixa renda”. O projeto Salvaguarda também foi um dos ganhadores da 2ª edição do Prêmio LED, que está em sua terceira edição e segue com inscrições abertas até o dia 27 de setembro através do site www.movimentoled.com.br.
 
“Parece tão pouco, mas são exemplos que mostram como a educação pode mudar a vida de tantos jovens. Mudar para melhor”, destaca a repórter Zileide Silva. “Avançar na educação ainda é um desafio no Brasil, precisa de mais investimentos financeiros na área, certamente, mas as experiências que conhecemos mostram que também é fundamental desenvolver ações que valorizem professores, que acolham alunos e façam da escola um ambiente atrativo para todos”, complementa a repórter Aline Oliveira.   
   
O ‘Globo Repórter’ vai ao ar nesta sexta-feira, dia 1º, logo após a série ‘Rensga Hits’. 

O Universo da TV

Um jovem que está se aventurando no universo jornalistico e tem o seu principal objetivo trazer as principais notícias sobre TV por Assinatura, plataformas de streaming, programação de TV e muito mais!

Postar um comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do O Universo da TV.

Postagem Anterior Próxima Postagem

Formulário de contato