Porto Alegre recebe o primeiro ‘Saia Justa Por Aí’ do GNT



Nesta terça-feira (24), o GNT desembarcou em Porto Alegre com o projeto ‘Saia Justa Por Aí’, que leva o programa de debates para diferentes cidades do Brasil. A primeira parada foi na capital gaúcha para apresentação única no Teatro do Shopping Bourbon Country, com direito à plateia de mil pessoas. As apresentadoras Astrid Fontenelle, Barbara Gancia, Maria Ribeiro e Mônica Martelli chegaram afiadas nas gírias locais.  Para interagir com a plateia Astrid usou placas com bordões gaúchos como “bah”, “capaz”, “tri”. As próximas praças a serem contempladas são Fortaleza e Brasília no segundo semestre.

As ‘Saias’ abriram o primeiro bloco de debates da noite falando sobre a ausência da mulher no planejamento urbano. Foi exibido um vídeo sobre a ONG “Mulher em Construção”, que atua na cidade incentivando a entrada de mulheres no mercado da construção civil. Nos blocos 2 e 3 as apresentadoras receberam a escritora gaúcha Martha Medeiros como convidada do sofá. As cinco discutiram temas como a arte de “voyerizar a vida alheia” e os fardos que cada pessoa consegue suportar. Astrid sugeriu que as companheiras de palco completassem a afirmação “eu queria ser uma mosquinha para...”. Mônica Martelli arrancou risos da plateia ao responder: “Queria entrar na casa do Tony Ramos para entender como aquele casamento dura 40 anos e ainda são felizes”. Para fechar a noite, a discussão foi se baseamos nossas opiniões pessoais em estereótipos quando estamos nos relacionando com alguém. Neste último tema, o escritor Fabrício Carpinejar gravou um depoimento para ser exibido no programa.

O objetivo do GNT com o projeto itinerante é levar para a audiência brasileira as nuances, características e pautas representativas de uma região, além de aproximar-se ainda mais do público das praças. “Escolhemos Porto Alegre para essa estreia porque é uma cidade que nos prestigia há bastante tempo. Além de nos assistirem na TV, temos uma relação bem próxima com os gaúchos através das redes sociais do GNT”, afirmou Mariana Koehler, diretora artística do canal. 

Foram mais de 14 mil inscrições recebidas através do site do canal para assistir à gravação. As apresentadoras afirmaram durante todo o espetáculo que adoraram a experiência ao vivo e a interação com o público. Mônica, que já se apresentou no Bourbon Country outras três vezes, resumiu bem a emoção do quarteto. “O que é interessante do teatro é que o que aconteceu hoje aqui, não se repete mais. Se fizéssemos uma nova apresentação amanhã, no mesmo lugar, seria diferente. O que aconteceu hoje aqui foi único, essa é a magia do teatro. ”

Primeiro programa gravado em formato itinerante será exibido na quarta no dia 1° de Junho no GNT.

Nenhum comentário:

Comentários Ofensivos ou Irrelevantes e os que conter publicidades serão todos excluídos.

Tecnologia do Blogger.